PATERNIDADE – Encontrando o Pai Através do Perdão

SÉRIE “PATERNIDADE” | 03/05
ENCONTRANDO O PAI ATRAVÉS DO PERDÃO

mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior

“… Um homem tinha dois filhos. O mais novo disse ao seu pai: Pai, quero minha herança agora mesmo. O pai, então, dividiu a propriedade entre os dois filhos. Não se passou muito tempo, e o filho mais novo arrumou as malas e foi morar num país distante. Por ser indisciplinado e esbanjador, desperdiçou tudo que possuía. Estava já sem dinheiro quando uma seca devastou aquele país, e ele começou a passar necessidades. Um cidadão o contratou para cuidar de porcos, e, para piorar, ninguém lhe dava nada. Ele chegou a passar tanta fome que teve vontade de comer a lavagem dos porcos. Isso o fez cair na realidade. Ele pensou: os empregados do meu pai têm três refeições por dia e eu estou aqui morrendo de fome. Já sei. Vou voltar para casa e dizer ao meu pai: pequei contra Deus e contra o Senhor. Não mereço ser considerado seu filho. Ser um dos seus empregados já está muito bom. Decidido, levantou-se e tomou o caminho de casa. Ele ainda estava bem longe, na estrada, quando o pai o avistou. O coração do velho disparou e ele correu para abraçar e beijar o filho, que começou o seu discurso: pai, pequei contra Deus e contra o Senhor. Não mereço nem ser chamado de seu filho outra vez. O pai nem quis escutar. Chamou os empregados e ordenou: rápido, tragam um roupa decente para ele! Tragam também o anel da família e um par de sandálias. Depois vão buscar uma novilha bem gorda e preparem um churrasco. Vamos festejar! Vamos nos divertir! Meu filho está aqui, vivo! Não está mais perdido, foi achado. E a festa começou. Tudo isso se deu enquanto o filho mais velho estava no campo. No final do dia, ele voltou para casa. Ao se aproximar, ou viu o som da música e das danças. Intrigado, perguntou a um dos empregados o que estava acontecendo. Ele contou a novidade: seu irmão voltou para casa! Seu pai ficou tão contente de recebê-lo de volta são e salvo, que mandou fazer uma festa. O irmão mais velho ficou tão revoltado que não quis participar da comemoração. O pai tentou conversar com ele, mas ele nem quis ouvir e protestou: há quantos anos trabalho para o senhor sem nunca reclamar? E alguma vez ganhei uma festa para mim e meus amigos? Agora esse seu filho, que desperdiçou todo o seu dinheiro com prostitutas, aparece aqui e o senhor lhe dá uma festa dessas! O pai respondeu: filho, você não entende. Você está comigo o tempo todo, e tudo o que é meu é seu. Mas este é um momento muito especial! Precisamos celebrar. Seu irmão estava morto, mas agora está vivo! Ele estava perdido, mas foi encontrado.” (Lucas 15.11-32)

Por isso, a proposta da mensagem de hoje é ajudá-lo a encontrar o Pai através do perdão. Somente o perdão é capaz de fechar ciclos de dor e sofrimento, e abrir portas para uma nova realidade, onde você será capaz de desfrutar de uma vida plena e abundante preparada pelo Pai.

Tanto o filho mais novo, quanto o filho mais velho, fizeram coisas que desagradaram o coração do Pai. Mesmo assim, o Pai não deixou de amá-los e fez de tudo para que seus filhos o encontrassem através do perdão que já estava liberado para eles. Mas, o que esses filhos fizeram de errado? Vamos analisar primeiro as atitudes do filho mais novo e, depois, do mais velho.

O filho mais novo…

 Demonstrou INSATISFAÇÃO

“… O mais novo disse ao seu pai: Pai, quero minha herança agora mesmo.” (v.12)

O filho mais novo…

 Agiu com REBELDIA

“… O mais novo disse ao seu pai: Pai, quero minha herança agora mesmo. O pai, então, dividiu a propriedade entre os dois filhos.” (v.12,13)

“A terra distante é todo lugar que você pensa que a felicidade estará disponível para você sem a presença do Pai.”

O filho mais novo…

 Experimentou a DISSOLUÇÃO

“O pai, então, dividiu a propriedade entre os dois filhos. Não se passou muito tempo, e o filho mais novo arrumou as malas e foi morar num país distante. Por ser indisciplinado e esbanjador, desperdiçou tudo que possuía.” (v.13,14)

O filho mais novo…

 Viveu uma completa DEGRADAÇÃO

“Estava já sem dinheiro quando uma seca devastou aquele país, e ele começou a passar necessidades. Um cidadão o contratou para cuidar de porcos, e, para piorar, ninguém lhe dava nada. Ele chegou a passar tanta fome que teve vontade de comer a lavagem dos porcos.” (v.15,16)

E o filho mais velho, o que ele fez de errado para que também fosse alvo do perdão do seu pai?

O filho mais velho…

 Confiava em sua JUSTIÇA PRÓPRIA

“Agora esse seu filho, que desperdiçou todo o seu dinheiro com prostitutas, aparece aqui e o senhor lhe dá uma festa dessas!” (v.30)

O filho mais velho…

 Tinha uma mentalidade de ESCRAVO

“… Mas ele nem quis ouvir e protestou: há quantos anos trabalho para o senhor sem nunca reclamar? E alguma vez ganhei uma festa para mim e meus amigos?” (v.28,29)

O filho mais velho…

 Carregava um coração cheio de AMARGURA

“Agora esse seu filho, que desperdiçou todo o seu dinheiro com prostitutas, aparece aqui e o senhor lhe dá uma festa dessas!” (v.30)

O grande ápice dessa história é o fato de que o Pai sempre estava disposto a perdoar a despeito que quaisquer coisas que seus filhos tenham feito contra Ele. A partir da experiência desse filho mais novo, como é possível encontrar o Pai através do perdão?

Para encontrar o Pai através do perdão…

1. ADMITA as suas falhas

“Já sei. Vou voltar para casa e dizer ao meu pai: pequei contra Deus e contra o Senhor. Não mereço ser considerado seu filho. Ser um dos seus empregados já está muito bom.” (v.17-19)

“Admitir falhas quebra o orgulho e exalta a restauração.”

Para encontrar o Pai através do perdão…

2. ARREPENDA-SE dos seus erros

“Decidido, levantou-se e tomou o caminho de casa.” (v.20)

3. RECEBA o amor de Deus por você

“Ele ainda estava bem longe, na estrada, quando o pai o avistou. O coração do velho disparou e ele correu para abraçar e beijar o filho.” (v.20,21)

Conclusão:

Qual é a comprovação do amor incondicional desse Pai a ponto de oferecer perdão para os seus filhos?

Para o filho mais novo, o Pai disse o seguinte:

“O coração do velho disparou e ele correu para abraçar e beijar o filho, que começou o seu discurso: pai, pequei contra Deus e contra o Senhor. Não mereço nem ser chamado de seu filho outra vez. O pai nem quis escutar. Chamou os empregados e ordenou: rápido, tragam um roupa decente para ele! Tragam também o anel da família e um par de sandálias. Depois vão buscar uma novilha bem gorda e preparem um churrasco. Vamos festejar! Vamos nos divertir! Meu filho está aqui, vivo! Não está mais perdido, foi achado. E a festa começou.” (v.20-24)

Para o filho mais velho, o Pai disse o seguinte:

“O pai respondeu: filho, você não entende. Você está comigo o tempo todo, e tudo o que é meu é seu. Mas este é um momento muito especial! Precisamos celebrar. Seu irmão estava morto, mas agora está vivo! Ele estava perdido, mas foi encontrado.” (v.31,32)

Não importa o tamanho do seu pecado, o Pai está lhe dizendo hoje:

 Você é meu filho e não escravo;
 Eu tenho roupas novas para você;
 Eu tenho um anel que pertence a você;
 Eu tenho sandálias novas para seus pés;
 Filho, você está sempre comigo;
 Filho, tudo o que é meu, é seu;
 Filho, hoje é tempo de celebrar!

Para encontrar o Pai através do perdão…
1. ADMITA as suas falhas
2. ARREPENDA-SE dos seus erros
3. RECEBA o amor de Deus por você