Decida Entregar

SÉRIE “VOCÊ DECIDE” | 03/08
DECIDA ENTREGAR

mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes

Jesus disse: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mateus 11.28-30).

Esta passagem é um convite de Jesus para que possamos ir a Ele. Então, Ele nos dará descanso, teremos alívio para nossas lutas e descanso para nossas almas. Por isso, ele convida: dá-me o controle da sua vida, una-se a mim e eu cuidarei de você. Ele ainda completa: aprendam de mim, ou seja, apenas observem o que eu faço e façam como eu faço; se vocês fizerem o que eu faço, a vida ficará muito mais fácil, muito mais simples e vocês terão vitória.

O que pode nos impedir de abandonar essa ilusão de poder controlar as coisas em nossa vida? O que nos leva a procrastinar, entregar os nossos problemas a Deus e demorar a render a nossa vida aos cuidados e controle de Cristo? Vamos ver algumas coisas:

1ª Barreira – O meu ORGULHO.

Não quero admitir que preciso de ajuda.

“A pessoa orgulhosa está a caminho da desgraça, mas a humilde é respeitada.” (Provérbios 18.12)

O orgulhoso acredita que não precisa de ajuda. Que não precisa depender de Deus e que pode resolver seu problema sozinho. No entanto, Deus nos ama tanto que não permitirá que o orgulho continue nos separando Dele. O que Ele faz para chamar nossa atenção para necessidade de quebrar esse orgulho? Ele permite situações de conflito e dor com a finalidade de nos quebrantar e nos aproximar Dele. Pastor Rick Warren disse: “Quanto mais dor você tiver, menos ilusão você terá de que pode controlar as coisas.” (Rick Warren).

2ª Barreira – A minha CULPA.

Estou envergonhado de pedir a ajuda.

“Porque os problemas que enfrento são grandes demais, meus pecados me atrapalham a visão; são muitos, mais que os fios de cabelo de minha cabeça. Por causa deles, me sinto fraco e desanimado.” (Salmos 40.12)

Às vezes a culpa é tão grande que a pessoa não tem coragem de pedir ajuda, principalmente, se ela vive num meio legalista, num contexto religioso, onde as cobranças pela “perfeição” é muito alta. Essa pessoa vai desenvolver a sensação de culpa muito acima do normal e vai ter vergonha de pedir ajuda. No entanto, se esse sentimento de culpa é a maior barreira que você tem enfrentado e que o impede de viver a vida abundante do céu, saiba que Deus o ama e está pronto a perdoar todos os seus pecados se humildemente você lhe pedir perdão. Não tenha vergonha de pedir a ajuda de Deus e nem de lhe pedir perdão. A Bíblia diz:

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1ª João 1.9)

“Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: confessarei as minhas transgressões ao Senhor, e tu perdoaste a culpa do meu pecado.” (Salmos 32.5)

3ª Barreira – O meu MEDO.

Estou com medo do que eu terei de abrir mão.

Muitos evitam abrir mão dos seus maus hábitos e mergulhar em um compromisso com Deus, porque têm medo do preço dessa decisão. Muitos temem que, se entregarem o controle de sua vida a Deus, terão que abandonar muitas coisas. Entenda que você não foi feito para viver aprisionado no pecado. Em Cristo, você é livre! Porém, entenda esse conceito de liberdade.

Liberdade é escolher quem nos controla.

Por isso, escolha ser controlado por Jesus, que é a verdade que liberta, e você não precisará ter medo das decisões que vai tomar e que irão transformar a sua vida. Tome posse desta verdade bíblica: “E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará. Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres.” (João 8.32,36).

4ª Barreira – A minha PREOCUPAÇÃO.

Não conseguirei manter minha decisão.

“Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.” (1ª Pedro 5.7)

Muitos não entregam o controle da sua vida para Deus porque se preocupam se vão conseguir manter a decisão que tomaram. Às vezes a pessoa começa a ficar preocupada com todos os desdobramentos da sua entrega, do seu pedido de ajuda, do controle de Deus sobre a sua vida. A Bíblia diz que você não precisa se preocupar, pois Deus tem uma mão forte. Se dermos nossa mão a Ele, Ele nunca nos soltará, porque Ele é nosso Pai e nos ama. Quando cairmos, Ele nos levantará. E Ele mesmo nos capacitará para segui-lo e completará a obra que começou em nossa vida. Então, não se preocupe. Nele você pode confiar: “Estou convencido de que aquele que começou a boa em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.” (Filipenses 1.6).

5ª Barreira – A minha DÚVIDA.

Minha fé parece muito pequena.

Muitas pessoas duvidam da sua própria restauração e cura. Muitas dizem – será que realmente serei restaurado? Será que realmente serei ajudado? Será que realmente o meu caso tem solução? Será que realmente Deus se importa com a minha vida? Não subestime a sua fé achando que não pode confiar em Deus.

Conclusão:

Não podemos permitir que estas barreiras nos impeçam de fazer a entrega do controle da nossa vida a Deus. Então, o que devemos fazer? O que significa tomar essa decisão? Significa escolher conscientemente confiar toda a nossa vida e nossa vontade aos cuidados e controle de Deus.

Para alcançar a cura através da decisão da entrega…

1. Aceite a PALAVRA DE DEUS como seu PADRÃO para viver.

Deus diz que as Escrituras são o padrão pelo qual nós vamos avaliar todas as decisões e áreas da nossa vida. Ela diz: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça.” (2ª Timóteo 3.16).

Para alcançar a cura através da decisão da entrega…

2. Aceite a VONTADE DE DEUS como seu estilo de vida.

Aceite a vontade de Deus como seu estilo de vida: “Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12.1,2).

“Tenho grande alegria em fazer a Tua vontade, ó meu Deus.” (Salmos 40.8)

Para alcançar a cura através da decisão da entrega…

3. Aceite o PODER DE DEUS como sua FORÇA.

Esta é a chave que faz toda a diferença. O apóstolo Paulo disse certa vez: “Tudo posso naquele que me fortalece.” (Filipenses 4.13).

Isso significa que, em Jesus, eu posso vencer os maus hábitos, resolver os meus problemas de relacionamento, experimentar a reconciliação, encontrar consolo para o tempo de perdas e esperança para os dias de angústia. Em Jesus Cristo, eu encontro forças para suportar todas as coisas, pois Ele me fortalece. Reconheço que tudo o que preciso está em Cristo Jesus.

Rolar para o topo