Pode Ir

SÉRIE: “AS PALAVRAS DE JESUS EM UM TEMPO DE TRANSIÇÃO”
PODE IR | 03/06
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“Mais uma vez, ele visitou Caná da Galileia, onde tinha transformado água em vinho. E havia ali um oficial do rei, cujo filho estava doente em Cafarnaum. Quando ele ouviu falar que Jesus tinha chegado à Galileia, vindo da Judeia, procurou-o e suplicou-lhe que fosse curar seu filho, que estava à beira da morte. Disse-lhe Jesus: Se vocês não virem sinais e maravilhas, nunca crerão. O oficial do rei disse: Senhor, vem, antes que o meu filho morra. Jesus respondeu: Pode ir. O seu filho continuará vivo. O homem confiou na palavra de Jesus e partiu. Estando ele ainda a caminho, seus servos vieram ao seu encontro com notícias de que o menino estava vivo. Quando perguntou a que horas o seu filho tinha melhorado, eles lhe disseram: A febre o deixou ontem, à uma hora da tarde. Então o pai percebeu que aquela fora exatamente a hora em que Jesus lhe dissera: ‘O seu filho continuará vivo’. Assim, creram ele e todos os de sua casa. Esse foi o segundo sinal miraculoso que Jesus realizou, depois que veio da Judeia para a Galileia.” (João 4.46-54)
O relato desse pai aflito buscando socorro em Jesus para a cura de seu filho nos ensina algumas lições.
 A posição social não é segurança contra as tragédias da vida.
 As aflições e a morte vêm para todos.
Ele possuía fé, mas podemos observar que ela ainda era defeituosa. Como era a fé daquele homem?
 Ele cria que para Jesus realizar o milagre precisaria ir até o doente
“… procurou-o e suplicou-lhe que fosse curar seu filho, que estava à beira da morte.” (v.47)
 Ele cria somente para receber o milagre
“Disse-lhe Jesus: Se vocês não virem sinais e maravilhas, nunca crerão.” (v.48)
 Ele cria que o poder de Jesus não estendia após a morte
“O oficial do rei disse: Senhor, vem, antes que o meu filho morra.” (v.49)
Hoje, Deus está nos dando oportunidade de fazermos uma troca a partir da palavra de Jesus em um tempo de transição: deixar a nossa fé defeituosa para trás e tomar posse de uma fé sem limites, onde, a partir do poder e da soberania de Jesus, vamos experimentar coisas extraordinárias. Sendo assim, o que podemos aprender com a história de fé do centurião?
As palavras de Jesus em um tempo de transição…
1. Chegam ao nosso coração como uma ORDEM
“Jesus respondeu: pode ir…” (v. 50)
Jesus ordena ao homem: pode ir, vai. Siga em frente. Retorne para sua casa e encontre-se com o seu filho.
As palavras de Jesus em um tempo de transição…
2. Apoiam-se em uma CERTEZA
“… o seu filho continuará vivo…” (v. 50)
As palavras de Jesus em um tempo de transição…
3. Precisam ser recebidas com FÉ
“… o homem confiou na palavra de Jesus…” (v. 50)

“A fé não exige evidências. A fé se agarra à promessa!”

As palavras de Jesus em um tempo de transição…
4. Devem ser seguidas com OBEDIÊNCIA
“… o homem confiou na palavra de Jesus e partiu.” (v. 50)
Obediência é antessala do milagre. Quando Deus chamou Josué para ser o novo líder do povo de Israel com a missão de conquistar a terra prometida, ele requereu obediência irrestrita às suas palavras. Preste atenção no relato bíblico:
“Esforça-te e sê corajoso, porque farás este povo herdar a terra que jurei dar a seus pais. Apenas esforça-te e sê corajoso, cuidando de obedecer a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; não te desvies dela, nem para a direita nem para a esquerda; assim serás bem-sucedido por onde quer que andares. Não afastes de tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de obedecer a tudo o que nele está escrito; assim farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido.” (Josué 1.6-8)
Conclusão:
O centurião deu quatro passos para alcançar a cura do seu filho: humildade, coragem, persistência e fé. Ele tomou posse da palavra de Jesus liberada ao seu coração em um tempo de transição: PODE IR. E qual foi o resultado final de tudo o que aconteceu nessa experiência de fé?
“Estando ele ainda a caminho, seus servos vieram ao seu encontro com notícias de que o menino estava vivo. Quando perguntou a que horas o seu filho tinha melhorado, eles lhe disseram: A febre o deixou ontem, à uma hora da tarde. Então o pai percebeu que aquela fora exatamente a hora em que Jesus lhe dissera: ‘O seu filho continuará vivo’. Assim, creram ele e todos os de sua casa.” (v.51-53)
O centurião tomou posse das palavras de Jesus para o seu coração em um tempo de transição: PODE IR. Uma fé defeituosa tornou-se em uma fé sem limites!

Rolar para o topo