Vencendo as Crises pela Fé

VENCENDO AS CRISES PELA FÉ
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“Depois disso, os moabitas e os amonitas, com alguns dos meunitas, entraram em guerra contra Josafá. Então informaram a Josafá: Um exército enorme vem contra ti de Edom, do outro lado do mar Morto. Já está em Hazazom-Tamar, isto é, En-Gedi. Alarmado, Josafá decidiu consultar o Senhor e proclamou um jejum em todo o reino de Judá. […] Então o Espírito do Senhor veio sobre Jaaziel, filho de Zacarias, neto de Benaia, bisneto de Jeiel e trineto de Matanias, levita e descendente de Asafe, no meio da assembleia. Ele disse: Escutem, todos os que vivem em Judá e em Jerusalém e o rei Josafá! Assim lhes diz o Senhor: Não tenham medo nem fiquem desanimados por causa desse exército enorme. Pois a batalha não é de vocês, mas de Deus.” (2º Crônicas 20.1-3,14-15)
O que lemos diz que o rei Josafá está encurralado por adversários terríveis e arrogantes. Uma grande multidão, fortemente armada estava pronta para atacar Jerusalém. Não dava tempo para reagir, nem Josafá tinha recursos para resistir àquele aparato militar que pretendia varrer Jerusalém do mapa. Uma crise sem precedentes chegou ao arraial de Judá e na vida do rei Josafá. Aparentemente, uma crise impossível de ser vencida, pois o exército inimigo era maior e muito mais poderoso que o exército de Judá.
Com relação à nossa vida não é diferente. Às vezes a crise chega sem bater na porta, de forma inesperada e pronta para nos destruir. Pensamos em desistir, achamos que não vamos vencer, não conseguimos encontrar uma luz no fim do túnel. A única coisa que nos resta é a conformação da derrota diante da crise! Porém, o capítulo 20 do segundo livro das crônicas, conta que Josafá e o povo de Deus conseguiram vencer a crise pela fé. Josafá, terminando a sua oração, reconheceu a incapacidade de vencer o inimigo, mas expressou sua total e absoluta confiança em Deus:
“Pois não temos força para enfrentar esse exército imenso que está nos atacando. Não sabemos o que fazer, mas os nossos olhos se voltam para ti.” (2º Crônicas 20.12)
Qual o segredo da vitória do povo de Deus sobre os seus inimigos? O que o rei Josafá e o povo de Judá fizeram para que pudessem sair vencedores diante da crise que lhes cercava? Como podemos vencer as crises que se colocam diante de nós dia após dia?
Para vencer as crises pela fé…
1. Busque a Deus em JEJUM e ORAÇÃO
“Alarmado, Josafá decidiu consultar o Senhor e proclamou um jejum em todo o reino de Judá. Reuniu-se, pois, o povo, vindo de todas as cidades de Judá para buscar a ajuda do Senhor. Então Josafá levantou-se na assembleia de Judá e de Jerusalém, no templo do Senhor, na frente do pátio novo, e orou…” (2º Crônicas 20.3-6)
Há momentos em que os problemas vêm sobre nós como uma avalanche avassaladora, como um terremoto assustador. Nessas horas, nossos recursos são absolutamente insuficientes para enfrentarmos a situação e nada podemos fazer senão recorrermos ao Deus do céu, e clamar por sua ajuda e socorro.
A oração e o jejum são recursos sobrenaturais, são armas espirituais à disposição do povo de Deus. Quando agimos por nossa própria destreza e confiados em nossos próprios recursos, ficamos sujeitos a derrotas humilhantes. Mas, quando buscamos a Deus em oração e nos humilhamos sob sua onipotente mão, então, seu braço onipotente sai em nossa defesa e nos concede vitória. A Bíblia diz:
“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.” (Filipenses 4.6)
“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” (2º Crônicas 7.14)
Para vencer as crises pela fé…
2. Confie nas PROMESSAS de Deus
“E orou: Senhor, Deus dos nossos antepassados, não és tu o Deus que está nos céus? Tu governas sobre todos os reinos do mundo. Força e poder estão em tuas mãos, e ninguém pode opor-se a ti. Não és tu o nosso Deus, que expulsaste os habitantes desta terra perante Israel, teu povo, e a deste para sempre aos descendentes de teu amigo Abraão? Eles a têm habitado e nela construíram um santuário em honra do teu nome, dizendo: Se alguma desgraça nos atingir, seja o castigo da espada, seja a peste, seja a fome, nós nos colocaremos em tua presença diante deste templo, pois ele leva o teu nome, e clamaremos a ti em nossa angústia, e tu nos ouvirás e nos salvarás. Mas agora, aí estão amonitas, moabitas e habitantes dos montes de Seir, cujos territórios não permitiste que Israel invadisse quando vinha do Egito; por isso os israelitas se desviaram deles e não os destruíram. Vê agora como estão nos retribuindo, ao virem expulsar-nos da terra que nos deste por herança. Ó nosso Deus, não irás tu julgá-los? Pois não temos força para enfrentar esse exército imenso que está nos atacando. Não sabemos o que fazer, mas os nossos olhos se voltam para ti.” (2º Crônicas 20.6-12)
Não basta orar, precisamos orar como convém. Não basta pedir, precisamos conhecer aquele a quem pedimos. Josafá reconhece que Deus é o soberano Senhor nos céus e domina sobre todos os reinos da terra. Ele ora consciente de que nas mãos de Deus estão toda força e poder e não há quem lhe possa resistir.
“Quando compreendemos a grandeza de Deus, nossos grandes problemas se tornam pequenos.”
Mas, Josafá deu um passo além em sua oração: ele fundamentou a sua súplica nas promessas de Deus. Ao mesmo tempo em que buscou a Deus em oração, ele abriu as Escrituras para orar e fundamentar sua petição no alicerce firme das promessas de Deus. Oramos com eficácia quando ancoramos nossas petições nas promessas daquele que tem zelo pela sua Palavra e fidelidade em cumpri-la.
Quais foram as promessas que Deus lhe fez? Você ainda as guarda no coração? Elas estão renovadas em sua vida dia após dia? Entenda uma coisa: se Deus fez uma promessa a você, Ele é fiel para cumpri-la, pois Ele não é homem para mentir. Josué, fazendo o seu discurso de despedida ao povo de Israel, disse o seguinte:
“Agora estou prestes a ir pelo caminho de toda a terra. Vocês sabem, lá no fundo do coração e da alma, que nenhuma das boas promessas que o Senhor, o seu Deus, lhes fez deixou de cumprir-se. Todas se cumpriram; nenhuma delas falhou.” (Josué 23.14)

“As promessas de Deus são sementes que nunca morrem.”

Para vencer as crises pela fé…
3. Esteja SENSÍVEL para ouvir a VOZ de Deus
“Todos os homens de Judá, com suas mulheres e seus filhos, até os de colo, estavam ali de pé, diante do Senhor. Então o Espírito do Senhor veio sobre Jaaziel, filho de Zacarias, neto de Benaia, bisneto de Jeiel e trineto de Matanias, levita e descendente de Asafe, no meio da assembleia. Ele disse: Escutem, todos os que vivem em Judá e em Jerusalém e o rei Josafá! Assim lhes diz o Senhor: Não tenham medo nem fiquem desanimados por causa desse exército enorme. Pois a batalha não é de vocês, mas de Deus. Amanhã, desçam contra eles. Eles virão pela subida de Ziz, e vocês os encontrarão no fim do vale, em frente do deserto de Jeruel. Vocês não precisarão lutar nessa batalha. Tomem suas posições; permaneçam firmes e vejam o livramento que o Senhor lhes dará, ó Judá, ó Jerusalém. Não tenham medo nem se desanimem. Saiam para enfrentá-los amanhã, e o Senhor estará com vocês. Josafá prostrou-se, rosto em terra, e todo o povo de Judá e de Jerusalém prostrou-se em adoração perante o Senhor. Então os levitas descendentes dos coatitas e dos coreítas levantaram-se e louvaram o Senhor, o Deus de Israel, em alta voz.” (2º Crônicas 20.13-19)
Quando todos os homens, mulheres e crianças se reuniram para falar com Deus em oração, Deus se manifestou e falou com eles, trazendo-lhes sua Palavra. Por intermédio da oração falamos com Deus; por meio da Palavra Deus fala conosco.
A Palavra divina que veio ao povo encorajou-o a não olhar para as circunstâncias e não temer as ameaças do inimigo. Deus lhes acalmou o coração dizendo que pelejaria por eles e lhes daria a vitória. A Palavra gerou fé no coração deles e tirou seus olhos do problema para colocá-los no Deus que está acima e no controle da situação.
Tudo o que eles precisavam naquele momento de crise intensa era ouvir o que Deus tinha para falar. Seus ouvidos estavam sensíveis para ouvir a voz de Deus. Importava para eles ouvir a Deus e não aos seus inimigos. Quando Deus fala, aqueles que estão sensíveis à sua voz se enchem de força e coragem para vencerem suas crises pela fé.
Para vencer as crises pela fé…
4. Substitua o MEDO pelo LOUVOR
“De madrugada partiram para o deserto de Tecoa. Quando estavam saindo, Josafá lhes disse: Escutem-me, Judá e povo de Jerusalém! Tenham fé no Senhor, o seu Deus, e vocês serão sustentados; tenham fé nos profetas dele e vocês terão a vitória. Depois de consultar o povo, Josafá nomeou alguns homens para cantarem ao Senhor e o louvarem pelo esplendor de sua santidade, indo à frente do exército, cantando: Deem graças ao Senhor, pois o seu amor dura para sempre. Quando começaram a cantar e a entoar louvores, o Senhor preparou emboscadas contra os homens de Amom, de Moabe e dos montes de Seir que estavam invadindo Judá, e eles foram derrotados. Os amonitas e os moabitas atacaram os dos montes de Seir para destruí-los e aniquilá-los. Depois de massacrarem os homens de Seir, destruiram-se uns aos outros. Quando os homens de Judá foram para o lugar de onde se avista o deserto e olharam para o imenso exército, viram somente cadáveres no chão; ninguém havia escapado. Então, Josafá e os seus soldados foram saquear os cadáveres e encontraram entre eles grande quantidade de equipamentos e roupas, e também objetos de valor; passaram três dias saqueando, mas havia mais do que eram capazes de levar. No quarto dia eles se reuniram no vale de Beraca, onde louvaram o Senhor. Por isso até hoje ele é chamado vale de Beraca. Depois sob a liderança de Josafá, todos os homens de Judá e de Jerusalém voltaram alegres para Jerusalém, pois o Senhor lhes enchera de alegria, dando-lhes vitória sobre os seus inimigos. Entraram em Jerusalém e foram ao templo do Senhor, ao som de liras, harpas e cornetas. O temor de Deus veio sobre todas as nações, quando souberam como o Senhor havia lutado contra os inimigos de Israel. E o reino de Josafá manteve-se em paz, pois o seu Deus lhe concedeu paz em todas as suas fronteiras.” (2º Crônicas 20.20-30)
Quando o povo ouviu a voz de Deus, o medo foi substituído pelo louvor. Eles enfrentaram os exércitos inimigos não com armas carnais, mas com louvor. Eles não louvaram depois que o inimigo foi derrotado; louvaram para derrotar o inimigo.

“O louvor não é apenas consequência da vitória, mas é a causa da vitória.”

O louvor é o brado de triunfo dos filhos de Deus no campo de batalha. Quando os problemas parecerem insolúveis, faça o que fez Josafá: ore, jejue, obedeça, e louve ao Senhor, e o inimigo será desbaratado. Há vários exemplos na Bíblia de homens e mulheres que venceram suas crises trocando o medo pelo louvor.
Em Atos 16.25, a Bíblia conta a história de quando Paulo e Silas foram perseguidos e presos. Lá na prisão, eles louvaram a Deus e aquele louvor libertou-os literalmente, pois houve um terremoto e os alicerces se moveram, as portas se abriram e todos foram livres. Poderíamos falar também sobre Abraão, Moisés, Jó, Davi e tantos outros personagens bíblicos que venceram suas crises pela fé trocando o medo pelo louvor. O profeta Habacuque, encorajando o povo de Deus, disse o seguinte:
“Mesmo que não haja figos na figueira, e as uvas nas videiras não amadureçam; mesmo que não se colham azeitonas, e os campos de trigo não produzam; mesmo que os apriscos estejam sem ovelhas e as estrebarias sem gado, desde já cantem louvor jubilante ao Eterno, pulando de alegria diante de Deus, meu Salvador. Por saber que o governo do Eterno será vencedor, sinto-me fortalecido e encorajado. Corro como um cervo e me sinto o rei do mundo!” (Habacuque 3.17-19)
Conclusão:
Suas crises não são invencíveis! Você pode vencê-las pela fé em Deus! Reajuste seu foco, deixe de olhar para as circunstâncias adversas, reconheça sua incapacidade de resolver os problemas por si mesmo e olhe para o Senhor. Do alto virá tudo o que você precisa para vencer as crises pela fé!
Para vencer as crises pela fé…
1. Busque a Deus em JEJUM e ORAÇÃO
2. Confie nas PROMESSAS de Deus
3. Esteja SENSÍVEL para ouvir a VOZ de Deus
4. Substitua o MEDO pelo LOUVOR

 

Rolar para o topo