A Escolha da Transformação

SÉRIE “ESCOLHAS DE CURA” – 05|08
A ESCOLHA DA TRANSFORMAÇÃO
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
Chegamos à quinta mensagem da série “ESCOLHAS DE CURA”. Já fomos desafiados a receber a cura de Deus através da escolha da liberdade, da esperança, da entrega e de confessar.
Aprendemos a reconhecer que não somos Deus, admitindo que não temos o poder para controlar a nossa tendência de fazer coisas erradas e que nossa vida está fora de controle. Aprendemos, também, a acreditar sinceramente que Deus existe, que somos importantes para Ele e que Ele tem o poder para nos ajudar. Fomos desafiados a aprender que, conscientemente, decidiremos escolher entregar toda a nossa vida e vontade aos cuidados e controle de Jesus. Na quarta mensagem, aprendemos a nos examinar e confessar as nossas falhas a nós mesmos, a Deus e a alguém que eu confie.
Hoje, seremos desafiados a escolher fazer mudanças em nossa vida. Na verdade, a escolha da transformação tem tudo a ver com o nosso processo de cura. Somos mais responsáveis pela nossa própria cura do que de fato podemos imaginar. No entanto, nesse processo podemos interromper a nossa jornada de transformação por causa da procrastinação.
Você se considera um procrastinador? Procrastinar significa adiar, demorar, delongar. Em outras palavras, é “empurrar com a barriga” e ir adiando aquilo que precisa ser feito. É como aquele reparo que você precisa fazer no carro, ou em casa, mas vai adiando, enrolando, e acaba por se passar muito tempo e as coisas ficam estagnadas ou regridem para uma situação pior. Foi o que o autor da carta aos Hebreus observou na vida de algumas pessoas:
“Depois de tanto tempo, vocês já deviam ser mestres, mas ainda precisam de alguém que lhes ensine as primeiras lições dos ensinamentos de Deus. Em vez de alimento sólido, vocês ainda precisam de leite.” (Hebreus 5.12 – NTLH)
Segundo o escritor de Hebreus essas pessoas eram procrastinadoras. Durante o tempo decorrido, escolheram adiar as coisas, enrolar, delongar em seu crescimento espiritual. Na verdade, sempre encontramos desculpas para adiar nossas mudanças. Quais são as desculpas que você tem dado hoje?
Uma das coisas mais difíceis é mudar. E uma das razões é que, ao longo de toda uma existência, desenvolvemos defeitos e imperfeições que se encontram tão enraizadas em nós que já fazem parte de nossa vida. Por isso, deve haver um forte desejo de mudança, ou seja, uma fome a ponto de cooperarmos com o Senhor para que ele faça as mudanças que deseja fazer em nossa vida. A Bíblia diz:
“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12.2)
Transformar significa mudar a condição, a natureza, a função e até a identidade de algo ou de alguém. Deus quer mudar mais do que nossos comportamentos; Ele quer mudar a nossa forma de pensar. Mudar somente o comportamento é como podar ervas daninhas num jardim, ao invés de arrancá-las. Elas sempre voltarão a crescer, a menos que sejam arrancadas pelas raízes.
Se alguém deseja mudar a maneira como vive, deve mudar a maneira como pensa. Todas as nossas ações e atitudes começam com a maneira com que pensamos. Para mudar, precisamos passar por uma intensa e gradativa renovação da mente. E para isso necessitamos mudar alguns focos do nosso viver. Mudanças duradouras dependem de mudanças na nossa maneira de pensar, pois isso determina nossa maneira de sentir. E a maneira como sentimos determina a maneira como agimos. Sendo assim, quais são os passos que preciso dar para fazer a escolha da transformação? Em que preciso focar mais para mudar?
Para alcançar a cura através da escolha da transformação…
1. Foque no PODER DE DEUS e não em SUA FORÇA DE VONTADE.
Se você tem tentado vencer e mudar por si mesmo, então já sabe muito bem que força de vontade não é o bastante para trazer mudanças duradouras e definitivas em sua vida. Quantas vezes você tentou fazer regime, ginástica, parar de mentir, de fumar, de adulterar, de fornicar, esquecer uma dor do passado, confiando na sua força de vontade e nunca conseguiu? Quantas tentativas suas foram frustradas? Quantos momentos de decepções você enfrentou? É até possível conseguir por algum tempo, mas quando a pressão aumenta, fraquejamos novamente. Força de vontade não é suficiente para mudar a realidade de nossa vida. Veja este verso:
“Será que o etíope pode mudar a sua pele? Ou o leopardo as suas pintas? Assim também vocês são incapazes de fazer o bem, vocês, que estão acostumados a praticar o mal.” (Jeremias 13.23)
Deus está dizendo que nunca vamos conseguir mudar por nós mesmos. Mas a boa notícia também vem da Bíblia:
“Tudo posso naquele que me fortalece.” (Filipenses 4.13)
Por isso mesmo, precisamos orar a Deus reconhecendo que não podemos mudar com nossa própria força de vontade, mas confiando que Ele nos dará o poder necessário para livrar-nos dos nossos defeitos e fraquezas. Ao fazermos a escolha da transformação, estaremos focando em Deus e em Seu infinito poder, não em nós e em nossas fraquezas.
Para alcançar a cura através da escolha da transformação…
2. Foque nas BOAS COISAS e não nas DIFICULDADES.
Aqui não se trata do poder do pensamento positivo, mas do poder que temos ao escolher o que vai ocupar o nosso pensamento. É o que o apóstolo Paulo ensina:
“Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.” (Filipenses 4.8)
A única maneira de vencer uma tentação, por exemplo, é desviar o foco da mente para outra direção. Ainda como exemplo, se nossa mente está impregnada de ideias sobre sexo, o sexo vai ser dominante em nossa vida e em nossas atitudes.

Aquilo que ganha a sua atenção, ganhou você.

Desta forma, reprograme sua forma de pensar. Como podemos reprogramar nossa mente? Enchendo-a com a Palavra de Deus, que tem mais de sete mil promessas para nós, memorizando muitos versículos e usando-os para neutralizar pensamentos, tentações e ataques espirituais. Somos transformados pela renovação da nossa mente. E é a verdade de Deus que gera essa transformação. Jesus disse:
“E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” (João 8.32)
Para alcançar a cura através da escolha da transformação…
3. Foque no PROGRESSO, não na PERFEIÇÃO, para não desanimar.
Se olharmos com sinceridade para nossa vida, descobriremos muitas coisas que precisam de mudança. No entanto, só podemos fazer essas mudanças um dia de cada vez. Nossos defeitos, dores, traumas e feridas não surgiram da noite pro dia, portanto não espere que desapareçam da noite pro dia. Mudar uma coisa de cada vez leva tempo. Por isso comece pedindo a Deus que lhe mostre por onde Ele quer começar primeiro. Seja bem específico no que deseja mudar.
É uma desonestidade? É a mentira? É uma falta de perdão ou um mau hábito? É uma compulsão por trabalho? É um sentimento de Mágoa? É um divórcio mal resolvido que te aprisiona até hoje? É uma traição que você sofreu do seu cônjuge? É um sentimento de Medo? É uma compulsão por Jogos de Azar? É uma compulsão por Comida? É um mal habito de Roer Unha? É um vício de pornografia? É um distúrbio de sexualidade? É um sentimento de culpa? É um abuso sofrido no passado? É uma paternidade mal resolvida? É um vício com Álcool e Drogas? É a Maledicência? É um sentimento de Ódio? É uma compulsão por compras? É uma dependência a Vícios sexuais? O que é que você precisa mudar? Onde é que você precisa de cura?
Precisamos buscar uma vitória por dia. Peça ajuda ao Pai para viver cada dia em vitória sobre aquele defeito ou fraqueza que você quer cura. No entanto, acredite que sua cura virá por meio de processo. A Bíblia diz:
“Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.” (Filipenses 1.6)
Deus nunca vai desistir de nós. Importante: muitos que fazem a escolha de andar com Deus e entregar sua vida a Cristo ficam desanimados porque não veem muitas mudanças imediatamente. No entanto, é preciso se lembrar que isso leva tempo. A decisão de mudar é uma decisão de entrar em um processo diário com Deus. Entramos numa jornada de transformação e cura. Sendo assim, não adie mais suas mudanças. Focalize no progresso, e não na perfeição, para não desanimar.
Para alcançar a cura através da escolha da transformação…
4. Foque em pessoas que te AJUDEM e não naquelas que te IMPEDEM de mudar.
Veja o que a Bíblia diz:
“Não se deixem enganar: As más companhias corrompem os bons costumes.” (1ª Coríntios 15.33)
Isso é fundamental. Nunca vamos melhorar se não mudarmos os relacionamentos que nos influenciam. Nem todo relacionamento que nos influenciam é saudável. Se temos um problema com o álcool, por exemplo, não vamos ser transformados se continuamos a frequentar o bar com aqueles “amigos” que nos estimulam a beber. Se temos um problema com a maledicência, por exemplo, nunca vamos mudar se continuarmos andando com gente maledicente.
Precisamos ter relacionamentos com discípulos de Cristo que desejam nos ver crescendo e melhorando. Por isso, é tão importante participar do 30 Semanas, de uma célula, de um curso de crescimento, de um ministério saudável. Essas ferramentas nos aproximam de pessoas de Deus, não de pessoas perfeitas, mas de pessoas como você que estão buscando a perfeição no perfeito que é Jesus. A Bíblia diz:
“Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro.” (Provérbios 27.17)
E ainda afirma:
“É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se! E se dois dormirem juntos, vão manter-se aquecidos. Como, porém, manter-se aquecido sozinho? Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade.” (Eclesiastes 4.9-12)
Quando temos a ajuda de outras pessoas, podemos vencer as lutas e dificuldades da vida. Não devemos tentar vencer sozinhos, não conseguimos nos transformar sozinhos. Precisamos de Deus e de outras pessoas que estejam na mesma busca de transformação e crescimento espiritual. Precisamos de relacionamento com outros discípulos de Jesus que desejam ver nosso crescimento. Por isso mesmo é que a Igreja existe: para nos ajudar a crescer e a construir uma nova vida e uma nova mentalidade.
Conclusão:
A Bíblia diz que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus. Peça a Deus que lhe mostre por onde ele deseja começar esse processo de transformação em sua vida.
Para alcançar a cura através da escolha da transformação…
1. Foque no PODER DE DEUS e não em SUA FORÇA DE VONTADE.
2. Foque nas BOAS COISAS e não nas DIFICULDADES.
3. Foque no PROGRESSO, não na PERFEIÇÃO, para não desanimar.
4. Foque em pessoas que te AJUDEM e não naquelas que te IMPEDEM de mudar.
Vamos orar:
Querido Deus, me mostre sua vontade ao trabalhar em minha vida. Ajuda-me a fazer a escolha da transformação. Ajuda-me a não resistir às mudanças que o Senhor planejou para mim. Preciso que o Senhor guie os meus passos. Ajuda-me a permanecer no hoje e não ser arrastado de volta ao passado ou perdido no futuro. Dá-me sabedoria e capacidade para fazer a escolha da transformação e alcançar a cura que preciso. É assim que oro em nome de Jesus! Amém!

 

Rolar para o topo