A Escolha de Confessar

SÉRIE “ESCOLHAS DE CURA” – 04|08
A ESCOLHA DE CONFESSAR
mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos
Chegamos à quarta mensagem da série “ESCOLHAS DE CURA”. Já fomos desafiados a receber a cura de Deus através da escolha da liberdade, da esperança, da entrega e de confessar.
Aprendemos a reconhecer que não somos Deus, admitindo que não temos o poder para controlar a nossa tendência de fazer coisas erradas e que nossa vida está fora de controle. Aprendemos, também, a acreditar sinceramente que Deus existe, que somos importantes para Ele e que Ele tem o poder para nos ajudar. Fomos desafiados a aprender que, conscientemente, decidiremos escolher entregar toda a nossa vida e vontade aos cuidados e controle de Jesus.
Hoje, seremos desafiados a, abertamente, examinar e confessar nossas faltas a Deus, a nós mesmos e a alguém em quem nós confiamos. É tempo de ser curado escolhendo a confissão. A bíblia diz:
“Como é feliz o homem que tem suas desobediências perdoadas e seus pecados cobertos! Como é feliz o homem cujos pecados Deus apagou e está livre de más intenções em seu coração.” (Salmo 32.1-2)
Chega! Hoje é dia de boa noticia para você! DEUS QUER LIMPAR SUA VIDA! Mas, por que isto é parte do processo de cura? Por que hoje você precisa dar este passo em direção à cura? Por causa da CULPA.
a. A culpa destrói sua CONFIANÇA.
Culpa rouba de você a sua confiança. Você passa a ser uma pessoa insegura e instável.
b. A culpa causa FERIDAS profundas em seus RELACIONAMENTOS.
Pessoas feridas ferem. Você começa a projetar em outros suas dores, traumas e crises, seja a pobreza que você passou na infância, um abuso sexual, uma repressão dos pais, uma violência doméstica e miséria. Então, você, sem curar suas feridas interiores, começa a ferir pessoas do presente. E neste ponto você precisa entender duas coisas:
 Pessoas DOENTES precisam de pessoas CURADAS
Cego não guia outro cego. Doentes passam doenças para outras pessoas. Pode parecer mais confortável quando eu estou mal amado, me unir à outra pessoa mal amada, mas isto só vai gerar um duplo problema, não resolve. Se você foi rejeitado, não procure outro rejeitado, só ampliará sua dor, procure uma pessoa que esteja melhor que você.
 A culpa lhe faz CEGO para outros pontos de vista
Você só consegue ver a sua dor, o seu trauma e o seu problema.
c. Porque a culpa o deixa PRESO ao passado
Liberte-se do seu passado e não projete em você e nos outros o castigo pelo que lhe fizeram. A rebeldia não é modelo de vida para você, Jesus é o seu modelo! Entenda que a culpa não pode mudar o PASSADO da mesma maneira a PREOCUPAÇÃO não pode mudar o futuro. Entregue, confie e descanse no Poder de Deus.
Psiquiatras dizem que provavelmente 70% das pessoas internadas nos hospitais poderiam ir para casa hoje se elas soubessem resolver o seu complexo de culpa e do medo. Então, como viver com uma consciência limpa e curada? Como você pode dar este passo em direção à recuperação? Como você pode tornar-se limpo? Como você pode ser curado através da cura da confissão?
Para alcançar a cura através da escolha da confissão…
1. Faça um INVENTÁRIO moral PESSOAL
“Examinemos e coloquemos à prova os nossos caminhos, e depois voltemos ao Senhor.” (Lamentações 3.40)
“Por isso, ó Deus, examina a minha vida em detalhes! Põe os meus pensamentos e emoções à prova, tomam conhecimento de tudo! Descobre qualquer caminho errado e mau e orienta-me para que eu ande sempre pelo caminho da vida eterna.” (Salmo 139.23-24 BV)
Isto significa que você procura ficar sozinho em algum canto, apanha uma caneta, um bloco, se assenta e diz:
 O que está errado comigo?
 Sobre o que estou sentindo culpa?
 Do que sinto arrependimento?
 Do que sinto mais remorso?
 Por que tenho raiva?
Você nunca começará a mudar, se você não olhar para dentro de si mesmo e expuser seu interior. Projetar nos outros é sempre o caminho mais fácil, porque não me faz confrontar comigo mesmo, é mais fácil projetar no cônjuge, no patrão, no amigo ou no pastor. Quando você faz esse levantamento moral, você precisa de tempo. Não o faça às pressas.
Para alcançar a cura através da escolha da confissão…
2. Assuma a RESPONSABILIDADE positiva pelos seus ERROS
“O Senhor deu aos seres humanos inteligência e consciência; ninguém pode se esconder de si mesmo.” (Provérbios 20.27)

O maior empecilho para a cura dos meus vícios sou eu mesmo

Tudo começa em ser radicalmente honesto e dizer: “se eu apenas mudasse este relacionamento, apenas mudasse de trabalho, ou apenas mudasse de cidade, apenas mudasse de local, então tudo estaria bem. O problema é que, onde quer que eu for, eu estarei lá. E eu continuarei bagunçando tudo”. Você precisa admitir que errou. A Bíblia diz:
“Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.” (1ª João 1.8)
Você está fingindo que não sente culpa, mas em seu coração ainda sente? Então, prepare-se para caminhar um pouco mais.
Para alcançar a cura através da escolha da confissão…
3. Peça PERDÃO a Deus
“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda a injustiça.” (1ª João 1.9)
Não SUPLIQUE como quem pede esmolas. Você não tem que suplicar a Deus para Ele perdoá-lo. Ele já deseja perdoá-lo. Deus quer perdoar você mais do que você deseja pedir perdão. Ele é um Deus perdoador. Você não tem que “mendigar” pelo perdão.
Não BARGANHE. Você não deve dizer: “se tu me perdoares, eu nunca farei isso novamente”. Se esta for a sua área de fraqueza, você provavelmente estará caindo lá novamente. Não precisa barganhar com Deus pelo perdão, da mesma maneira que não precisa “mendigar”.
Não SUBORNE. Não diga a Deus: “se tu me perdoares, eu prometo fazer um monte de coisas boas. Irei à igreja, darei o dízimo, farei isto ou aquilo…”. Como é que você pede perdão da maneira certa? Você simplesmente crê. Crê que Deus vai perdoar você definitivamente!
Quando livremente admitimos que temos pecados, descobrimos que Deus é altamente confiável. Admitir ou confessar significa falar a mesma coisa que Deus fala, com respeito às coisas que aparecem em sua lista. Eu digo: “Deus, o Senhor está certo. É errado mesmo fazer isso”. É isto que significa confessar. Apenas significa dizer que Deus está certo e isto está errado. É concordar com Ele. A Bíblia diz:
“Por mais fundas e feias que sejam as manchas dos pecados que vocês cometeram, Eu posso limpar essas manchas completamente! Vocês ficarão limpos e brancos como a neve que acabou de cair.” (Isaías 1.18)
A base para o perdão é o fato de que Deus é totalmente confiável. Deus não mente. Pessoas fazem isto. Se Deus lhe disser na sua Palavra que lhe perdoou, você não precisa duvidar. Ele perdoa e esquece definitivamente.
Para alcançar a cura através da escolha da confissão…
4. Admita suas FALTAS e ERROS para OUTRAS pessoas
“Confessem suas faltas uns aos outros e orem uns pelos outros, a fim de que vocês possam ser curados.” (Tiago 5.16)
Como é que somos curados? Confessando as nossas faltas uns aos outros.
 Por que é que tenho que envolver outra pessoa nisto?
 Por que é que eu não admito somente a Deus e pronto?
 Por que é que eu não apenas oro sobre isso, faço uma lista, converso com Deus e pronto?
 Por que é que tenho que contar a mais alguém?
Porque a raiz de nosso problema é relacional. Nós mentimos uns aos outros. Nós enganamos uns aos outros. Somos desonestos uns com os outros. Usamos máscaras. Então, a quem Você Confessa?
1. A alguém em quem você confia. Alguém que pode guardar para si e que não vai difamar você e que tenha uma reputação de guardar segredos. Você não fala para uma pessoa e na semana seguinte o que disse está nas primeiras páginas dos jornais.
2. A alguém que compreende o valor do que você está fazendo.
3. A alguém que é maduro o suficiente para não ficar chocado com as suas histórias.
4. A alguém que lhe conhece o bastante para que possa refletir o Seu perdão a você. Talvez esta pessoa seja um pastor, um amigo próximo, um conselheiro cristão, seu líder de ministério.
Para alcançar a cura através da escolha da confissão…
5. Aceite o perdão de Deus e PERDOE a SI MESMO
“Sim, todos pecaram…” (Romanos 3.23a)
Todos pecaram. Todos nós estamos no mesmo barco. Você nunca poderá perdoar outra pessoa se não decidir perdoar-se a si mesmo. OLHE NO ESPELHO E DECLARE O SEU AUTO-PERDÃO! A quem estamos tentando enganar? Ninguém é perfeito. Todos nós temos errado. Temos cometido erros. Não se trata de que uns são mais justos do que outros. Todos temos problemas diferentes e em diversas áreas. O verso bíblico continua:
“Todos fracassaram, e não puderam alcançar o glorioso ideal de Deus; no entanto, Deus nos declara agora sem culpa das ofensas que Lhe fizemos se confiarmos em Jesus Cristo, aquele que em sua bondade tira os nossos pecados gratuitamente.” (Romanos 3.23-24)
 Quantas vezes você disse que os outros estão errados?
 E quantas vezes você foi honesto o suficiente para admitir que você estava errado?
Conclusão:
Escolher confessar os pecados não é fácil, mas é preciso. As dores internas mais intensas são curadas quando escolhemos confessar os nossos pecados. Por isso, seja curado hoje, escolhendo confessar os seus pecados.
Para alcançar a cura através da escolha da confissão…
1. Faça um INVENTÁRIO moral PESSOAL
2. Assuma a RESPONSABILIDADE positiva pelos seus ERROS
3. Peça PERDÃO a Deus
4. Admita suas FALTAS e ERROS para OUTRAS pessoas
5. Aceite o perdão de Deus e PERDOE a SI MESMO
O que acontece quando damos este passo? Como é que Deus nos perdoa?
 Deus nos perdoa INSTANTANEAMENTE.
Ele não espera. O momento em que você pede perdão, você é perdoado. Ele nunca nos faz esperar. Ele nunca nos faz sofrer por um pouco. Seres humanos fazem assim, mas Deus não faz isto.
 Ele perdoa GRATUITAMENTE.
Ele gratuitamente tira de nós os nossos pecados. Você não merece, não é recompensado e não trabalha por isto. É de graça.
 Ele perdoa COMPLETAMENTE.
Ele apaga completamente. A Bíblia diz:
“Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus.” (Romanos 8.1)

 

Rolar para o topo