AS PALAVRAS DE MARIA – 3ª PARTE

SÉRIE DE MENSAGENS
“AS PALAVRAS DE MARIA” | 03ª Parte | 03/03
mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos
“Então Maria disse: A minha alma anuncia a grandeza do Senhor. O meu espírito está alegre por causa de Deus, o meu Salvador. Pois ele lembrou de mim, sua humilde serva! De agora em diante todos vão me chamar de mulher abençoada, porque o Deus Poderoso fez grandes coisas por mim. O seu nome é santo, e ele mostra a sua bondade a todos os que o temem em todas as gerações. Deus levanta a sua mão poderosa e derrota os orgulhosos com todos os planos deles. Derruba dos seus tronos reis poderosos e põe os humildes em altas posições. Dá fartura aos que têm fome e manda os ricos embora com as mãos vazias. Ele cumpriu as promessas que fez aos nossos antepassados e ajudou o povo de Israel, seu servo. Lembrou de mostrar a sua bondade a Abraão e a todos os seus descendentes, para sempre.” (Lucas 1.46-55)
“Quando os pais viram o menino, também ficaram admirados. E a sua mãe lhe disse: Meu filho, por que foi que você fez isso conosco? O seu pai e eu estávamos muito aflitos procurando você. […] Então Jesus voltou com os seus pais para Nazaré e continuava a ser obediente a eles. E a sua mãe guardava tudo isso no coração.” (Lucas 1.48,52)
Gostaria de relembrar com os irmãos as seis lições que aprendemos com as palavras de Maria nas duas primeiras mensagens desta série:

  • Eu preciso ser DEPENDENTE do Senhor;
  • Eu preciso ser SUBMISSO ao Senhor;
  • Eu preciso CRER na Palavra do Senhor;
  • Eu preciso RENDER ADORAÇÃO somente a Jesus;
  • Eu preciso ser MOVIDO DE COMPAIXÃO pelas pessoas;
  • Eu preciso ser OBEDIENTE ao senhorio de CRISTO.

Hoje, vamos aprender as últimas três lições com esta mulher extraordinária. Vamos mergulhar de forma profunda em algumas palavras de Maria e extrair delas lições preciosas que nos ajudarão a viver uma vida que agrade o coração do Pai.
Eu aprendo com as palavras de Maria que…
1. Preciso VIVER a ALEGRIA da SALVAÇÃO.
“Então Maria disse: A minha alma anuncia a grandeza do Senhor. O meu espírito está alegre por causa de Deus, o meu Salvador.” (Lucas 1.46-47)
As palavras de Maria revelam que ela vivia uma vida que expressava a alegria da salvação. Ela sabia que Jesus era o seu Salvador, por isso o seu espírito estava alegre, independente das circunstâncias. A salvação é um presente de Deus para a humanidade. Porém, vivemos a nossa vida como se essa salvação não fosse relevante para nós. Estamos tristes, cansados, oprimidos e amargurados porque não vivemos a vida transbordando a alegria da salvação.
O seu espírito se alegra em Deus, o seu Salvador? Sua tristeza é transformada em alegria quando você se lembra que Jesus é o Salvador? Suas amarguras transformam-se em esperança quando você se recorda que um dia Jesus Cristo morreu na cruz do Calvário para lhe dar a vida eterna?
Muitas vezes nos deixamos ser tão afetados pelos problemas do dia-a-dia, pelos nossos pecados de estimação e pelas incertezas da caminhada da vida, que esquecemos que Deus nos deu um presente que é maior do que qualquer circunstância adversa: a salvação em Cristo Jesus!

“Não deixe que os ventos contrários ofusquem a alegria que a salvação produz em seu viver.”

Se sua vida não é um reflexo da alegria da salvação, se o seu foco está ajustado somente para as lutas, para os sofrimentos e para as dores desta vida, faça o mesmo pedido que Davi fez ao Senhor: “Dá-me novamente a alegria da tua salvação e conserva em mim o desejo de ser obediente.” (Salmo 51.12)

É tempo de celebrar a vitória alcançada por Jesus na cruz do Calvário! Não é tempo de desânimo, nem de amargura, nem de pessimismo, nem de tristeza! É tempo de viver intensamente a alegria da SALVAÇÃO em Jesus Cristo!
Eu aprendo com as palavras de Maria que…
2. Preciso DECLARAR os GRANDES FEITOS do Senhor.
“De agora em diante todos vão me chamar de mulher abençoada, porque o Deus Poderoso fez grandes coisas por mim. O seu nome é santo, e ele mostra a sua bondade a todos os que o temem em todas as gerações. Deus levanta a sua mão poderosa e derrota os orgulhosos com todos os planos deles. Derruba dos seus tronos reis poderosos e põe os humildes em altas posições. Dá fartura aos que têm fome e manda os ricos embora com as mãos vazias. Ele cumpriu as promessas que fez aos nossos antepassados e ajudou o povo de Israel, seu servo. Lembrou de mostrar a sua bondade a Abraão e a todos os seus descendentes, para sempre.” (Lucas 1.48-55)
As palavras de Maria nos ensinam que não podemos ficar calados diante dos grandes feitos do Senhor na história de nossas vidas! Maria declarou todos os grandes feitos de Deus na sua vida e na história do seu povo. E isso me fez lembrar de quando o povo de Deus estava voltando do cativeiro para Jerusalém. Eles não ficaram lamentando o tempo do cativeiro, nem os sofrimentos e perdas que ali aconteceram, mas lembraram-se das grandes coisas que Deus operou em suas vidas. Estas foram as suas palavras:
“De fato, o Senhor fez grandes coisas por nós, e por isso estamos alegres.” (Salmo 126.3)
A Bíblia nos conta a história de quando tentaram calar a voz dos discípulos de Jesus, os ameaçando de morte. No mesmo instante, em alto e bom som, Pedro e João fizeram a seguinte declaração: “Pois não podemos deixar de falar daquilo que temos visto e ouvido.” (Atos 4.20)
Nós não podemos deixar de declarar, deixar de falar do que temos visto e ouvido a respeito dos grandes feitos do Senhor. Abra a sua boca, meu irmão, e declare as grandes obras que Deus tem feito na sua vida. Seja vibrante ao falar das grandes coisas que Deus tem operado em você!

“Igreja que não declara os feitos grandiosos do Senhor está fadada a sucessivas derrotas!”

A cada obra do Senhor em sua vida faça uma declaração! Dê testemunho de cada feito de Deus em você! Experimente falar a respeito dos grandes feitos de Deus e você verá que o sobrenatural se transformará em natural no cotidiano de sua existência.
Eu aprendo com as palavras de Maria que…
3. Preciso ter DISCERNIMENTO ESPIRITUAL.
“Quando os pais viram o menino, também ficaram admirados. E a sua mãe lhe disse: Meu filho, por que foi que você fez isso conosco? O seu pai e eu estávamos muito aflitos procurando você. […] Então Jesus voltou com os seus pais para Nazaré e continuava a ser obediente a eles. E a sua mãe guardava tudo isso no coração.” (Lucas 1.48,52)
No episódio deste contexto, Maria nos ensina, através de suas atitudes e palavras, que precisamos ter discernimento espiritual. Essa é uma qualidade eu não pode faltar na vida dos filhos de Deus. A família de Jesus foi a Jerusalém na festa da Páscoa como fazia todos os anos. Quando a festa terminou, seus pais voltaram para casa e esqueceram o menino Jesus em Jerusalém. Depois e o procurarem durante todo o dia, retornaram a Jerusalém e, depois de três dias, o encontraram no templo, sentado entre os mestres, ouvindo e fazendo perguntas. E todos ficavam maravilhados com o seu entendimento.
Quando seus pais o viram, reagiram como quaisquer pais reagiriam. Ficaram perplexos e logo mostraram a Jesus toda a sua preocupação. Jesus disse, então, que estava tratando das coisas do Pai. Num primeiro momento, seus pais não entenderam aquela palavra de Jesus. Mas, ao voltarem para Nazaré, a Bíblia diz que Maria “guardava essas coisas em seu coração”.
Sabem o que isso significa: Maria tinha discernimento espiritual! Ela entendeu perfeitamente que quando Jesus disse que estava cuidando das coisas do Pai, Ele não estava no templo cuidando de cadeiras e mesas de madeira. Jesus estava cuidando das coisas do Pai do céu! Ele não estava falando de José, mas estava falando de Deus. Era apenas um menino de 12 anos, mas que já compreendia que ele era o Filho de Deus e que tinha uma missão a cumprir. Maria, mais tarde, soube diferenciar o material do espiritual, porque havia discernimento espiritual em sua vida! Quanto mais ela conhecia a Deus, mas discernimento ela tinha das coisas espirituais!
Sabe por que existe muita gente triste, amargurado, decepcionado com Deus e com sua igreja? Porque não conhece a Deus na intimidade e, portanto, não possui discernimento espiritual. Vivem uma vida superficial, sem conhecer e experimentar as belezas do discernimento espiritual.
Conclusão:
Fico pensando: o que será que as gerações futuras aprenderão com as palavras que saem da minha boca hoje? Será que as minhas palavras podem influenciar e impactar positivamente a vida das pessoas ao meu redor? As palavras de Maria chegaram até nós para nos ensinar valores, princípios e lições de alguém que viveu uma vida que agradou o coração de Deus. Tanto foi assim que Deus achou graça em Maria. Que sejamos como Maria, que ensinou através de atitudes e palavras que é possível viver uma vida que faça Deus sorrir! Que as nossas atitudes e palavras possam manifestar a glória de Deus, hoje e, também, no futuro!
Eu aprendo com as palavras de Maria que…

  • Eu preciso ser DEPENDENTE do Senhor;
  • Eu preciso ser SUBMISSO ao Senhor;
  • Eu preciso CRER na Palavra do Senhor;
  • Eu preciso RENDER ADORAÇÃO somente a Jesus;
  • Eu preciso ser MOVIDO DE COMPAIXÃO pelas pessoas;
  • Eu preciso ser OBEDIENTE ao senhorio de CRISTO;
  • Eu preciso VIVER a ALEGRIA da SALVAÇÃO;
  • Eu preciso DECLARAR os GRANDES FEITOS do Senhor;
  • Eu preciso ter DISCERNIMENTO ESPIRITUAL.

 

Rolar para o topo