Como Superar as Amarguras do Deserto?

DESERTO – UM LUGAR PARA OUVIR DEUS | 04/08
COMO SUPERAR AS AMARGURAS DO DESERTO?
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho
“E Miriã lhes respondia, cantando: cantem ao Senhor, pois triunfou gloriosamente. Lançou ao mar o cavalo e o seu cavaleiro. Depois Moisés conduziu Israel desde o mar Vermelho até o deserto de Sur. Durante três dias caminharam no deserto sem encontrar água. Então chegaram a Mara, mas não puderam beber das águas de lá porque eram amargas. Esta é a razão porque o lugar chama-se Mara. E o povo começou a reclamar a Moisés, dizendo: que beberemos? Moisés clamou ao Senhor, e este lhe indicou um arbusto. Ele o lançou na água, e esta se tornou boa. Em Mara o Senhor lhes deu leis e ordenanças, e os colocou à prova, dizendo-lhes: se vocês derem atenção ao Senhor, ao seu Deus e fizerem o que ele aprova, se derem ouvidos aos seus mandamentos e obedecerem a todos os seus decretos, não trarei sobre vocês nenhuma das doenças que eu trouxe sobre os egípcios, pois eu sou o Senhor que os cura. Depois chegaram a Elim, onde havia doze fontes de água e setenta palmeiras; e acamparam junto àquelas águas.” (Êxodo 15.21-27)
A mensagem de hoje esta baseada na primeira experiência de Israel após a travessia do Mar Vermelho. Deus conduziu o povo pelo deserto e após três dias sem água, conduziu o povo para um lugar chamado Mara. Deus levou o seu povo às águas amargas. É verdade que a amargura não é um acontecimento, mas uma reação do coração humano. Observe que aquele local sempre existiu ao leste do Mar Vermelho. Ele passou a ser chamado de Mara por causa da reação do povo. Precisamos aprender a reagir positivamente aos fracassos e às situações indesejadas. A Bíblia diz:
“Se você vacila no dia da dificuldade, como será limitada a sua força!” (Provérbios 24.10)
De acordo com o texto que lemos, podemos aprender a superar as amarguras do deserto da vida. Como?
Para superar as amarguras do deserto…
1. Pare de MURMURAR
“E o povo murmurou…” (Êxodo 15.24)
 
Deus abomina a murmuração. Quando um cristão murmura fala mal de Deus e questiona o seu amor e a sua bondade. Paulo escreveu o seguinte aos crentes da igreja de corinto:
“E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor.” (1ª Coríntios 10.10)
Para superar as amarguras do deserto…
2. Não busque CULPADO pela sua amargura
“E o povo murmurou contra Moisés, dizendo: Que havemos de beber?” (Êxodo 15.24)
Infelizmente, cometemos o mesmo erro do povo de Israel quando procuramos culpados para as nossas frustrações e amarguras. Culpamos a igreja, o pastor, a família e até Deus. Colocamos nomes em nossas amarguras. Porém, o profeta Jeremias faz a seguinte exortação:
“De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados.” (Lamentações 3.39)
Para superar as amarguras do deserto…
3. Busque em Deus a SOLUÇÃO
“Moisés clamou ao Senhor, e este lhe indicou um arbusto. Ele o lançou na água, e esta se tornou boa…” (Êxodo 15.25)
Há situações que enfrentamos no deserto da vida que só Deus pode resolver. Moisés clamou ao Senhor, pois sabia que somente Ele poderia resolver aquele problema. A solução para as amarguras do deserto da vida está em Deus. A Bíblia diz:
“Em alta voz clamo ao Senhor; elevo a minha voz ao Senhor, suplicando misericórdia. Derramo diante dele o meu lamento; a ele apresento a minha angústia.” (Salmos 142.1,2)
Conclusão:
Que lições podemos aprender com as amarguras do deserto da vida?
Nas amarguras do deserto…
1. A nossa fé é PROVADA
“Em Mara o Senhor lhes deu leis e ordenanças, e os colocou à prova.” (Êxodo 15.25)
Nas amarguras do deserto…
2. Aprendemos a OBEDECER
“Em Mara o Senhor lhes deu leis e ordenanças…” (Êxodo 15.25)
Tiago escreve o seguinte:
“Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos.” (Tiago 1.22)
Nas amarguras do deserto…
3. CONHECEMOS melhor a Deus
“Se vocês derem atenção ao Senhor, ao seu Deus e fizerem o que ele aprova, se derem ouvidos aos seus mandamentos e obedecerem a todos os seus decretos, não trarei sobre vocês nenhuma das doenças que eu trouxe sobre os egípcios, pois eu sou o Senhor que os cura.” (Êxodo 15.26)
Jó conheceu a Deus de uma maneira mais profunda por intermédio da provação. Na sua experiência, ele fez a seguinte declaração:
“Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem.” (Jó 42.5)
Você é capaz de superar as amarguras do deserto da vida. Não murmure, não busque culpados, mas busque a solução em Deus. Quando isso acontecer, você vai experimentar o fortalecimento da sua fé, você vai obedecer e praticar a Palavra de Deus e vai aumentar o seu conhecimento de Deus.

 

Rolar para o topo