Conexão Através dos Votos

40 DIAS DE CONEXÃO | 05/06
CONEXÃO ATRAVÉS DOS VOTOS

mensagem pregada pelos Pastores Acyr Júnior e Marcelo Coelho

“Cumprirei os votos que fiz, ó Deus; a ti apresentarei minhas ofertas de gratidão.” (Salmo 56.12)

“Fazer votos para Deus, do jeito certo, no momento certo e pelas razões certas nos levará a uma nova dimensão espiritual.” (Fabiano Ribeiro)

O que a Bíblia ensina a respeito do voto? O voto, na Bíblia, é de natureza espontânea, realizado voluntariamente. É uma das formas pelas quais o indivíduo pode expressar com intensidade sua própria necessidade de Deus. Podemos afirmar que todo voto é um ato de adoração a Deus, o qual deve ser feito voluntariamente e cumprido rigorosamente. A Bíblia diz:

“Quando alguém fizer um voto ao Senhor ou um juramento que o obrigar a algum compromisso, não poderá quebrar a sua palavra, mas terá que cumprir tudo o que disse.” (Números 30.2)

Vale ressaltar que a palavra “voto” está em textos ricos e na história de homens e mulheres que apontam para alguns princípios espirituais que precisam ser observados. Vamos aprender com alguns personagens da Bíblia princípios importantes que nos conectam a Deus através dos votos espirituais.

Aquele que se conecta a Deus através dos votos espirituais…

1. ELEVA seu nível de conquista.

“E deu o nome de Betel àquele lugar, embora a cidade anteriormente se chamasse Luz. Então Jacó fez um voto dizendo: se Deus estiver comigo, cuidar de mim nesta viagem que estou fazendo, prover-me de comida e roupa, e levar-me de volta em segurança à casa de meu pai, então o Senhor será o meu Deus. E esta pedra que hoje coloquei como coluna servirá de santuário de Deus; e de tudo o que me deres, certamente te darei o dízimo.” (Gênesis 28.19-22)

O voto de Jacó pode soar, numa primeira leitura, como uma troca, uma barganha com Deus. Porém, é preciso pontuar, antes de tudo, que o gesto de Jacó é um grande ensinamento de dependência de Deus. Jacó prometeu algo para Deus sem ter nada palpável em suas mãos. Deus o abençoou, ele prosperou e se tornou um patriarca do povo de Israel. Anos depois, Jacó voltaria ao mesmo local, agora com toda a sua família, servos e rebanhos. E quais foram as suas palavras:

“… Não sou digno de toda a bondade e lealdade com que trataste o teu servo. Quando atravessei o Jordão eu tinha apenas o meu cajado, mas agora possuo duas caravanas.” (Gênesis 32.10)

Aquele que se conecta a Deus através dos votos espirituais…

2. ABENÇOA a sua descendência.

“Certa vez quando terminou de comer e beber em Siló, estando o sacerdote Eli sentado numa cadeira junto à estrada do santuário do Senhor, Ana se levantou e, com a alma amargura, chorou muito e orou ao Senhor. E fez um voto dizendo: Ó Senhor dos Exércitos, se tu deres atenção à humilhação de tua serva, te lembrares de mim e não te esqueceres da tua serva, mas lhe deres um filho, então eu o dedicarei ao Senhor por todos os dias de sua vida, e o seu cabelo e a sua barba nunca serão cortados.” (1º Samuel 1.9-11)

O voto espiritual de Ana estava ligado à sua descendência e à chegada de um filho que marcaria para sempre a história de Israel. Diante de um exemplo tão impactante de um ato espiritual em favor da família, pergunto a você: Como está seu lar? Seu casamento? Seus filhos? Diante de desafios, situações caóticas, crises ou notícias ruins, Deus pode estar convidando você a realizar um voto diante Dele que vai abençoar a vida da sua família.

Aquele que se conecta a Deus através dos votos espirituais…

3. CUMPRE aquilo que prometeu.

“Quando você fizer um voto, cumpra-o sem demora, pois os tolos desagradam a Deus; cumpra o seu voto. É melhor não fazer voto do que fazer e não cumprir.” (Eclesiastes 5.4,5)

Ao fazer um voto diante de Deus, temos que partir de um relacionamento maduro com Ele e prometer aquilo que realmente podemos cumprir. Quando prometemos algo a Deus e não cumprimos, consequências extremamente maléficas podem surgir. Desta forma, creio que Deus está levantando uma geração de discípulos que não só confiam que Deus cumpre o que promete, mas que são confiáveis para o próprio Deus, discípulos que vão até o fim naquilo que votaram ao Senhor.

Aquele que se conecta a Deus através dos votos espirituais…

4. ACERTA a sua vida com Deus.

“Quando a minha vida já se apagava, eu me lembrei de ti, Senhor, e a minha oração subiu a ti, ao teu santo templo. Aqueles que acreditam em ídolos inúteis desprezam a misericórdia. Mas eu, com um cântico de gratidão, oferecerei sacrifício a ti. O que eu prometi cumprirei totalmente. A salvação vem do Senhor. E o Senhor deu ordens ao peixe, e ele vomitou Jonas em terra firme.” (Jonas 2.7-10)

O profeta Jonas fez um voto como um fruto direto do seu arrependimento diante de Deus. Ele firmou um compromisso com o Senhor de dentro da barriga de um grande peixe. Jonas acertou sua vida com Deus e cumpriu o seu voto: pregou para os ninivitas e eles se arrependeram. Como está a sua vida? Se existem pendências ou mesmo rebeldia em seu coração, clame pela ajuda de Deus, arrependa-se verdadeiramente e se comprometa a fazer todas as mudanças necessárias. Acerte sua vida com Deus e aguarde por grandes livramentos.

Conclusão:

Quando você decidir conectar-se a Deus através dos votos, aprenderá lições preciosas durante todo o processo, tais como:

  • O voto espiritual nos molda;
  • O voto espiritual quebranta-nos de forma mais profunda;
  • O voto espiritual renova a paixão por Deus;
  • O voto espiritual alcança outras pessoas, num verdadeiro efeito cascata;
  • O voto espiritual aumenta o compromisso com a igreja e o Reino de Deus, promovendo um alinhamento dos interesses pessoais aos divinos;
  • O voto espiritual produz desprendimento;
  • O voto espiritual nem sempre é compreendido por outros, pode haver oposições espirituais e até humanas;
  • O voto espiritual aprimora a sensibilidade espiritual;
  • O voto espiritual aumenta o nível de atenção;
  • O voto espiritual revela suas fraquezas;
  • O voto espiritual afasta a carnalidade.

Para terminar, quero apresentar alguns direcionamentos que você precisa observar antes de começar um voto.

  • Ouça a voz de Deus;
  • Especifique o voto – ficar descalço, não consumir açúcar, restringir acesso à internet, rapar a cabeça, votos de leitura da Bíblia, votos financeiros, votos de oração, não assistir TV e votos pela família. Antes de iniciar um voto, saiba exatamente como ele deverá acontecer;
  • Defina o objetivo do voto;
  • Estabeleça um prazo;
  • Valide com a Bíblia – qualquer voto espiritual que você fizer precisa ser autenticado pela Palavra de Deus e seus princípios;
  • Busque referências – busque uma referência de outra pessoa que fez o voto que você está se propondo a fazer;
  • Use sempre o bom senso – como alguém faz um voto de orar por toda a madrugada durante 30 dias se precisa trabalhar e estudar durante a semana?
  • Comunique sua família;
  • Consulte sua agenda;
  • Busque a bênção da sua liderança;
  • Ore durante todo o processo;
  • Anote suas experiências durante a jornada;
  • Seja discreto – o maior interessado em uma disciplina espiritual que alguém faz é o próprio Deus. Não faça propaganda do seu voto;
  • Supere os desejos da carne; resista ao diabo;
  • Lide bem com as críticas; não desista;
  • Inspire pessoas;
  • Cresça durante o processo;
  • Dependa do Espírito Santo.

Experimente fazer conexão com Deus através dos votos espirituais. Comece hoje, rendendo sua vida ao Senhor, fazendo uma entrega completa da sua vida a Ele.

Rolar para o topo