Dor – O que Aprender com Ela?

DOR – O QUE APRENDER COM ELA?
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho
“Então, respondeu Jó ao Senhor: Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado. Quem é aquele, como disseste, que sem conhecimento encobre o conselho? Na verdade, falei do que não entendia; coisas maravilhosas demais para mim, coisas que eu não conhecia. Escuta-me, pois, havias dito, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu me ensinarás. Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem. Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza.” (Jó 42.1-6)
As dores são parte da escola de Deus para os seus filhos. São instrumentos do Seu amor por nós, muito embora não consigamos entender. É preciso que se diga que as dores não são o fim de nossa vida. Elas têm muito a nos ensinar. Elas podem ter tesouros escondidos que não vamos encontrar em nenhum outro lugar.
No entanto, o que aprender com a dor? Será que existem lições a serem aprendidas no tempo do sofrimento?
Na dor, aprendo que…
1. Não há CRISE que Deus não possa REVERTER.
Jó aprendeu essa verdade! Ele disse: “Bem sei que tudo podes…” (Jó 42.2)
Creia que para Deus nada é impossível. Ele pode reverter quaisquer circunstâncias. Ele pode mudar qualquer cenário. Ele é o Deus de milagres e que opera maravilhas! A Bíblia diz:
“Para o homem é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis”. (Mateus 19.26)
“Ah! Soberano Senhor, tu fizeste os céus e a terra pelo teu grande poder e por teu braço estendido. Nada é difícil demais para ti.” (Jeremias 32.17)

“A fé combina com você!”

Na dor, aprendo que…
2. Nada pode FRUSTRAR os PLANOS de Deus.
Jó aprendeu essa verdade! Ele disse: “… E nenhum dos seus planos pode ser frustrado.” (Jó 42.2)
O passar por provações faz parte dos planos de Deus para os seus filhos, especialmente como foi no caso de Jó. Contudo, as provações permitidas por Deus serão sempre administradas por Ele. No caso de Jó, a ação do diabo ficou restrita aquilo que lhe permitiu o Senhor:
“E disse o SENHOR a Satanás: Eis que tudo quanto ele tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do Senhor.” (Jó 1.12)
Foi por isso que, ao dizer nenhum dos seus planos pode ser frustrado, Jó entendia que sua vida não estava solta, abandonada, jogada de um lado para o outro.
Na dor, aprendo que…
3. Falar com PRECIPITAÇÃO nunca vai ALIVIAR o meu sofrimento.
“Na verdade, falei do que não entendia…” (Jó 42.3)
Jó reconhece a sua precipitação no falar. Ele reconhece que falou acerca de coisas que estavam muito além do seu conhecimento e experiência. A dor pode nos levar a falar muitas coisas movidas por aquilo que estamos sentindo. Quando estamos com o peito encharcado pela dor, as palavras transbordam de nossos lábios sem muito cuidado. Falamos sem entendimento, falamos precipitadamente. Culpamos a Deus, quando na verdade Ele está trabalhando em nós para nosso bem.
Na dor, aprendo que…
4. Meu CONHECIMENTO sobre Deus pode ser SUPERFICIAL.
Jó aprendeu mais essa verdade! Ele disse: “Eu te conhecia só de ouvir falar…” (Jó 42.5)
A despeito de Jó ser um homem piedoso, temente a Deus, íntegro e que se desviava do mal, ele ainda não tinha profundas experiências com Deus. O conhecimento que ele tinha de Deus era superficial.
Alguém que viveu um tempo de muito sofrimento declarou: “As grandes lições da vida não se aprende nas festas. É no vale da dor que passamos a conhecer mais profundamente o Senhor.”
O salmista concorda com essa verdade ao dizer: “Foi-me bom ter sido afligido, pois assim aprendi os teus mandamentos.” (Salmo 119.71)

“A dor é pedagógica.”

Na dor, aprendo que…
5. Deus pode ELEVAR meu relacionamento com ELE para outro nível.
Jó passou a conhecer a Deus de uma forma mais elevada, profunda e pessoal. Antes, no passado, Jó conhecia a Deus de forma auditiva, mas agora no presente, de forma visível. Ele diz:
“… Mas agora os meus olhos te veem.” (Jó 42.5)
Longe de querer destruir Jó, o sofrimento o levou ao conhecimento mais profundo do Senhor. Longe de afastá-lo de Deus, o sofrimento o colocou mais perto de Deus. Não permita que as suas dores distanciem você de Deus. Você não pode ficar longe daquele que é a solução para elas. Uma frase interessante que li diz o seguinte:

“O mesmo sol que endurece o barro amolece a cera.”

“Sua dor pode elevar seu nível de relacionamento com Deus.”

Conclusão:

“Somente o dono da dor sabe o quanto ela dói.”

Somente você sabe o que está doendo. No entanto, saiba que Deus não desperdiça nossa dor! Enquanto estamos sofrendo, as raízes da nossa vida estão cada vez mais sendo aprofundadas para que consigamos sustentar o tamanho da árvore que nos tornaremos.
Na dor, aprendo que…
1. Não há CRISE que Deus não possa REVERTER.
2. Nada pode FRUSTRAR os PLANOS de Deus.
3. Falar com PRECIPITAÇÃO nunca vai ALIVIAR o meu sofrimento.
4. Meu CONHECIMENTO sobre Deus pode ser SUPERFICIAL.
5. Deus pode ELEVAR meu relacionamento com ELE para outro nível.

 

Rolar para o topo