UMA VIDA ABENÇOADA – O Princípio do Primeiro

UMA VIDA ABENÇOADA | 03/07
O PRINCÍPIO DO PRIMEIRO
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
Ao ordenar que o Seu povo Lhe entregasse os primeiros frutos, Deus queria ser distinguido no coração de Seus filhos. A entrega das primícias é uma forma de se dar honra ao Senhor. Observe atentamente a ênfase bíblica escrita por Salomão:
“Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.” (Provérbios 3.9,10)
 

“Deus não precisa dos primeiros frutos. Nós é que precisamos dele em primeiro lugar em nossas vidas.”

Temos também o ensino explícito de Jesus, que não deixa dúvidas sobre a importância do assunto:
“Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6.33)

“Sem Deus em primeiro lugar, há um desequilíbrio em nossas vidas. Perdemos o propósito da nossa existência.”

Para entender melhor o princípio do primeiro, gostaria de ler um texto onde encontramos um precedente financeiro muito importante:
“Separem para o Senhor o primeiro nascido de todo ventre. Todos os primeiros machos dos seus rebanhos pertencem ao Senhor. Resgate com um cordeiro toda primeira cria dos jumentos, mas se não quiser resgatá-la, quebre-lhe o pescoço. Resgate também todo primogênito entre os seus filhos.” (Êxodo 13.12,13)
Primogênito é o termo utilizado para designar o primeiro filho de um casal. E sobre o princípio da primogenitura, o princípio do primeiro, é muito importante entender algumas verdades que a Bíblia nos ensina:
1ª Verdade – O primogênito deve ser SACRIFICADO ou REDIMIDO
“Resgatem com um cordeiro toda primeira cria dos jumentos, mas se não quiserem resgatá-la, quebrem-lhe o pescoço. Resgatem também todo primogênito entre os seus filhos.” (Êxodo 13.13)
De acordo com a lei do Antigo Testamento, o primogênito deveria ser sacrificado ou redimido. Toda vez que um dos animais do seu rebanho desse à luz seu primogênito, você deveria sacrificá-lo, ou se ele fosse considerado impuro, você deveria redimi-lo com um cordeiro limpo e sem mancha. Resumindo, o primogênito puro tinha de ser sacrificado e o primogênito impuro tinha de ser redimido.
Em um sentido muito real, Jesus foi o dízimo de Deus. Deus deu o seu dízimo, Jesus, em fé antes que nós tivéssemos crido:
“Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.” (Romanos 5.8b)
Quando Deus pediu o cordeiro primogênito, ele exigiu fé. Não havia certeza se nasceriam outros cordeiros. A primeira porção tem a redenção e se torna a porção redentora. Quando você dá o primeiro para Deus o resto é resgatado, é redimido. A primeira porção, os primeiros 10% devem ir para Deus. O primogênito deve ser sacrificado ou redimido.

“Dê a Deus antes de ver se você terá o suficiente.”

2ª Verdade – Os primeiros frutos devem ser OFERTADOS
“Honre o Eterno com tudo o que você possui: dê a Ele o primeiro e o melhor. Seu celeiro se encherá até não dar mais, seus barris de vinho transbordarão.” (Provérbios 3.9-10)
Não somente o primogênito pertence a Deus, mas as primícias também pertencem a ele. A Bíblia diz:
“Tragam ao santuário do Senhor, o seu Deus, o melhor dos primeiros frutos das suas colheitas.” (Êxodo 23.19)
São as primícias dos primeiros frutos que Deus quer. Isto significa que os últimos dos seus primeiros frutos não são aceitáveis. Não é a décima parte dos seus primeiros frutos; são as primícias dos seus primeiros frutos.
Preste atenção na exortação de Deus para o seu povo através do profeta Malaquias:
“Tragam o dízimo completo para o tesouro do templo, para que haja ampla provisão na minha casa.” (Malaquias 3.10)
A razão pela qual o profeta usa o verbo “trazer” ao invés de “dar” é porque você não pode “dar” aquilo que não pertence a você.
O dízimo, os primogênitos e os primeiros frutos pertencem todos ao Senhor. Isso não é lei, mas um princípio imutável estabelecido por um Deus imutável. É um princípio que vai de Gênesis a Apocalipse.
A primeira menção das primícias nas Escrituras é encontrada justamente nesta oferta:
“Passado algum tempo, Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel, por sua vez, trouxe as partes gordas das primeiras crias do seu rebanho. O Senhor aceitou com agrado Abel e sua oferta, mas não aceitou Caim e sua oferta.” (Gênesis 4.3-5)
O dízimo representa quem é o primeiro em sua vida. Por isso, tome posse do fato de que o primogênito precisa ser sacrificado ou redimido, e de que os primeiros frutos devem ser ofertados.
3ª Verdade – O dízimo precisa ser PRIMEIRO
“Todos os dízimos da terra, seja dos cereais, seja das frutas, pertencem ao Senhor; são consagrados ao Senhor.” (Levítico 27.30)
A primeira parte que investimos deve ser o dízimo. A primeira parte tem o poder de redimir o resto. O dízimo já é consagrado a Deus. É por isso que se você retiver aquilo que pertence ao Senhor, você estará roubando, pois o dízimo de tudo já foi consagrado, separado para Ele mesmo. E, se vamos devolver, devemos devolver primeiro. A Bíblia diz:
“Maldito seja o enganador que, tendo no rebanho um macho sem defeito, promete oferecê-lo e depois sacrifica um animal defeituoso, diz o Senhor dos Exércitos; pois eu sou um grande rei, e o meu nome é temido entre as nações.” (Malaquias 1.14)
Deus ensinou aos israelitas como transmitir o princípio do primogênito às futuras gerações. Preste atenção no que Deus ensinou ao seu povo do passado, mas cuja essência permanece para o seu povo do presente:
“No futuro, quando os seus filhos lhes perguntarem: Que significa isto?, digam-lhes: Com mão poderosa o Senhor nos tirou do Egito, da terra da escravidão. Quando o faraó resistiu e recusou deixar-nos sair, o Senhor matou todos os primogênitos do Egito, tanto de homens como de animais. Por isso sacrificamos ao Senhor os primeiros machos de todo ventre e resgatamos os nossos primogênitos.” (Êxodo 13.14-15)
Deus é o primeiro em sua vida? Você está entendendo a Palavra de Hoje? Não é sobre dar DINHEIRO para Deus! Isto é muito pouco! É sobre dar o PRIMEIRO e o MELHOR da sua vida para Ele! A Bíblia diz:
“Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.” (2ª Coríntios 9.7)

“Quem passa no teste do dinheiro está melhor qualificado para passar nas demais provas da vida cristã!”

“O dinheiro é o teste mais rigoroso de sua fé!”

Conclusão:
Quero concluir esta mensagem ratificando que a primeira porção é a porção redentora. Quando a primeira porção é dada a Deus, o resto é redimido. Então, entenda o seguinte:
 Vir à igreja no primeiro dia da semana é uma forma de dar ao Senhor as primícias do seu tempo;
 Separar um tempo pela manhã para buscarmos a Deus é dar a ele as primícias do nosso dia;
 Trazer as primícias da nossa renda à Casa do Senhor é santificar o restante da nossa renda.
A entrega dos primeiros frutos deve ser feita no primeiro dia da semana. Paulo, escrevendo aos crentes da igreja de Corinto, fez essa advertência:
“Quanto à coleta para o povo de Deus, façam como ordenei às igrejas da Galácia. No primeiro dia da semana, cada um de vocês separe uma quantia, de acordo com a sua renda, reservando-a para que não seja preciso fazer coletas quando eu chegar.” (1ª Coríntios 16.1,2)

“Há muito mais em jogo do que dinheiro quando oferecemos o nosso primogênito a Deus.”

Deus lhe deu tudo, lhe deu a vida! E o que você vai dar Ele? Restos? Sobras? Ou suas primícias? Entregue a décima parte de tudo o que Ele lhe entrega. Mas, entregue primeiro.

“A sua primícia santifica e protege todo o restante dos seus recursos.”

Uma vida abençoada começa com um entendimento claro e com a aceitação do princípio do primeiro, do primogênito, dos primeiros frutos e do dízimo. Sem esse entendimento, é impossível avançar para as aventuras maiores que Deus tem reservado para aqueles que o colocarem em primeiro lugar!

 

Rolar para o topo