Entrando em Campo para uma Comunicação Sadia (11/06/2014)

Entrando em campo pela família…
PARA UMA COMUNICAÇÃO SADIA
mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos
Comunicação é a forma como as pessoas se relacionam entre si, dividindo e trocando experiências, idéias, sentimentos, informações, modificando mutuamente a sociedade onde estão inseridas. Sem a comunicação, cada um de nós seria um mundo isolado.
Comunicar é tornar comum, podendo ser um ato de mão única, como TRANSMITIR (um emissor transmite uma informação a um receptor), ou de mão dupla, como COMPARTILHAR. Agora entendendo que comunicação significa partilhar informações, emoções e sentimentos, precisamos entender o que é comunicar-se sadiamente.
A Palavra de Deus nos ensina que uma comunicação sadia é aquela que sabemos ouvir mais do que falar, é não ser precipitado tanto no falar como no julgar, falar a verdade, ser abençoadora, falar com amor, palavras que produzam a paz e não a guerra.
E é nessa proposta e desafio que Cristo nos convida junto de nossa família a nos comunicar, a interagir. Quando nos deparamos com esses conceitos, do que é comunicação e como se comunicar sadiamente, percebemos que temos adversários para vencer nesse jogo. Ao olhar para nossa família e ver como ela se comunica, nos faz entrar no jogo da comunicação sem perspectivas de vitórias nessa área.
Nesta noite Deus nos convida a estudar a sua palavra no texto de Marcos 8: 22- 26. Leiamos e sejamos ensinados como virar esse jogo.
A virada do jogo acontece quando…
1. Pessoas são INSTRUMENTOS DE DEUS para a mudança
Quando olhamos para o ministério de Jesus, percebemos que Ele muitas vezes usou a cegueira visível de poucos para revelar a cegueira interna de muitos e porque não dizer de todos. 
Jesus, em Lucas 6: 27 em diante, vai comunicando que a nossa maneira de ver a Deus por nós mesmos, só diz que somos cegos e levando outros cegos, querendo dizer que a nossa comunicação ao outro para ser sadia precisa ser curado por Deus, para depois abençoar os outros.
Ao pensar em uma pessoa cega, logo vem em nossa mente, uma pessoa dependente, uma pessoa que não enxerga o que está ao redor e nesse texto tem mais uma informação sobre esse cego que vem nos lembrar nossa situação como família nas nossas cegueiras de comunicação, esse cego nos comunica que perder o privilégio de sua autonomia, de sua percepção da realidade o tinha feito perder as esperanças, ele já havia se conformado com aquela situação.
Talvez você e eu estejamos inseridos em uma família, aonde já aceitamos essa maneira doentia de se comunicar, mas hoje Deus está usando outras pessoas que sabem que a situação é difícil, que são impactadas pela sua deficiência de comunicação, os levando a alguém que pode mudar tudo e esse alguém é Jesus.
Esse cego não pertencia aquela aldeia, provavelmente com a cegueira, se isolou ou foi isolado pelos seus e jogou a toalha e se contentou em sobreviver, deixou que os adversários, o fizesse crer que não havia mais solução a não ser se isolar.
O mesmo acontece conosco ao perceber que a comunicação já não é sadia, nos isolamos, fugimos dos que devíamos compartilhar. O que Deus deseja é que percebamos, nas entrelinhas dessa cura é que alguém próximo trouxe o cego até Jesus, alguém implorou a Jesus que mudasse essa situação. Se já desistimos de ganhar esse jogo, Deus nos lembra hoje, que Ele não desistiu, Ele tá pronto para virar o jogo e levanta pessoas para te levar a Jesus e trazer cura, trazer a vitória.
Creia que a virada do jogo começa quando Deus toma a iniciativa em sua soberania, no seu controle de tudo e de todos para mudar a nossa situação.
A virada do jogo acontece quando…
2. Se mantêm um DIÁLOGO COM JESUS 
A cegueira daquele homem o fez sai de sua família, viver isolado, em terra estranha, aonde todos o conheciam, mas ninguém compartilhava a vida, tanto que o texto não mostra nenhum diálogo entre os que levaram, só queriam tirar aquele homem daquela situação, talvez até porque não o desejasse na cidade deles, já que os doentes para o povo judeu eram sinônimos de maldição.
Mas quando Jesus o encontrou, Jesus foi caminhando com ele, foi se comunicando não só através da voz, mas de sua expressão, trazendo cura para aquele cego, uma cura que estava além de sua cegueira, Jesus foi renovando as esperanças, foi relembrando como era enxergar, Jesus foi perguntando como estava a visão.
Jesus simplesmente não queria usar o cego para sua promoção. Jesus queria que o cego entendesse quem Ele era, e entendendo isso ele veria fisicamente, mas também seria curado da alma, seria curado da separação de Deus. A bíblia diz que a boca fala do que o coração tá cheio. Jesus ao falar com aquele homem ia transmitindo Deus ia levando aquele homem para a restauração de sua humanidade. Hoje Jesus está te relembrando como eram bons os tempos que você e sua família se entendiam como era divertida o converso, o compartilhamento do dia a dia.
A virada do jogo acontece quando…
3. Entende-se que a restauração é um PROCESSO
O cego de uma maneira surpreendente começa a falar, é como naquele momento o cego percebeu que ele estava com uma pessoa em que podia confiar, que era diferente, que o fazia avaliar quem ele era, que o convidava a contar como se sentia, o que realmente via e o convidava a participar do processo de sua própria cura e nesse clima que o cego responde: Vejo, mas não nitidamente, as pessoas são reconhecidas, mas ainda tá embaçadas, ainda não são pessoas.
E Jesus agora o toca e ele vê agora tudo com clareza. No início da cura, ele via, mas via embaçado, as pessoas ainda eram lembranças, mas com o processo guiado por Jesus ele já via nitidamente.
O que falta para mim e você nos comunicarmos sadiamente e vencer o jogo são permanecer no processo, com Jesus é continuar sendo verdadeiro, porque no processo da caminhada olharemos para os nossos e ainda não o veremos como pessoas que precisam de respeito, de compartilhar, saberemos quem são, que precisam, mas ainda tá tudo embaçado.
Mas Jesus continua presente e vai modificando a visão e a presença de Jesus vai enchendo nosso coração e a nossa boca começa a comunicar bênçãos e a constante presença de Jesus nos torna humanos a imagem de e semelhança do criador e também começamos a enxergar outro nessa dimensão e com o tempo vamos percebendo que a comunicação mudou, não porque estamos agindo politicamente correto, porque somos evangélicos, mas porque estamos nos relacionando com Jesus e a doce presença Dele vai nos contagiando, vai preenchendo nosso coração e nossa boca começa ser curada, nossa comunicação começa a ser sadia e perceberemos que nos comunicamos muito melhor do que um dia já havíamos feito.
A virada do jogo acontece quando…
4. Volta-se para o CONVÍVIO de seus FAMILIARES
Jesus incentiva aquele cego curado voltar para os seus porque agora ele tinha sido curado integralmente, ele tinha visto a Deus, e porque Deus se revela a Ele, através de Jesus, as pessoas são vistas como pessoas imagens e semelhança de Deus.
As pessoas eram vista como deveriam ser vista, porque ele experimentou o que é ser tocado por Deus, então era hora de recomeçar em seu lar e curar o seu lar da cegueira que tanto aqueles que o levaram, que ele, quanto sua família precisa ser curada, a de ver Deus e se reconciliar com Ele, através de Jesus.
Conclusão:
É possível vencer esse jogo, é possível a virada do jogo quando Deus utilizar pessoas, quando se mantêm um diálogo com Jesus, se entende que é um processo, constante e permanente com Jesus e recomece de onde você fugiu.
Então experimentaremos o que é comunicar-se em família, independente das circunstâncias, não desistiremos porque Jesus está conosco todos os dias, nos suprindo em tudo e limpando nossa visão para que enxerguemos os outros como pessoas e não como objetos ao nosso serviço. Que em Deus tenhamos lares que se comunicam com saúde e vida.
 

Rolar para o topo