Experimentando a Provisão de Deus no Deserto

DESERTO – UM LUGAR PARA OUVIR DEUS | 03/08
EXPERIMENTANDO A PROVISÃO DE DEUS NO DESERTO
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“E o Senhor disse a Moisés: ouvi as queixas dos israelitas. Responda-lhes que ao pôr-do-sol vocês comerão carne, e ao amanhecer se fartarão de pão. Assim saberão que eu sou o Senhor seu Deus. […] O povo de Israel chamou maná àquele pão. […] Os israelitas comeram maná durante quarenta anos, até chegarem a uma terra habitável; comeram maná até chegarem às fronteiras de Canaã.” (Êxodo 16.11,12,31,35)
“No deserto, toda a comunidade de Israel reclamou a Moisés e Arão.” (Êxodo 16.2)
Deus usa a necessidade de Israel para lhe ensinar a doutrina da provisão. O melhor de tudo é que Deus resolve suprir a necessidade do povo de maneira extraordinária e sobrenatural. O povo pôde experimentar a provisão de Deus no deserto. Não faltou absolutamente nada durante quarenta anos de peregrinação no deserto:
“Disse, porém, o Senhor a Moisés: eu lhes farei chover pão do céu. O povo sairá e recolherá diariamente a porção necessária para aquele dia. Com isso os porei à prova para ver se seguem ou não as minhas instruções. No sexto dia trarão para ser preparado o dobro do que recolhem nos outros dias. Assim Moisés e Arão disseram a todos os israelitas: ao entardecer, vocês saberão que foi o Senhor quem os tirou do Egito, e amanhã cedo verão a glória do Senhor, porque o Senhor ouviu a queixa de vocês contra ele. Quem somos nós para que vocês reclamem a nós? Disse ainda Moisés: o Senhor lhes dará carne para comer ao entardecer e pão à vontade pela manhã, porque ele ouviu as suas queixas contra ele. Quem somos nós? Vocês não estão reclamando de nós, mas do Senhor.” (Êxodo 16.4-8)
O nome da provisão de Deus no deserto era MANÁ. Ele foi o alimento sobrenatural fornecido por Deus aos israelitas durante todos aqueles anos.

“Deserto é um bom lugar para lembrar que Deus nunca se esqueceu de você!”

É importante destacar algumas características deste maná, que, milagrosamente, alimentou todo povo de Israel no deserto. Quando compreendemos essas realidades, o nosso foco é reajustado e, ao invés de murmurarmos, passamos a experimentar a provisão de Deus no deserto da vida.
1ª Característica do maná – A sua ORIGEM
“No final da tarde, apareceram codornizes que cobriram o lugar onde estavam acampados; ao amanhecer havia uma camada de orvalho ao redor do acampamento. Depois que o orvalho secou, flocos finos semelhantes a geada estavam sobre a superfície do deserto.” (Êxodo 16.13,14)
O maná caía do céu. Toda provisão para o povo de Israel no deserto veio do céu. Do céu vem toda a nossa provisão.
2ª Característica do maná – Quem o ENVIAVA
“Quando os israelitas viram aquilo, começaram a perguntar uns aos outros: que é isso?, pois não sabiam do que se tratava. Disse-lhes Moisés: este é o pão que o Senhor lhes deu para comer.” (Êxodo 16.15)
O maná era enviado por Deus. Ele é a fonte que nos sustenta e nos mantém. E sabe quem enviava o maná para o povo no deserto: o próprio Deus. Jesus disse o seguinte:
“Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘que vamos comer?’ ou ‘que vamos beber?’ ou ‘que vamos vestir?’, pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.” (Mateus 6.31-33)
3ª Característica do maná – O seu OBJETIVO
“… este é o pão que o Senhor lhes deu para comer.” (Êxodo 16.15)
O maná veio para saciar a fome do povo. Para cada necessidade no deserto, Ele tem uma provisão específica. E, para cada provisão específica, Deus tem um objetivo muito bem definido.

“Deus tem um objetivo bem definido em cada maná que ele envia para seus filhos no deserto da vida.”

4ª Característica do maná – A sua QUANTIDADE
“Os israelitas fizeram como lhes fora dito; alguns recolheram mais, outros menos. Quando mediram com o jarro, quem tinha recolhido muito não teve demais, e não faltou a quem tinha recolhido pouco. Cada um recolheu tanto quanto precisava.” (Êxodo 16.17,18)
O maná era suficiente para alimentar e satisfazer a necessidade do povo. Deus é o Senhor da abundância. Ele supre cada uma das nossas necessidades. No deserto da vida, você experimentará a provisão de Deus na medida certa!
5ª Característica do maná – A sua COLHEITA
“Esta é a palavra que o Senhor tem mandado: Colhei dele cada um conforme ao que pode comer, um ômer por cabeça, segundo o número das vossas almas; cada um tomará para os que se acharem na sua tenda.” (Êxodo 16.16)
Olha que coisa interessante: o maná era colhido individualmente. Deus enviou o maná, mas cada um precisava fazer a sua colheita de forma individual. No deserto da vida, quem tem que colher a provisão de Deus é você. Ninguém pode colher por você.
6ª Característica do maná – A sua DISCIPLINA
“Ninguém deve guardar nada para a manhã seguinte, ordenou-lhes Moisés. Todavia, alguns deles não deram atenção a Moisés e guardaram um pouco até a manhã seguinte, mas aquilo criou bicho e começou a cheirar mal. Por isso Moisés irou-se contra eles.” (Êxodo 16.19,20)
O maná recolhido em atitude de desobediência apodrecia. Isso nos ensina que deserto é lugar de obediência e que exige disciplina.
7ª Característica do maná – O seu TESTEMUNHO
“Disse Moisés: o Senhor ordenou-lhes que recolham um jarro de maná e guardem-no para as futuras gerações, para que vejam o pão que lhes dei no deserto, quando os tirei do Egito. Então Moisés disse a Arão: ponha numa vasilha a medida de um jarro de maná, e coloque-a diante do Senhor, para que seja conservado para as futuras gerações.” (Êxodo 16.32,33)
O maná testemunhava o cuidado de Deus pelo seu povo. As gerações seguintes saberiam que Deus foi o provedor do seu povo no deserto.
8ª Característica do maná – A sua DURAÇÃO
“Os israelitas comeram maná durante quarenta anos, até chegarem a uma terra habitável; comeram maná até chegarem às fronteiras de Canaã.” (Êxodo 16.35)
O maná foi enviado até a chegada à terra prometida. Enquanto o povo não chegou à terra prometida, Deus enviara o maná diariamente.
“Não guarde as provisões do deserto para os dias de Terra Prometida!”
Conclusão:
Qual é o seu deserto? Você está vivendo um tempo de secura e escassez? Seus dias têm sido difíceis? Eu tenho uma boa notícia: você pode experimentar a provisão de Deus no deserto da vida. Concentre seu foco no Senhor e no seu poder, e você viverá o sobrenatural de Deus durante sua peregrinação neste deserto.

 

Rolar para o topo