Famílias Amigas de Deus Abrem-se para Cura

FAMÍLIAS AMIGAS DE DEUS | 08/08
FAMÍLIAS AMIGAS DE DEUS ABREM-SE PARA CURA
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
“A essa altura, José já não podia mais conter-se diante de todos os que ali estavam, e gritou: façam sair a todos! Assim, ninguém mais estava presente quando José se revelou a seus irmãos. E ele se pôs a chorar tão alto que os egípcios o ouviram, e a notícia chegou ao palácio do Faraó. […] Disse José aos seus irmãos: cheguem mais perto. Quando eles se aproximaram, disse-lhes: eu sou José, seu irmão, aquele que vocês venderam ao Egito.” […] Então ele se lançou chorando sobre o seu irmão Benjamim e o abraçou, e Benjamim também o abraçou, chorando. Em seguida beijou todos os seus irmãos e chorou com eles.” (Gênesis 45.1-4,14-15)
 
Os capítulos 43 e 44 de Gênesis são importantes para entendermos as etapas da cura da alma de José. A partir de agora, o relato bíblico revela-nos uma das intercessões mais comoventes e brilhantes de que temos notícia: a intercessão de Judá pelo seu irmão Benjamim. A intercessão de Judá é terapêutica. Ela foi um bisturi de Deus para atingir a ferida de José.
Então, de acordo com a experiência de José e sua família, como é possível abrir-se para a cura das feridas que, muitas vezes, acontecem dentro da nossa própria casa? O que podemos aprender sobre famílias amigas de Deus que se abrem para cura?
Famílias amigas de Deus que se desejam a cura…
1. ABREM o Coração COMPLETAMENTE
“A essa altura, José já não podia mais conter-se diante de todos os que ali estavam, e gritou: façam sair a todos! Assim, ninguém mais estava presente quando José se revelou a seus irmãos.” (Gênesis 45.1)
Neste ponto José decidiu abrir o coração e contar toda a verdade. Chega de dissimulação. O filho ferido começou a se abrir aos que o tinham vendido para o Egito. José toma a decisão de ser curado. Ele precisou tirar a máscara de governador.
Famílias amigas de Deus que se desejam a cura…
2. EXPRESSAM sem reservas os seus SENTIMENTOS
“E ele se pôs a chorar tão alto que os egípcios o ouviram, e a notícia chegou ao palácio do Faraó.” (Gênesis 45.2)
Após abrir o coração e tomar a decisão de revelar-se aos seus irmãos, José agora expressou com intensidade toda a dor que estava presente em seu coração. José permitiu que os sentimentos mais profundos viessem à tona. Este é um passo decisivo na cura das feridas que nascem dentro de casa.
Famílias amigas de Deus que se desejam a cura…
3. Dão NOMES às suas DORES
“Disse José aos seus irmãos: cheguem mais perto. Quando eles se aproximaram, disse-lhes: eu sou José, seu irmão, aquele que vocês venderam ao Egito.” (Gênesis 45.4)
José, após expressar suas emoções em forma de choro diante dos irmãos, teve uma outra atitude: ele deu nome à sua dor – “eu sou aquele que vocês venderam ao Egito”. Esse era o nó ainda presente em sua alma.
Famílias amigas de Deus que se desejam a cura…
4. TOMAM a INICIATIVA da RECONCILIAÇÃO
“Então ele se lançou chorando sobre o seu irmão Benjamim e o abraçou, e Benjamim também o abraçou, chorando. Em seguida beijou todos os seus irmãos e chorou com eles…” (Gênesis 45.14-15)
José tomou a iniciativa da reconciliação. Ele abraçou, beijou e chorou com todos os seus irmãos. Seu coração estava livre de toda aquela amargura inicial e dos sentimentos de vingança.
Conclusão:
Quais foram os sinais que identificaram o processo de cura na vida de José?
1º Sinal da cura – REAPROXIMAÇÃO
“Disse José aos seus irmãos: cheguem mais perto…” (Gênesis 45.4)
2º Sinal da cura – VER o OFENSOR de maneira DIFERENTE
“Agora, não se aflijam nem se recriminem por terem me vendido para cá…” (Gênesis 45.5a)
3º Sinal de cura – ENXERGAR o PROPÓSITO de Deus
“Agora, não se aflijam nem se recriminem por terem me vendido para cá, pois foi para salvar vidas que Deus me enviou adiante de vocês.” (Gênesis 45.5)
4º Sinal de cura – A RESTAURAÇÃO da FAMÍLIA
“Voltem depressa a meu pai e digam-lhe: assim diz o seu filho José: Deus me fez senhor de todo o Egito. Vem para cá, não te demores.” (Gênesis 45.9)
O que Deus fez na família de José é o que podemos chamar de cura das feridas que acontecem dentro de casa. A família de José tornou-se uma família amiga de Deus aberta para cura porque José era um amigo de Deus que se abriu para cura.

 

Rolar para o topo