Invista em seu Relacionamento com Deus (26/02/2015 – quinta)

Série: INVISTA – 01/05
INVISTA EM SEU RELACIONAMENTO COM DEUS
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“Agora temam o SENHOR e sirvam-no com integridade e fidelidade. Joguem fora os deuses que os seus antepassados adoraram além do Eufrates e no Egito, e sirvam ao SENHOR. Se, porém, não lhes agrada servir ao SENHOR, escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas, eu e a minha família serviremos ao SENHOR.” (Josué 24.14-15)
O grande desafio de Deus para nossas vidas em 2015 é levá-lo a sério, com uma vida de devoção, intimidade e consagração a Ele. Isso é restituição. O texto bíblico que lemos é a mais famosa declaração de Josué e o tomaremos como inspiração para hoje.
Depois de viver como escravo, vivenciar a libertação de Israel do Egito com a manifestação de sinais e prodígios da parte de Deus, peregrinar no deserto por 40 anos e substituir Moisés na liderança do povo, Josué acabara de possuir a terra prometida. Ao se despedir, ele desafia o povo: “vocês escolham a quem servirão, porém eu e minha família serviremos ao Senhor”.
Josué dizia à nação que o seu compromisso maior era com Deus. Não só dele, mas de toda sua família. Esse era o seu maior valor. Josué investia em seu relacionamento com Deus.
Será que temos esse nível de compromisso? Esse nível de devoção? Será que temos investido em nosso relacionamento com Deus como Ele merece? Como podemos levar Deus mais a sério?
Você investe em seu relacionamento com Deus…
1. DIZENDO não à IDOLATRIA
Josué foi enfático em sua declaração: escolham hoje a que deus vocês querem servir, porém, uma coisa é certa – eu e a minha família vamos servir ao Senhor. Eu e a minha família estamos dizendo não à idolatria. Queremos adorar apenas a Deus!
Graças a Deus que, após nos convertemos ao Senhor Jesus, não mais nos curvamos diante das imagens de escultura. Entretanto, infelizmente, a idolatria ainda é muito praticada no nosso meio.
O que é ídolo? É qualquer coisa que amamos, confiamos ou damos mais atenção do que a Deus. Dois textos nos ajudam a entender a idolatria:
a) A repreensão de Samuel ao Rei Saul, quando este desobedeceu a Deus, dizendo que a idolatria é como a ARROGÂNCIA (altivez, insolência, presunção):
“Pois a rebeldia é como o pecado da feitiçaria, e a arrogância como o mal da idolatria. Assim como você rejeitou a palavra do SENHOR, ele o rejeitou como rei.” (1º Samuel 15:23)
b) A exortação que Paulo faz à Igreja de Colossos, afirmando que a idolatria é GANÂNCIA (avareza). A palavra ganância, no original grego, significa desejo extremado por ter mais (dinheiro, possessões, posição, conforto, aceitação, prazer, poder, luxuria, etc.):
“Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria.” (Colossenses 3:5)
Por que Jesus disse ao jovem rico que vendesse tudo que tinha e desse o dinheiro aos pobres? Porque o seu coração estava nas riquezas; o dinheiro era o seu ídolo (Marcos 10:17-22).
A melhor maneira de dizer não à idolatria é dizer sim a Deus, colocando-o em primeiro lugar em nossas vidas. Pergunto: O que é idolatria em sua vida?
Você investe em seu relacionamento com Deus…
2. TEMENDO a Ele de todo CORAÇÃO
A primeira expressão dos versos que lemos mostra a preocupação de Josué com a urgência de temermos ao Senhor, nosso Deus: AGORA TEMAM O SENHOR. As citações bíblicas sobre o temor do Senhor estão sempre associadas à reverência, respeito e consideração por Ele.
Assim como os filhos respeitam seus pais, nós devemos respeito nosso Deus. Assim como filhos obedecem a seus pais, nós devemos obedecer a Deus. Somos até capazes de respeitar chefes, professores, etc., mas, muitas vezes, falta consideração por Deus e sua palavra.
Na verdade, somos muitos superficiais na nossa relação com Deus e a superficialidade não produz temor. O temor não existe porque não há revelação de Deus nem experiência com Ele. Não há revelação de seu trono.
Deus se assenta em um trono de onde Ele age e governa. Seu trono representa todo seu governo, autoridade e soberania. O centro do universo não é o homem, planeta, galáxia ou qualquer outra coisa, e sim o trono de Deus.
Todos aqueles que tiveram uma visão do trono de Deus tiveram a sua vida totalmente transformada. Uma maneira prática de entender o temor de Deus é olhar para a declaração de Salomão:
“Temer o SENHOR é odiar o mal; odeio o orgulho e a arrogância, o mau comportamento e o falar perverso.” (Provérbios 8:13)
Se quisermos temer ao Senhor, precisamos odiar o mal. Odiar o orgulho, a arrogância, o mau comportamento, o falar perverso. Enfim, temer ao Senhor, é ser o filho que o Pai gostaria que fosse!
Pergunto: Será que tememos o Senhor como Ele merece, de todo o nosso coração, ou será que nossas atitudes revelam uma completa falta de reverência, respeito e submissão a Deus?
Você investe em seu relacionamento com Deus…
3. BUSCANDO a Ele INTENSAMENTE
A forma como Josué desafia o povo mostra que ele investia em seu relacionamento com Deus buscando-o intensamente. O verso 14 é o retrato dessa realidade:
“Agora temam o SENHOR e sirvam-no com integridade e fidelidade. Joguem fora os deuses que os seus antepassados adoraram além do Eufrates e no Egito, e sirvam ao SENHOR.” (Josué 24.14)
Uma das características mais impressionantes de Davi era a sua sede de Deus. Ele expressou isto da seguinte maneira:
“Ó Deus, tu és o meu Deus, eu te busco intensamente; a minha alma tem sede de ti! Todo o meu ser anseia por ti, numa terra seca, exausta e sem água.” (Salmo 63.1)
Davi buscava a Deus continuamente e tinha sempre um momento na presença dele. Por que buscar a Deus é tão precioso? Porque na presença de Deus podemos clamar por SOCORRO (Salmo 88.13).
É ali, na intimidade, que podemos também abrir o nosso coração, contar o que sentimos e expor toda nossa necessidade. Na presença de Deus encontramos abrigo e proteção (Salmo 31.20).
Na presença de Deus nossos pecados são expostos à luz (Salmos 90:8). No momento da intimidade, o nosso coração é sondado e caso haja um caminho errado, Deus dará a direção (Salmos 139:23-24).
Na presença de Deus nós provamos da alegria plena (Sl 16:11); andamos na luz (Sl 89:15) e apresentamos cânticos de adoração e ações de graças (Sl 95:2).
Quantas coisas maravilhosas acontecem na presença de Deus, quando faço minha oração devocional. Devemos ter tempo não só para falar com ele, mas também para ouvir o que ele tem para falar conosco.
Pergunto: Será que temos buscado a Deus intensamente? Será que no meio de tanta agitação temos encontrado um tempinho para buscar ao Senhor? O profeta Jeremias registrou o convite do Senhor:
“Vós me buscareis e me encontrareis, quando me buscardes de todo o coração.” (Jeremias 29.13)
Verdade seja dita: há muitos, entre nós, que não têm encontrado o Senhor porque não o buscam de todo o coração. Investimento no relacionamento com Deus requer uma busca intensa por Ele.
Conclusão:
Quais serão as suas resoluções a partir desta mensagem? Que decisões você tomará depois de entender que precisa investir em seu relacionamento com Deus? O que você vai fazer para levar Deus a sério a partir de hoje?
Você investe em seu relacionamento com Deus…
1. DIZENDO não à IDOLATRIA
2. TEMENDO a Ele de todo CORAÇÃO
3. BUSCANDO a Ele INTENSAMENTE

 

Rolar para o topo