Neemias – Reconstruir pelo Poder da Fé

SÉRIE “O PODER TRANSFORMADOR DA FÉ” 07|08
NEEMIAS – RECONSTRUIR PELO PODER DA FÉ
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
Chegamos à sétima mensagem desta série. Durante esta série, podemos aprender….
A CRER pelo poder da fé com Abraão;
A SUPERAR pelo poder da fé com Isaque;
A MUDAR pelo poder da fé com Jacó;
A PERDOAR pelo poder da fé com José;
A PERSERVERAR pelo poder da fé com Moisés;
A CONQUISTAR pelo poder da fé com Josué.
Hoje, através da vida de mais um personagem bíblico, vamos aprender a reconstruir pelo poder da fé. Seu nome é Neemias.
“As palavras de Neemias, filho de Hacalias: No mês de quisleu, no vigésimo ano, enquanto eu estava na cidade de Susã, Hanani, um dos meus irmãos, veio de Judá com alguns outros homens, e eu lhes perguntei acerca dos judeus que restaram, os sobreviventes do cativeiro, e também sobre Jerusalém. E eles me responderam: Aqueles que sobreviveram ao cativeiro e estão lá na província, passam por grande sofrimento e humilhação. O muro de Jerusalém foi derrubado, e suas portas foram destruídas pelo fogo. Quando ouvi essas coisas, sentei-me e chorei. Passei dias lamentando, jejuando e orando ao Deus dos céus. […] Senhor, que os teus ouvidos estejam atentos à oração deste teu servo e à oração dos teus servos que têm prazer em temer o teu nome. Faze que hoje este teu servo seja bem sucedido, concedendo-lhe a benevolência deste homem. […] O muro ficou pronto no dia vinte e cinco de elul, em cinquenta e dois dias.” (Neemias 1.1-4,11,6.15)
A vida de Neemias é muito inspiradora quando pensamos sobre o poder de homens e mulheres conduzidos por Deus rumo à reconstrução de ruínas. Um dia, Neemias recebeu a notícia de sua cidade natal, Jerusalém. Os muros da cidade estavam em ruínas e os portões haviam sido destruídos pelo fogo. Estas notícias caíram como uma bomba sobre Neemias. Jerusalém achava-se indefesa. Uma cidade sem muros na antiguidade não era uma cidade; era um lugar completamente desprovido de segurança não só contra exércitos, mas contra as feras do campo. As cidades fortificadas davam segurança para as mulheres e crianças quando os homens saíam em guerra, pois ofereciam meios de se defender.
A partir da experiência e do exemplo de Neemias, podemos traçar caminhos para a reconstrução de ruínas em nossa própria vida. Quando falamos de reconstrução, nos referimos, por exemplo, a casamentos em crise, problemas de identidade ou mazelas sociais.
A mensagem de hoje visa tratar da restauração daquilo que se perdeu no tempo, da alegria que se foi, de um relacionamento destruído, da vida profissional ou empresarial que foi devastada. Todos nós, de alguma maneira, vamos nos identificar com aquilo que Deus nos ministrará através desta mensagem.
Neemias foi um homem que olhou para uma circunstância desagradável e triste e resolveu avançar e enfrentar cara a cara o problema. Neemias decidiu reconstruir pelo poder da fé. Então, o que você precisa fazer para reconstruir pelo poder da fé?
Para reconstruir pelo poder da fé…
1. Identifique as ÁREAS QUEBRADAS da sua vida
“As palavras de Neemias, filho de Hacalias: No mês de quisleu, no vigésimo ano, enquanto eu estava na cidade de Susã, Hanani, um dos meus irmãos, veio de Judá com alguns outros homens, e eu lhes perguntei acerca dos judeus que restaram, os sobreviventes do cativeiro, e também sobre Jerusalém. E eles me responderam: Aqueles que sobreviveram ao cativeiro e estão lá na província, passam por grande sofrimento e humilhação. O muro de Jerusalém foi derrubado, e suas portas foram destruídas pelo fogo.” (Neemias 1.1-3)
Quando Hanani chega, Neemias pergunta a ele sobre os judeus que restaram, os sobreviventes do cativeiro, e também sobre Jerusalém. A resposta de Hanani revelou as ruínas em que Jerusalém se encontrava. A verdade sobre o verdadeiro estado daquela cidade e dos seus moradores veio à tona. As áreas quebradas foram identificadas! Sem verdade a respeito das áreas que precisam ser restauradas em nossa vida, não há restauração. Estas verdades precisam ser vistas como nossos aliados e não como nossos inimigos. Só é possível a reconstrução de alguma coisa cuja ruína foi devidamente identificada. O que é que está em ruínas em sua vida? Você está sendo desafiado a olhar para sua alma no espelho e perguntar: o que há de errado comigo?. Seja verdadeiro sobre essa pergunta, porque sem verdade não há reconstrução.

Não deixe que verdades ocultas em sua vida o impeçam de reconstruí-la pelo poder da fé!

A realidade das áreas quebradas da sua vida é o palco onde Deus vai usar o seu poder para por em ação o plano de reconstrução que Ele tem preparado para sua vida! Portanto, decida reconstruir a sua vida pelo poder da fé, sendo verdadeiro sobre todas as suas áreas quebradas!
Para reconstruir pelo poder da fé…
2. Compartilhe TUDO com Deus
“Quando ouvi essas coisas, sentei-me e chorei. Passei dias lamentando, jejuando e orando ao Deus dos céus. […] Senhor, que os teus ouvidos estejam atentos à oração deste teu servo e à oração dos teus servos que têm prazer em temer o teu nome. Faze que hoje este teu servo seja bem sucedido, concedendo-lhe a benevolência deste homem.” (Neemias 1.4,11)
Dentre os muitos atributos que qualificam a vida de Neemias, um deles é evidente: Nemias foi um homem de oração. Encontramos Neemias orando em diferentes ocasiões no processo de reconstrução dos muros de sua cidade:
 Quando recebeu notícias sobre a situação deplorável pela qual Jerusalém passava (1.4-11);
 Antes de pedir ao rei Artaxerxes autorização para viajar até a cidade santa e reconstruí-la (2.4);
 Quando os inimigos zombam dele e põem em dúvida as reais possibilidades de uma reconstrução dos muros da cidade (4.4-5);
 Durante uma grande tentativa de intimidação por parte os seus opositores (6.9);
 Por ocasião de uma confissão coletiva dos pecados do povo de Israel (9);
 Durante as últimas reformas políticas, sociais e religiosas realizadas após a reconstrução dos muros (13.14,22,29).
Neemias compartilhou tudo com Deus antes, durante e depois da reconstrução dos muros de Jerusalém. Ele sabia, desde o início, que Deus era o seu maior incentivador, aliado e interessado em ver os muros de Jerusalém reconstruídos. Infelizmente, só lançamos mão da oração quando nos sentimos fracos e necessitados, como se orar fosse o último recurso de que dispomos em nossas lutas diárias. A oração não deve ser vista como o que nos resta quando tudo o mais falta, mas como tudo o que temos, mesmo quando achamos que estamos totalmente e completamente supridos.
Não existe reconstrução pelo poder da fé sem que compartilhemos tudo com Deus. Quando oramos, confiamos em Deus. Orar a Deus é um presente que Ele mesmo nos deu e não um produto que se compra no mercado religioso. Neemias reconstruiu pelo poder da fé porque possuía uma arma que os inimigos não podiam enxergar: a oração. O Deus de Neemias era o centro de sua confiança e a fonte do seu vigor. Aquele que compartilhou tudo e confiou no Senhor, orou, trabalhou e venceu.
O que você precisa compartilhar com Deus hoje? Não hesite em fazê-lo. Deus tem prazer em ouvir a sua oração. Entenda que nunca haverá reconstrução pelo poder da fé sem compartilhar todas as coisas com Deus em oração!

Se reconstruir é preciso, orar é imprescindível!

Para reconstruir pelo poder da fé…
3. Assuma a sua PARCELA de CULPA
“Então eu disse: Senhor, Deus dos céus, Deus grande e temível, fiel à aliança e misericordioso com os que o amam e obedecem aos seus mandamentos, que os teus ouvidos estejam atentos e os teus olhos estejam abertos para ouvir a oração que o teu servo está fazendo dia e noite diante de ti em favor de teus servos, o povo de Israel. Confesso os pecados que nós, os israelitas, temos cometido contra ti. Sim, eu e o meu povo temos pecado contra ti. Agimos de forma corrupta e vergonhosa contra ti. Não temos obedecido aos mandamentos, aos decretos e às leis que deste ao teu servo Moisés.” (Neemias 1.5-7)
Neemias não questiona Deus, mas vai direto ao assunto e reconhece a sua transgressão. É interessante ouvir isso de Neemias, porque ele não fazia parte do povo que pecou contra Deus durante o período pré-exílico, ele é de uma geração posterior. Mesmo assim, ele assume a sua parcela de culpa. Se você quer tocar o coração de Deus, quebrante-se, assuma a sua parcela de culpa das ruínas da sua vida e confesse seus erros ao Senhor. A reconstrução vem quando a inquietação nos move a entrar em um processo de assumir a nossa culpa e confessar os nossos pecados a Deus. Só pode haver reconstrução pelo poder da fé quando se assume a parcela de culpa.
O que está em ruínas em sua vida? Sua família, seus negócios, seus relacionamentos? Será que você é capaz de identificar a sua parcela de culpa e confessar os seus pecados a Deus? Sem confissão não há perdão e, sem perdão, ruínas continuarão sendo ruínas, ainda que mascaradas por aparências! Reconstruir pelo poder da fé exigirá que você assuma a sua parcela de culpa, confessando os seus pecados a Deus.
Para reconstruir pelo poder da fé…
4. NÃO DESISTA mesmo diante de forte OPOSIÇÃO
“Sambalate, o horonita, e Tobias, o oficial amonita, ficaram muito irritados quando que alguém estava interessado no bem dos israelitas. […] Quando Sambalate soube que estávamos reconstruindo o muro, ficou furioso. Ridicularizou os judeus e, na presença de seus compatriotas e dos poderosos de Samaria, disse: O que aqueles frágeis judeus estão fazendo? Será que vão restaurar o seu muro? Irão oferecer sacrifícios? Irão terminar a obra num só dia? Será que vão conseguir ressuscitar pedras de construção daqueles montes de entulho e de pedras queimadas? Tobias, o amonita, que estava ao seu lado, completou: Pois que construam! Basta que uma raposa suba lá, para que esse muro de pedras desabe!” (Neemias 2.10,4.1-3)
Neemias encontrou oposição ao seu projeto de reconstrução. Sambalate e Tobias não gostaram nem um pouco da notícia da reconstrução dos muros de Jerusalém. Ver Jerusalém em ruínas e seus muros de proteção no chão era motivo de alegria para eles. Porém, toda forte oposição contra a reconstrução dos muros não foi capaz de deter e intimidar Neemias. Neemias constantemente ouvia vozes contrárias que vinham dos inimigos na tentativa de paralisar a reconstrução dos muros, mas foi resistindo de cabeça erguida que ele alcançou o que Deus havia plantado no seu coração. Neemias reconstruiu pelo poder da fé não desistindo mesmo diante de forte oposição.
Na nossa vida não é diferente. Sonhos de reconstrução incomodam as trevas e resistir às ameaças que vêm de todos os lados é condição necessária para o sucesso de qualquer grande empreitada. No processo de reconstrução das nossas vidas, não faltarão aqueles que nos desestimularão a prosseguir. Porém, resista, não desista mesmo diante de forte oposição.

Todo processo de restauração nos põe em um campo de batalha!

Reconstruir nem sempre é prazeroso, porém, grandes projetos de vida são seguidos de grandes oposições e requerem contínua e firme resistência. Por isso, mude as estratégias, mas não desista diante do que assusta, enfraquece, humilha ou provoca desânimo. Reconstruir pelo poder da fé exige que você não desista mesmo diante de forte oposição.
Para reconstruir pelo poder da fé…
5. Conte com o MAIOR dos ALIADOS
“Quando, porém, Sambalate, o horonita, Tobias, o oficial amonita, e Gesém, o árabe, souberam disso, zombaram de nós, desprezaram-nos e perguntaram: O que é isso que vocês estão fazendo? Estão se rebelando contra o rei? Eu lhes respondi: O Deus dos céus fará que sejamos bem sucedidos. Nós, os seus servos, começaremos a reconstrução, mas, no que lhes diz respeito, vocês não têm parte nem direito legal sobre Jerusalém, e em sua história não há nada de memorável que favoreça vocês!”  (Neemias 2.19,20)
Neemias não confia na força do seu braço, não atribui a si mesmo capacidade de completar aquela obra. Ele conta com Deus. O que Neemias faz aqui é seguir o princípio da fé inabalável, reconhecendo que o sucesso da sua empreitada não depende dele, mas do Deus que o enviou para reconstruir os muros de Jerusalém. Neemias reconstruiu pelo poder da fé contando com o maior dos aliados: Deus.
Contar com Deus, o nosso maior aliado, é um princípio fundamental, pois as maiores reconstruções que precisamos empreender se referem a questões complexas da vida. São necessidades ligadas a relacionamentos, identidade, autoimagem, casamento e à própria situação do nosso país. Neemias sabia que havia se disposto a realizar uma obra de reconstrução muito difícil e que se o Senhor não entrasse em ação, tudo estaria perdido. Neemias acreditou em Deus e isso lhe deu forças para superar todos os obstáculos.
Quem é o seu maior aliado na reconstrução da sua vida? Triste é o homem que confia nos seus próprios esforços, mas feliz é aquele que sabe que sem Deus nenhuma reconstrução de verdade acontece. Se você deseja reconstruir pelo poder da fé vai precisar contar com o maior dos aliados, Deus, o Todo-Poderoso!
Para reconstruir pelo poder da fé…
6. Confie e descanse na SOBERANIA de Deus
“O muro ficou pronto no dia vinte e cinco de elul, em cinquenta e dois dias.” (Neemias 6.15)
 Quantos dias Jesus levou para ressuscitar? Três.
 Quantos anos durou o cativeiro de Israel no Egito? Quatrocentos.
 Quanto tempo durou a travessia no deserto? Quarenta anos.
 Em quanto tempo o Senhor intervirá para promover a sua reconstrução? Não sei.
O princípio da soberania de Deus sobre o tempo, sobre as estações e sobre a nossa vida estabelece que cabe ao Todo-Poderoso determinar qual será a duração do processo de reconstrução da ruínas a que você está se dedicando, pois Deus não se submete ao nosso calendário. Eu não tenho que impor minha agenda a Deus, pois Ele sabe o que é bom, o que é melhor. Muitas vezes, eu tenho um plano específico e Ele tem outro. E Deus não pede licença para rasgar os nossos planos.
Não sabemos quanto tempo vai durar cada processo; temos de nos conformar em saber que não sabemos de nada. Deus é o Senhor soberano do tempo, e, em sua soberania, ele estabeleceu que há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu. Em meio a tudo isso, precisamos guardar uma certeza em nosso coração: sobre todas essas coisas, o Senhor reina. Se cremos na existência de um Rei que ama o seu povo, de um Pai eterno que tem o melhor para os seus filhos, somos convidados a descansar na soberania dele e nos alegrar no fato de que Deus tem cuidado de nós.
Somos convidados pelo Espírito Santo a confiar em Deus e a descansar em sua boa, agradável e perfeita vontade. Reconstruir pelo poder da fé é possível àqueles que confiam e descansam na soberania de Deus. Sobre isso, o apóstolo Paulo fez a seguinte declaração:
“Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.” (Romanos 8.28)

Você não precisa temer, pois o Soberano nunca perde o controle!

Conclusão:
Reconstruir não é fácil, mas é necessário! Deixamos de experimentar o melhor de Deus porque não queremos nos submeter ao processo de reconstrução que Ele deseja fazer em nós. Quem aqui teria a coragem de dizer que não precisa de reconstrução em alguma área de sua vida? Há pessoas aqui que são marcadas por traumas e dores do passado. Há pessoas aqui que ainda não viveram o luto de perder um ente querido. Há pessoas aqui que sofrem a dor de uma enfermidade incurável. Há pessoas aqui destruídas por verem a família se desintegrando. Há pessoas aqui que já perderam a esperança. Enfim, todos que estamos aqui precisamos reconstruir, mas reconstruir pelo poder da fé.
Para reconstruir pelo poder da fé…
1. Identifique as ÁREAS QUEBRADAS da sua vida
2. Compartilhe TUDO com Deus
3. Assuma a sua PARCELA de CULPA
4. NÃO DESISTA mesmo diante de forte OPOSIÇÃO
5. Conte com o MAIOR dos ALIADOS
6. Confie e descanse na SOBERANIA de Deus

 

Rolar para o topo