O Melhor dos Outros

INVESTINDO EM GRANDES RELACIONAMENTOS
O MELHOR DOS OUTROS | 03/08
mensagem pregada pelo Pr. Vicente Bomfim
Continuamos na série: “Investindo em grandes relacionamentos”. Já vimos: O alvo da vida e O poder da paciência. Hoje vamos à terceira mensagem desta série tão desafiadora com o tema: O melhor dos outros! Por que Desafiadora? Por que nossa tendência é ver o pior dos outros e nunca o melhor. Temos essa tendência. No entanto, para se ver o melhor dos outros, é preciso ter convivência, atenção, paciência e amor.
Quero começar com o exame dos vários tipos de lições que você possa ter tido ao longo de sua vida: Quantos de vocês já tiveram aulas de música? Quantos já tiveram aulas de natação? E de inglês? Quantos já tiveram aula de dança? De culinária? De contabilidade? De falar em público?…
Por mais que todos esses cursos sejam muito bons, há uma área em que a maioria de nós nunca teve uma lição sequer, nenhum treinamento formal. E esta é a área mais importante de todas – “Relacionamentos.” Todos nós precisamos aprender sobre relacionamentos. Todos nós Precisamos aprender a amar. Observem o verso:
1ª Coríntios 13.4a: “O amor é bondoso”.
O que isto significa? O que significa ser bondoso? Bondade é amor em ação. A tradução de Phillips em 1ª Coríntios 13.4a diz: “O amor procura até ser construtivo”. O que isto significa? Significa que:

  • O amor procura uma forma de melhorar a vida das pessoas.
  • O amor Edifica as pessoas.

Hoje eu quero falar sobre Como ser Edificador de Pessoas.
“As nossas ações devem pretender o bem dos outros na medida em que os ajudarmos a formar o seu caráter.” (Romanos 15.2, Phillips)

  • Como eu posso edificar as pessoas em minha vida?
  • Como posso ajudá-las a crescer?

Vamos examinar quatro coisas que podemos dar às pessoas que edifique o melhor que há nelas. Você ajuda as pessoas a crescerem pela bondade, não pela crítica. Bondade é dar às pessoas o que elas precisam não o que elas merecem.
Para edificar o melhor que há nas pessoas…
1. Dê às pessoas um DESAFIO PESSOAL.
“… Rogo-lhes que vivam de maneira digna da vocação que receberam.” (Efésios 4.1)
Paulo está clamando que as pessoas valorizem suas vidas. Ele as está desafiando. Ele está dizendo: Não desperdicem suas vidas. Seja tudo para o que Deus lhe fez! Faça sua vida valer à pena. Por quê? Por que todos precisamos de uma causa, um projeto, um sonho que desperte o que há de melhor em nós. Isto fortalece nossas vidas.
Sabemos que há algo mais na vida do que apenas viver para você mesmo. É Preciso haver uma causa, uma razão, um propósito que justifiquem por que estou aqui. Todos nós precisamos de alguém em nossas vidas que nos possa inspirar a ser aquilo que podemos ser.
Há pessoas em sua vida para as quais Deus quer usar você, para ser um edificador, despertando o que há de melhor nelas, para inspirar-las a ser o que Deus sabe que elas podem ser. Como sabemos o que Deus quer que as pessoas sejam? Olhando suas habilidades e ajudando-as a desenvolvê-las.
A Bíblia ensina que a igreja existe para esta finalidade. Este é um dos alvos da Memorial. Se alguém lhe pedir para descrever a igreja em poucas palavras, diga: “Desenvolvimento de Vidas”.

“Existimos para desenvolver edificadores de gente, para ajudar as pessoas a descobrir e desenvolver o que Deus as fez para ser.”

Faça uma avaliação das seguintes perguntas? Quanto tempo eu gasto desafiando os outros? Quanto tempo, Destaco a força dos outros? Peter Drucker disse: “Precisamos destacar a força dos outros para fazer suas fraquezas irrelevantes”.
Todos nós temos fraquezas, mas o destaque deve ser para suas forças. Se você deseja ser um edificador de pessoas, despertador do que há de melhor nas pessoas, dê-lhes um desafio pessoal.
Para edificar o melhor que há nas pessoas…
2. Dê às pessoas CONFIANÇA COMPLETA.
“Nós que somos fortes na fé, devemos ajudar os fracos (…) a fim de que ele possa crescer na fé.” (Romanos 15.1,2)
Todos nós precisamos de confiança. Quando alguém acredita em você, isso desperta o que há de melhor em sua vida. Dá coragem a você, e eu sei que você pode fazer isto, por outras pessoas também.
Jesus fez isso com Pedro. O nome de Pedro era “Petros” que significa “pedrinha”, e Jesus disse: “Pedrinha, você vai se tornar uma rocha. Vou lhe dar um novo nome”. O nome dele era Simão Pedro Bar Jonas, que significa filho de Jonas. Assim, o nome real dele era Jonas pedrinha.
Quando Jesus disse aquilo para Pedro, ele não era nada mais que uma pedrinha. Mas, Jesus lhe deu a confiança para se sentir uma rocha. Pedro era o senhor impulsivo, senhor falador, senhor brigão, senhor grosseiro, o senhor murmurador. E Jesus sabia quem era Pedro, mas, resolveu destacar o melhor e dar confiança completa ele.
Jesus disse você vai ser uma rocha. Jesus não disse o que ele era; Ele disse o que Pedro seria, isto é, Jesus potencializou o melhor de Pedro. E pasme, era algo que nem Pedro via nele. Sempre que você rotula uma pessoa você reforça o que ela é. Ex: Preguiçoso, desorganizado, problemático, você estará reforçando os seus defeitos.
Nunca diga às pessoas o que elas são, para diminuí-las, mas, diga o que elas podem se tornar, para Edifique-las. Exemplo: Você se tornará incansável no fazer, será muito organizado, será apaziguador. Veja esse exemplo:
Uma vez, Deus disse a um homem do Velho Testamento chamado Gideão (ele estava se escondendo do exército inimigo num tanque de descascar grãos). Ele disse, “Gideão, você é corajoso”. Gideão era o homem mais fraco do grupo. Ainda assim, foi o que Deus disse, “Isto é o que vejo em você. Você vai se tornar um homem de coragem”. Isto é o que significa edificar pessoas. Dando-lhes confiança em si mesma. Ou seja, Encoraje-as.
“Portanto, animem-se uns aos outros e edifiquem-se uns aos outros.” (1ª Tessalonicenses 5.11)
Isto é dito sobre o poder da afirmação. Se você vai ser um edificador, você precisa ser bom encorajador.
Para edificar o melhor que há nas pessoas…
3. Dê às pessoas CONSELHOS HONESTOS.
Não há progresso sem aprendizagem. Não há aprendizagem sem retorno. Todos nós precisamos de observações honestas sobre nossas atitudes. Desde que nenhum de nós é perfeito, nossa percepção falha. E daí, precisamos de pessoas que digam “Você não está certo!” Precisamos de pessoas que, de fora, observando-nos, sejam honestas conosco. (Correção ocasional.)
“As pessoas aprendem umas com as outras, assim como o ferro afia o próprio ferro.” (Provérbios 27.17)
Uma resposta sincera é o sinal de uma amizade verdadeira. Nós destacamos o melhor que há nos outros.

  • Um amigo verdadeiro vai lhe dizer quando você estiver fazendo alguma coisa errada.
  • Um verdadeiro amigo será honesto com você.
  • Ele se importa o bastante para corrigir, confrontar.
  • Coloca você na direção certa, olhando de fora.

Mesmo quando for doloroso, ele dirá a verdade. “Acho que você está na direção errada. Você está desperdiçando sua vida”. Não ficará em silêncio deixando o amigo estragar a vida.
“O amigo quer o nosso bem, mesmo quando nos fere.” (Provérbios 27.6 BLH)
Ele fará isso para seu benefício. Se a sua atitude é, “Estou apontando esta fraqueza em sua vida só para destacar que isso é errado”. Se esta é a sua atitude, esqueça! Não faça isso. As pessoas não precisam ter suas faltas destacadas. Todos somos bem conscientes da maioria nossas faltas.
Se o que você vai fazer é apontar as faltas dos outros, não faça isso. O propósito não deve ser o de condenar, mas de corrigir, para ajudar as pessoas a mudarem seu comportamento. Você precisa se perguntar: “Qual é o meu motivo em fazer isso? Estou corrigindo as pessoas para meu benefício ou para o benefício delas?”.
Muitas vezes queremos corrigir as pessoas só porque estão sendo tolas e estão sendo inconvenientes. Pensamos: “Se eles deixarem de ser idiotas, minha vida será mais fácil”. Este é um motivo errado. Você não deve corrigir as pessoas para seu próprio benefício. Você deve corrigi-las como um amigo honesto, para o benefício delas. Como fazer isso pelo motivo certo?
“Fale a verdade em amor.” (Efésios 4.15)
É esta a atitude. Amor significa dar à pessoa o que ela necessita e não o que ela merece. O motivo verdadeiro é de corrigir e não de condenar. Você deve falar a verdade em amor.
Como? A chave para a correção apropriada: você firma a pessoa, corrige o comportamento. Quer seja um amigo, uma criança, um marido, uma esposa, um chefe – firme a pessoa, corrija o comportamento. Seu foco está em firmar a pessoa, corrigir o comportamento. Fale a verdade em amor.
Para edificar o melhor que há nas pessoas…
4. Dê às pessoas o CRÉDITO COMPLETO.
Se você quer ser um edificador de pessoas. Destacar o que há de melhor nas pessoas, dê-lhes crédito completo. Elogie o crescimento e as mudanças que você vê na vida delas. “Tenhamos uma verdadeira afeição mútua (…) a quem de boa mente damos o crédito”. Um adesivo no escritório do Dr. Rick Warren diz:

“Deus pode fazer grandes coisas através da pessoa que não se preocupa de quem é o crédito”.

Como você faz com isso? O quanto rapidamente eu divido o crédito? Geralmente gostamos de dividir a vergonha, mas ficamos com o crédito para nós. Deus diz que a marca da maturidade é aceitar a vergonha e dividir o crédito.
Quando você olha estas quatro coisas de como ser um edificador de Pessoas: você percebe que é um bocado de trabalho. Sim! E você não quer sempre se sentir fazendo tudo isso.
A bondade sempre tem um preço. Há uma etiqueta com o preço para se tornar um edificador de pessoas. Requer tempo, esforço, dinheiro, energia, falta de privacidade. Sempre é dispendioso ser bondoso. O custo na maior parte é a generosidade.
Para ser edificador de pessoas temos de ser generosos. Geralmente ficamos tão aprisionados dentro de nós mesmos que não temos tempo para edificar as pessoas. Nosso foco está no eu, no meu, no me. Não me importo com ninguém; estou olhando para mim mesmo. É necessário a generosidade. Custa ser bondoso.
Por que você vai fazer isso então? Em reconhecimento por tudo quanto Deus fez por você! Deus tem sido bondoso com você, você deve ser assim com as pessoas.
Os romanos, na época em que os cristãos estavam se formando depois de Jesus ter vindo à terra, costumavam confundir a palavra “cristos” com “crestos”. “Cristos” significa Cristo. “Crestos” em Latim significa bondade. Que bela confusão! Se há algo a ser sinônimo nada melhor do que ser bondoso e cristão. O cristão deve ser o máximo bondoso em sua área de vida.
O que significa ser bondoso? Você dar à pessoa um desafio pessoal, você desperta confiança, você dá conselhos honestos, você da o crédito. Isto é o que significa ser bondoso com as pessoas, olhar para as pessoas e ser construtivo, e edificante.
Como você se avalia como um edificador de pessoas? Quantas pessoas você conhece que diriam que você faz isso por elas? Eu lhe faço um desafio. Quero desafiar você. Eu quero lhe dar um novo objetivo para sua vida.
Quer você viva mais um ano, cinco anos, dez anos ou cem anos, quero desafiá-lo a fazer do objetivo primário de sua vida isto: “se tornar um edificador de pessoas”.
Diga: “Começando hoje, eu me comprometo para o resto de minha vida, não importa o quanto custe a destacar o melhor das pessoas com quem eu entrar em contato. Quero dedicar minha vida para ativamente buscar meios construtivos de edificar pessoas”.
Conclusão:
Para edificar o melhor que há nas pessoas…
1. Dê às pessoas um DESAFIO PESSOAL;
2. Dê às pessoas CONFIANÇA COMPLETA;
3. Dê às pessoas CONSELHOS HONESTOS;
4. Dê às pessoas o CRÉDITO COMPLETO.

 

Rolar para o topo