Por que Jesus Morreu na Cruz?

POR QUE JESUS MORREU NA CRUZ?
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
“Antigamente vocês estavam espiritualmente mortos por causa dos seus pecados e porque eram não judeus e não tinham a lei. Mas agora Deus os ressuscitou junto com Cristo. Deus perdoou todos os nossos pecados e anulou a conta da nossa dívida, com os seus regulamentos que nós éramos obrigados a obedecer. Ele acabou com essa conta, pregando-a na cruz. E foi na cruz que Cristo se livrou do poder dos governos e das autoridades espirituais. Ele humilhou esses poderes publicamente, levando-os prisioneiros no seu desfile de vitória.” (Colossenses 2.13-15)
Deus criou o homem segundo à sua imagem e semelhança. O homem era bom, assim como todas as coisas que Deus fez. Mas, influenciado pelo diabo, o homem foi tentado a pecar contra Deus e pecou. Esse pecado afastou o homem de Deus e o condenou à morte.
De lá para cá a história se repete a cada criança que nasce. Nascemos com uma natureza contaminada pelo pecado e o destino natural desta natureza é a morte eterna.
Mas Deus intervém na história e decide resgatar o homem, e para isso ele envia Jesus Cristo, seu único filho para sofrer e morrer na cruz, e assim pagar pelos nossos erros. Jesus morreu por mim e por você, ele morreu em nosso lugar. Ali na cruz Jesus foi castigado e sofreu a ira de Deus para que eu e você não precisássemos sofrer.
Mas, por que Deus resolveu enviar seu filho para morrer em nosso lugar? Por que ele decidiu fazer isso com uma humanidade que lhe virou as costas? Enfim, por que Jesus morreu na cruz? O apóstolo Paulo no texto que acabamos de ler responde essas perguntas para nós.
Jesus morreu na cruz…
1. Porque havia uma DÍVIDA que precisava ser PAGA
“Quando vocês estavam mortos em pecados… Ele nos perdoou todas as transgressões… e cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças, e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz…” (Colossenses 2.13-14)
Jesus morreu na cruz para perdoar os nossos pecados. Cristo pagou nosso débito cancelando a lista de nossa dívida causada por causa de nossos pecados. A penalidade do pecado é a morte, por isso, Jesus precisou morrer para que através de seu sacrifício fosse pago o preço de nosso resgate. Em virtude do sangue derramado de Cristo na cruz, temos perdão completo.
Deus, através do sacrifício de Jesus na cruz, apagou a lista de dívidas que havia contra nós. Deus anulou, de uma vez por todas, a escrita de dívida que era contra nós; ele apagou o registro de nossas dívidas de forma tão completa como se elas jamais tivessem existido. Uma coisa interessante:
Nos tempos bíblicos, quando alguém fosse condenado por um crime, em sua cela, na prisão, era exibida uma placa com a relação dos crimes cometidos para que todos soubessem o porque ele estava ali. Depois de cumprir a sua pena, quando voltava para o convívio com a sociedade, aquela placa não servia mais de instrumento de acusação, mas era exibido como um troféu! Bem no meio da placa estava escrito: “totalmente pago”. Quando abordado, eles usavam a placa como um documento para provar que havia sido paga a sua dívida com a sociedade.
Semelhantemente as últimas palavras de Jesus na cruz foram “está consumado”; “está terminado”; “totalmente pago”. Tome posse desta verdade em sua vida – Na cruz do calvário a sua dívida foi totalmente paga. Por isso, que Paulo escrevendo aos Romanos, disse o seguinte:
“Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus.” (Romanos 8.1)
Para aqueles que estão em Cristo Jesus não há mais condenação. No entanto, isso só é verdade para aqueles que crêem em Jesus como salvador e o tem como Senhor da sua vida. Estar em Cristo Jesus significa ter depositado nele a nossa fé. Por isso, o próprio Jesus disse:
“Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.” (João 5.24)
A única maneira de nos tornarmos pessoas inculpáveis diante de Deus é em função do sacrifício de Cristo que nos lava, nos purifica, nos justifica, nos santifica. A nossa dívida por causa do pecado nos separou de um relacionamento com Deus. Por esse motivo Jesus precisou morrer na cruz para nos reconciliar com o Pai. Não existe reconciliação com Deus sem a mediação de Jesus. Sobre isso o próprio Jesus afirmou:
“Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. (João 14.6)
Ao escrever a Timóteo o apóstolo Paulo lembrou:
“Porque há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem.” (1ª Timóteo 2.5)
O profeta Isaías profetizou a respeito dessa verdade ao dizer:
“Mas ele foi ferido por nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniquidades; O castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Isaías 53.5)
O tempo todo Satanás procura nos acusar, porque ele sabe que nós somos culpados de quebrar a lei de Deus. Mas o resgate pago por Cristo no calvário nos redimiu e agora estamos livres para viver a vida de Jesus. Quando Satanás nos acusa, devemos exibir para ele nosso certificado de pagamento: O sacrifício de Cristo. Ele cancelou todas as nossas transgressões.
Jesus morreu na cruz…
2. Porque havia um INIMIGO que precisava ser DERROTADO
“… Tendo despojado os poderes e as autoridades, fez deles um espetáculo público, triunfando sobre eles na cruz.” (Colossenses 2.15)
Jesus não somente lidou com o pecado na cruz, mas também com Satanás. Jesus despojou os principados e potestades e os fez cativos, triunfando sobre esses poderes satânicos. Na cruz do Calvário, Jesus quebrou de uma vez para sempre o poder dos principados e potestades.
Não havia nenhum outro caminho para se derrotar o inimigo que combate contra nós. O único caminho para derrotar o inimigo é a cruz. Na cruz do Calvário, Jesus Cristo conquistou vitória absoluta sobre o inimigo que precisava ser derrotado.
Jesus morreu na cruz…
3. Porque havia uma VIDA que precisava ser EXPERIMENTADA
“Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna.” (João 3.16)
Jesus não somente lidou com o pecado, e com Satanás na cruz. Seu sacrifício na cruz possibilitou a raça humana de experimentar uma vida completamente diferente: a vida eterna. A morte de Jesus na cruz é a maior demonstração de amor de Deus para com a sua criação. Ele deu o que ele tinha de melhor para quem não merecia. Deus amou o mundo de uma maneira sobrenatural, que só ele mesmo seria capaz de fazer. Jesus, enquanto homem, não pecou e merecia a vida. Nós pecamos e merecíamos a morte.
Porém, Jesus, na cruz do Calvário, morreu a morte que nós merecíamos, para que pudéssemos experimentar e desfrutar da vida que ele merecia. O próprio Jesus disse o seguinte:
“O ladrão só vem para roubar, matar e destruir; mas eu vim para que as ovelhas tenham vida, a vida completa.” (João 10.10)
A vida eterna não significa uma vida que vem apenas depois da morte física, mas é uma realidade que já pode ser vivida neste tempo e que a morte física não pode interromper. A vida eterna é mais do que viver eternamente, com Deus, no céu. É possuir a essência de Deus implantada no coração, é ter um relacionamento íntimo com ele, conhecendo Sua vontade, Seus propósitos, Seu caráter e deixando-se ser transformado, dia após dia. Jesus faz a seguinte afirmação a respeito daqueles que creem que ele é filho de Deus e que morreu em nosso lugar na cruz do Calvário:
“Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem crê em mim tem a vida eterna.” (João 6.47)
No exato momento em que você crê que Jesus é o filho de Deus e que ele morreu na cruz por você, você toma posse e passa a experimentar uma nova vida, completamente diferente: a vida eterna.
Conclusão:
Jesus não precisava deixar a sua glória. Jesus não precisava tornar-se como um de nós. Jesus não precisava sofrer os escárnios e injustiças que sofreu. Jesus não precisava morrer naquela cruz.
Mas ele decidiu deixar a sua glória, tonar-se um humano como nós, sofrer as dores deste mundo e morrer na cruz do Calvário. Tudo isso porque Deus amou a mim e a você. Como você vai responder a tão grande amor?
Jesus morreu na cruz…
1. Porque havia uma DÍVIDA que precisava ser PAGA
2. Porque havia um INIMIGO que precisava ser DERROTADO
3. Porque havia uma VIDA que precisava ser EXPERIMENTADA

 

Rolar para o topo