Transformando Crianças em Vencedores Espirituais

SÉRIE “AGENTES DE AMOR E CUIDADO PARA NOSSAS CRIANÇAS” | 04/04
TRANSFORMANDO CRIANÇAS EM VENCEDORES ESPIRITUAIS

mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos

“Se Deus permite que um Golias se apresente diante de você, é porque Ele sabe que existe um Davi dentro de você.”

Hoje, queremos refletir sobre como podemos transformar nossas crianças em vencedores espirituais.

Transformamos nossas crianças em vencedores espirituais…

1. Sendo uma família dirigida pelos PADRÕES DIVINOS.

“Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Deus os abençoou, e lhes disse: Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra.” (Gênesis 1.27,28)

“Então o Senhor Deus declarou: Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda.” (Gênesis 2.18)

“O homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne.” (Gênesis 2.24)

“E vocês ainda perguntam: Por quê? É porque o Senhor é testemunha entre você e a mulher da sua mocidade, pois você não cumpriu a sua promessa de fidelidade, embora ela fosse a sua companheira, a mulher do seu acordo matrimonial. Não foi o Senhor que os fez um só? Em corpo e em espírito eles lhe pertencem. E por que um só? Porque ele desejava uma descendência consagrada. Portanto, tenham cuidado: Ninguém seja infiel à mulher da sua mocidade. Eu odeio o divórcio, diz o Senhor, o Deus de Israel, e o homem que se cobre de violência como se cobre de roupas, diz o Senhor dos Exércitos. Por isso tenham bom senso; não sejam infiéis.” (Malaquias 2.14-16)

“Mulheres, sujeitem-se a seus maridos, como ao Senhor, pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu corpo, do qual ele é o Salvador. Assim como a igreja está sujeita a Cristo, também as mulheres estejam em tudo sujeitas a seus maridos. Maridos, amem suas mulheres, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se a si mesmo por ela.” (Efésios 5.22-25)

“Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. Honra teu pai e tua mãe, este é o primeiro mandamento com promessa: para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra. Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor.” (Efésios 6.1-4)

“Como pais, somos construtores de famílias, de pessoas e de legados.”

Transformamos nossas crianças em vencedores espirituais…

2. Disciplinando-as com SABEDORIA.

“Quem se nega a castigar seu filho não o ama; quem o ama não hesita em discipliná-lo.” (Provérbios 13.24)

“A insensatez está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a livrará dela.” (Provérbios 22.15)

“Ame o seu filho e não o seu comportamento.”

Transformamos nossas crianças em vencedores espirituais…

3. Apresentando a elas o REINO DOS CÉUS.

“Pois não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos.” (Atos 4.20)

“Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.” (Romanos 8.37)

Transformamos nossas crianças em vencedores espirituais…

4. Intercedendo por elas CONSTANTEMENTE.

“Seus filhos costumavam dar banquetes em casa, um de cada vez, e convidavam suas três irmãs para comerem e beberem com eles. Terminado um período de banquetes, Jó mandava chamá-los e fazia com que se purificassem. De madrugada ele oferecia um holocausto em favor de cada um deles, pois pensava: Talvez os meus filhos tenham lá no íntimo pecado e amaldiçoado a Deus. Essa era a prática constante de Jó.” (Jó 1.4,5)

“Não importa a idade dos nossos filhos, a posição que sempre devemos ocupar na vida deles é a de intercessores.”

Conclusão:

“Jesus é mais do que suficiente para compensar nossa fraqueza e ignorância, assegurando que sua vitória ao sair do tumulo seria nossa vitória e do nosso lar.”

Em Jesus você pode ser uma família no padrão divino, disciplinar com sabedoria, apresentar o Reino dos céus e ser um intercessor constante.

Rolar para o topo