Uma Palavra de Encorajamento em Dias de Crise

UMA PALAVRA DE ENCORAJAMENTO EM DIAS DE CRISE

mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior

“Mas agora assim diz o Senhor, aquele que o criou, ó Jacó, aquele que o formou, ó Israel: Não tema, pois eu o resgatei; eu o chamei pelo nome; você é meu. Quando você atravessar as águas, eu estarei com você; e, quando você atravessar os rios, eles não o encobrirão. Quando você andar através do fogo, você não se queimará; as chamas não o deixarão em brasas. Pois eu sou o Senhor, o seu Deus, o Santo de Israel, o seu Salvador.” (Isaías 43.1-3)

A partir da experiência do povo de Israel com Deus nestes primeiros versículos do capítulo 43 de Isaías, três palavras de encorajamento são liberadas por Deus para que sejamos capazes de viver e vencer os nossos dias de crise. Quais são essas palavras de encorajamento?

1ª Palavra de Encorajamento – Você não precisa TEMER.

“… Não tema, pois eu o resgatei…” (Isaías 43.1b)

A primeira palavra de encorajamento de Deus em dias de crise para o seu povo e, consequentemente, para nós é a seguinte: você não precisa temer, porque eu o resgatei. O povo não precisava temer os dias crise, pois, da mesma forma como Deus havia resgatado o povo do cativeiro egípcio, Ele também o resgataria. Você não precisa temer os dias de crise. É Deus quem empenha a sua palavra. É Deus quem lhe faz a promessa de resgatá-lo. Aliás, no capítulo 41 de Isaías, Deus já havia liberado essa palavra de encorajamento para o seu povo: “Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa. […] Pois eu sou o Senhor, o seu Deus, que o segura pela mão direita e lhe diz: Não tema; eu o ajudarei.” (Isaías 41.10,13).

Você não precisa temer, pois Deus o resgata, o fortalece, o ajuda. O salmista estava tão convicto dessa palavra de encorajamento em dias de crise liberada por Deus que fez a seguinte declaração: “O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O Senhor é a fortaleza da minha vida; a quem temerei?” (Salmos 27.1).

2ª Palavra de Encorajamento – Você PERTENCE a mim.

“… eu o chamei pelo nome; você é meu.” (Isaías 43.1c)

A segunda palavra de encorajamento de Deus para sua vida em dias de crise é: você pertence a mim, eu o chamei, você é meu. “Eu o chamei pelo nome” é uma expressão de intimidade. “Você é meu” é uma expressão de propriedade. Era fundamental que o povo de Israel soubesse a quem ele pertencia, com quem ele se relacionava. Saber a quem pertencemos e com quem nos relacionamos é fundamental para viver e vencer os dias de crise. Deus o chamou pelo nome, você é dele, você pertence a Ele. E nada neste mundo será capaz de mudar essa realidade porque Ele o ama de uma forma incapaz de ser explicada. A Bíblia diz: “Ao Senhor pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam.” (Salmos 24.1).

“A única segurança eficaz da vida é pertencer a Deus.”

Saber que pertencemos a Deus faz toda a diferença. Jó, um homem que sabia a quem pertencia e que tinha intimidade com Deus, depois de enfrentar seus dias intensos de crise e vencê-los, pôde fazer a seguinte declaração: “Antes eu te conhecia só por ouvir falar, mas agora eu te vejo com os meus próprios olhos.” (Jó 42.5).

3ª Palavra de Encorajamento – Eu sou o seu SALVADOR.

“Quando você atravessar as águas, eu estarei com você; e, quando você atravessar os rios, eles não o encobrirão. Quando você andar através do fogo, você não se queimará; as chamas não o deixarão em brasas. Pois eu sou o Senhor, o seu Deus, o Santo de Israel, o seu Salvador…” (Isaías 43.2,3)

A terceira palavra de encorajamento de Deus para sua vida em dias de crise é: Eu sou o seu Salvador, seja em qualquer circunstância da sua vida. Fazendo um paralelo com outros eventos da Bíblia, podemos ter a convicção de que a promessa de salvação da parte de Deus chegaria para o seu povo.

Sobre a promessa de atravessar as águas, Deus fez o povo de Israel atravessar o Mar Vermelho quando da libertação do cativeiro egípcio: “A seguir o anjo de Deus que ia à frente dos exércitos de Israel retirou-se, colocando-se atrás deles. A coluna de nuvem também saiu da frente deles e se pôs atrás, entre os egípcios e os israelitas. A nuvem trouxe trevas para um e luz para o outro, de modo que os egípcios não puderam aproximar-se dos israelitas durante toda a noite. Então Moisés estendeu a mão sobre o mar, e o Senhor afastou o mar e o tornou em terra seca, com um forte vento oriental que soprou toda aquela noite. As águas se dividiram, e os israelitas atravessaram pelo meio do mar em terra seca, tendo uma parede de água à direita e outra à esquerda. Os egípcios os perseguiram, e todos os cavalos, carros de guerra e cavaleiros do faraó foram atrás deles até o meio do mar. […] Naquele dia o Senhor salvou Israel das mãos dos egípcios, e os israelitas viram os egípcios mortos na praia.” (Êxodo 14.19-23,30).

Sobre a promessa de atravessar os rios, Deus fez o povo de Israel atravessar o Rio Jordão para tomar posse da Terra Prometida: “Assim que os sacerdotes que carregavam a arca da aliança chegaram ao Jordão e seus pés tocaram as águas, a correnteza que descia parou de correr e formou uma muralha a grande distância, perto de uma cidade chamada Adã, nas proximidades de Zaretã; e as águas que desciam para o mar da Arabá, o mar Salgado, escoaram totalmente. E assim o povo atravessou o rio em frente de Jericó. Os sacerdotes que carregavam a arca da aliança do Senhor ficaram parados em terra seca no meio do Jordão, enquanto todo o Israel passava, até que toda a nação o atravessou também em terra seca.” (Josué 3.15-17).

Sobre a promessa de não deixar que o fogo consuma a sua vida nos dias d crise, Deus livrou Sadraque, Mesaque e Abednego da fornalha de fogo ardente: “Logo depois o rei Nabucodonosor, alarmado, levantou-se e perguntou aos seus conselheiros: Não foram três homens amarrados que nós atiramos no fogo? Eles responderam: Sim, ó rei. E o rei exclamou: Olhem! Estou vendo quatro homens, desamarrados e ilesos, andando pelo fogo, e o quarto se parece com um filho dos deuses. Então Nabucodonosor aproximou-se da entrada da fornalha em chamas e gritou: Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, servos do Deus Altíssimo, saiam! Venham aqui! E Sadraque, Mesaque e Abede-Nego saíram do fogo. Os sátrapas, os prefeitos, os governadores e os conselheiros do rei se ajuntaram em torno deles e comprovaram que o fogo não tinha ferido o corpo deles. Nem um só fio do cabelo tinha sido chamuscado, os seus mantos não estavam queimados, e não havia cheiro de fogo neles.” (Daniel 3.24-27).

Conclusão:

Eu não sei quais são as águas, rios ou fornalhas pelas quais você tem atravessado, mas eu sei que Deus tem uma palavra de encorajamento para sua vida nesses dias onde a crise tem sido intensa demais. Deus ministra ao seu coração machucado, dolorido e cansado três palavras de encorajamento:

• Você não precisa TEMER.
• Você PERTENCE a mim.
• Eu sou o seu SALVADOR.

Rolar para o topo