Vamos para o Outro Lado

SÉRIE: “AS PALAVRAS DE JESUS EM UM TEMPO DE TRANSIÇÃO”
VAMOS PARA O OUTRO LADO | 01/06
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“Naquele dia, ao cair da tarde, ele [Jesus] decidiu: vamos para o outro lado do mar. Eles [os discípulos] entraram no barco em que ele estava. Outros barcos foram atrás deles. De repente, uma tempestade violenta os envolveu. As ondas invadiam a embarcação, ameaçando afundá-la, enquanto Jesus, com a cabeça sobre um travesseiro, dormia na popa do barco! Os discípulos o acordaram, implorando: Mestre, não vais fazer nada? Nós vamos morrer! Jesus acordou e ordenou ao vento que acalmasse. Ele disse ao mar: Quieto! Sossegue! O vento virou brisa e o mar ficou em plena calmaria. Jesus repreendeu os seus discípulos: Por que tanto medo? Vocês não têm fé? Eles estavam apavorados e confusos e se perguntavam: Afinal, quem é este homem? Até o vento e o mar se acalmam quando ele ordena!” (Marcos 4.35-41)
Ir para o outro lado significa, metaforicamente, subir de nível na vida espiritual, andar com Jesus no sobrenatural, conhecer mais do “ambiente” onde Deus age e vive. É sair da esfera terrena que limita o homem às coisas naturais deste mundo e entrar no mar do desconhecido “sobrenatural” de Deus, onde o Senhor é visto e o seu poder é revelado. Ir para o outro lado é sair da margem do conformismo e entrar em um caminho muitas vezes de risco. É sair da margem da mediocridade e chegar à margem da conquista, da bênção, da provisão e da realização.
A palavra de Jesus em um tempo de transição para o nosso coração hoje é: VAMOS PARA O OUTRO LADO. Você toma posse dessa palavra hoje? Você está disposto a enfrentar as tempestades que virão para subir de nível na vida espiritual e experimentar o sobrenatural de Deus? O que podemos aprender com a experiência de Jesus e seus discípulos?
Ao ouvir as palavras de Jesus em um tempo de transição…
1. Agarre-se às suas PROMESSAS
“Naquele dia, ao cair da tarde, ele [Jesus] decidiu: vamos para o outro lado do mar…” (v.35)
Para Jesus promessa e realidade são a mesma coisa. O que ele fala, ele cumpre.
Josué, grande líder do povo de Israel, perto do final da sua missão, disse o seguinte: “Nenhuma promessa deixou de ser cumprida de tudo o que o Eterno falou ao povo de Israel. Todas se cumpriram.” (Josué 21.45)

“As promessas do Senhor são sementes que nunca morrem.”

Ao ouvir as palavras de Jesus em um tempo de transição…
2. Aproprie-se da sua PRESENÇA
“Eles [os discípulos] entraram no barco em que ele [Jesus] estava. Outros barcos foram atrás deles.” (v.36)
A presença de Jesus nas tempestades da vida é nossa âncora e nosso porto seguro. Davi, autor do Salmo 23, disse:
“Mesmo que a estrada atravesse o vale da morte, não vou sentir medo de nada, porque caminhas do meu lado. Teu cajado fiel me transmite segurança.” (Salmo 23.4)
Isaías ergueu a sua voz em nome de Deus e profetizou: “Mas agora esta é a Mensagem do Eterno, do Deus que fez você Jacó, daquele que o formou no início, Israel: não tenham medo, eu os redimi. Eu os chamei pelo nome. Vocês são meus. Quando estiverem atolados até o pescoço em problemas, estarei lá com vocês. Quando estiverem atravessando águas profundas, vocês não se afogarão. Quando estiverem entre a cruz e a espada, não será um beco sem saída, porque eu sou o Eterno, o seu Deus pessoal, o Santo de Israel, seu Salvador.” (Isaías 43.1-3)
Ao ouvir as palavras de Jesus em um tempo de transição…
3. Desfrute da sua PAZ
“De repente, uma tempestade violenta os envolveu. As ondas invadiam a embarcação, ameaçando afundá-la, enquanto Jesus, com a cabeça sobre um travesseiro, dormia na popa do barco!” (v.37-38)
Para chegar do outro lado é preciso saber desfrutar da paz de Jesus, mesmo que tudo ao seu redor esteja fora de lugar por causa de alguma tempestade. Jesus, depois de dizer aos seus discípulos sobre as lutas que enfrentariam na senda do discipulado, fez a seguinte declaração:
“Estou dizendo estas coisas para que, crendo em mim, vocês estejam inabaláveis e seguros e desfrutem a paz. Neste mundo mau vocês sempre terão dificuldades. Mas fiquem firmes! Eu venci o mundo.” (João 16.33)
O apóstolo Paulo, escrevendo sua carta aos crentes filipenses, deu a seguinte orientação: “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.” (Filipenses 4.6,7)
Ao ouvir as palavras de Jesus em um tempo de transição…
4. Confie no seu PODER
“Os discípulos o acordaram, implorando: Mestre, não vais fazer nada? Nós vamos morrer! Jesus acordou e ordenou ao vento que acalmasse. Ele disse ao mar: Quieto! Sossegue! O vento virou brisa e o mar ficou em plena calmaria. Jesus repreendeu os seus discípulos: Por que tanto medo? Vocês não têm fé? Eles estavam apavorados e confusos e se perguntavam: Afinal, quem é este homem? Até o vento e o mar se acalmam quando ele ordena!” (v.39-41)
Jesus repreendeu o vento e o mar e eles se aquietaram e se emudeceram. Não temos mais Jesus adormecido no rugido da tempestade, mas a tempestade adormecida aos pés do Senhor todo poderoso.

“Jesus repreendeu o mar pela sua fúria e, depois, repreendeu os seus discípulos pela falta de fé.”

Jesus mesmo disse aos seus discípulos: “… É-me dado todo o poder no céu e na terra.” (Mateus 28.18)
Conclusão:
Vamos para o outro lado. Não há mais tempo a perder! Deus tem urgência de vê-lo em um nível espiritual muito acima do que você está vivendo hoje. Não deixe que as dúvidas, as perdas, a enfermidade, seja lá o que for, o impeçam de chegar do outro lado do mar.
Ao ouvir as palavras de Jesus em um tempo de transição…
1. Agarre-se às suas PROMESSAS
2. Aproprie-se da sua PRESENÇA
3. Desfrute da sua PAZ
4. Confie no seu PODER

Rolar para o topo