Vença o Sofrimento (08/10/2015 – quinta)

SÉRIE: MAIS QUE VENCEDOR | 1/6
VENÇA O SOFRIMENTO
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
“No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 15.33)
Ninguém gosta de sofrer. No entanto, muitas pessoas têm buscado a religião para tentar amenizar um pouco do seu sofrimento. Cresce no meio evangélico a pregação de auto-ajuda que tem criado uma atitude não-bíblica entre os crentes com relação aos sofrimentos e adversidades. Muitos cristãos acham que as adversidades não devem fazer parte de sua vida e as entendem como sinal de pecado ou maldição.
Todavia, esta não era a mentalidade de Cristo e dos seus primeiros seguidores. Disse Jesus: “No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”. Você está passando por aflições? Estas aflições o têm abatido e lhe roubado a coragem e o ânimo de viver? Gostaria que você me acompanhasse atentamente nessa reflexão. Quero lhe apresentar princípios bíblicos que o ajudarão a vencer o sofrimento.
Porém, antes de apresentar esses princípios, quero conduzi-los ao entendimento do porque sofremos. A grande questão é por que sofremos?
a) O sofrimento pode ser por causa da nossa IDENTIFICAÇÃO com Cristo.
“Se o mundo odeia vocês, lembre-se que ele me odiou primeiro… Se vocês fossem do mundo, o mundo os amaria por vocês serem dele. Mas eu os escolhi entre as pessoas do mundo, e vocês não são mais dele. Por isso o mundo odeia vocês.” (João 15.18-19 NTLH)
A palavra “mundo” representa a sociedade decaída e revoltada contra Deus, sob o comando de Satanás que odeia e persegue a Cristo e os seus discípulos. Jesus nos lembra:
“Não é o servo maior do que o seu Senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós.” (João 15.20)
Quanto mais nos identificamos com Cristo, mais sofrimentos enfrentaremos.
b) O sofrimento pode ser por causa da nossa DESOBEDIÊNCIA.
Como cristãos somos filhos de Deus. Porém, não somos filhos perfeitos e vivemos sempre em desobediência à vontade de Dele. Em desobediência, Deus nos disciplina e nos corrige com adversidades e provações com o desejo de nos tornar mais semelhantes a Ele. A Bíblia nos diz:
“… O Senhor corrige quem Ele ama e castiga quem Ele aceita como filho… Deus nos corrige para o nosso próprio bem, para que participemos de sua santidade.” (Hebreus 12.6,10 NTLH)
O sofrimento pode ser uma prova de amor e zelo paternal.
c) O sofrimento pode fazer PARTE do PLANO de Deus para nossa vida.
O sofrimento pode fazer parte do plano de Deus para nossa vida. Como servos de Deus podemos esperar o sofrimento como parte do plano soberano de Deus. Pedro, diz que não devemos estranhar o sofrimento como se esse fosse algo estranho:
“Amados, não se surpreenda com o fogo que surge entre vocês para os provar, como se algo estranho lhes estivesse acontecendo”  (1ª Pedro 4.12)
O apóstolo Paulo conclui:
“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Romanos 8.28)
Desta forma, como podemos então lidar com o sofrimento? Disse Jesus: “No mundo passais por aflições”. Dois fatos se acham envolvidos nesta declaração de Jesus.
Primeiro
– Que enquanto vivermos neste mundo estamos vulneráveis às aflições.
Viver é enfrentar dificuldades e resolver problemas.
Segundo
– Assim como a vida passa e o mundo passa, também as aflições são passageiras.
Não “ficamos” em aflições, mas “passamos” por aflições. A principal pergunta que devo fazer ao passar por aflições é “como devo reagir?” A minha reação, positiva ou negativa, é o grande segredo para vencer o sofrimento.
Quero apresentar a seguir alguns princípios bíblicos que podem no ajudar a vencer o sofrimento.
Para vencer o sofrimento…
1. Busque ENTENDER qual é a sua RAZÃO.
Você precisa pedir a Deus discernimento para entender o propósito e o motivo do seu sofrimento. Você está sofrendo porque obedece ou desobedece a Deus? Há sofrimentos que não são legítimos na vida de um cristão. Podemos sofrer em razão da nossa fé e testemunho, mas não por causa de uma vida de pecados. O apostolo Pedro diz:
“Se algum de vocês sofre, que não seja como assassino, ladrão, criminoso ou como quem se intromete em negócios alheios… Contudo, se sofre como cristão, não se envergonhe, mas glorifique a Deus por meio desse nome.” (1ª Pedro 4.15-16)
A questão não é o sofrimento, mas a causa dele. Há pessoas que são causadoras do seu próprio sofrimento. Esse tipo de sofrimento não produz glória, mas vergonha; não resulta em benção e recompensa, mas em maldição e condenação.
Para vencer o sofrimento…
2. Busque ter PAZ em Cristo.
Antes de falar e reconhecer que no mundo passaríamos por aflições, Jesus disse:
“Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz…” (João 16.33)
A paz de Jesus é a tranquilidade que preciso para enfrentar os dias de sofrimento. Essa paz é íntima, pessoal e necessária para tempos de sofrimento.
Para vencer o sofrimento…
3. Tenha BOM ÂNIMO
Diante do sofrimento você não deve esmorecer, perder a coragem, desanimar. “Mas tende bom ânimo”, declarou Jesus. Por qual razão preciso ter bom ânimo? Por uma razão teológica e escatológica. A razão teológica é que Cristo venceu o mundo e Ele nos transmite a sua vitória pela fé, pois:
“… todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.” (1ª João 5.4)
Há também uma razão escatológica pela qual devemos ter bom ânimo:
“Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós.” (Romanos 8.18)
O sofrimento atual é temporário, enquanto a glória futura é eterna. Paulo escreveu aos Coríntios:
“Pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles.” (2ª Coríntios 8.18)
Conclusão:
Para vencer o sofrimento…
1. Busque ENTENDER qual é a sua RAZÃO;
2. Busque ter PAZ em Cristo;
3. Tenha BOM ÂNIMO.

 

Rolar para o topo