Estudo 19 – Assumindo Nossa Posição

Estudo 19 – ASSUMINDO NOSSA POSIÇÃO
Semana de 10 a 16 de julho de 2022
Clique aqui e faça o download do estudo em PDF

“Não deem lugar ao diabo.” (Efésios 4.27)

“Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.” (1ª Pedro 2.9)

Entender Batalha Espiritual é entender que ocupação envolve posicionamento, e, principalmente, posicionamento em nossa vida pessoal. Quando o soldado está fora da posição, ele fica à mercê do inimigo. Quem não é guerreiro é uma vítima. Nessa guerra não há como ficar neutro. Então, o que você precisa fazer?

1. ASSUMA SUA POSIÇÃO DE FILHO (Efésios 1.5-6). Assuma sua postura de Filho de Deus. E ser filho de Deus não é apenas uma questão de identidade, de saber quem eu sou, mas sim uma questão de posicionamento e ação, ou seja, precisamos VIVER como filhos! Somos filhos de Deus, recebemos um novo nome, uma nova herança. “Pois, se vocês viverem de acordo com a carne, morrerão; mas, se pelo Espírito fizerem morrer os atos do corpo, viverão, porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temerem, mas receberam o Espírito que os torna filhos por adoção, por meio do qual clamamos: ‘Aba, Pai’. O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus. Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos, para que também participemos da sua glória” (Romanos 8.13-17).

2. ASSUMA SUA MISSÃO DE RECONCILIADOR. “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas! Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não levando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação. Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo suplicamos: Reconciliem-se com Deus” (2ª Coríntios 5.17-20). Como filhos temos uma missão, um chamado e um ministério: da Reconciliação. Somos embaixadores de Cristo. Neste mundo marcado pelo ódio, pela guerra e por relacionamentos quebrados entre o homem e Deus e entre o homem e seu próximo temos um ministério glorioso, o ministério da reconciliação.

3. ASSUMA SUA POSTURA DE SAL E LUZ. “Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens. Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. E, também, ninguém acende uma candeia e a coloca debaixo de uma vasilha. Pelo contrário, coloca-a no lugar apropriado, e assim ilumina a todos os que estão na casa. Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus” (Mateus 5.13-16). Um verdadeiro seguidor de Jesus não é influenciado, mas sim influenciador. O sal preserva, dá sabor e provoca sede. A luz é símbolo da verdade, da pureza, de vida, de direção, de alerta e de calor.

4. ASSUMA UMA POSTURA DE SANTIDADE. “Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença” (Efésios 1.4). Não somos escolhidos para viver na lama, mas para viver em santidade, sem qualquer espécie de mancha. “Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: Sejam santos, porque eu sou santo” (1ª Pedro 1.15-16). A santidade é uma das suas melhores armas contra as trevas. É preciso resistir ao pecado e viver em santidade, tendo uma vida irrepreensível.

Rolar para o topo