Estudo 23 – Desfrute Plenamente da Paternidade Divina

Estudo 23 (2021) – Desfrute Plenamente da Paternidade Divina
Série: PATERNIDADE
Semana de 22 a 28 de agosto
(Clique aqui e faça o download do arquivo)

“Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus.” (Mateus 18.3)

Nosso desejo é que você verdadeiramente desfrute de um relacionamento íntimo com Deus Pai mantendo protegido em seu coração a sua identidade de filho amado. Se não nos esforçarmos para sair da superficialidade, poderemos ser tentados a enxergar o nosso Pai como um Deus distante, exigente, cruel, vingativo, etc. No entanto, quanto mais nos empenhamos em conhecê-lo, a Sua própria presença traz entendimento e saciedade para nossa alma. Como está no versículo que acabamos de ler, a verdade bíblica sobre Deus é que Ele, como um bom e amoroso Pai, deseja que sejamos como crianças, vivendo, juntos, uma relação de confiança, dependência e amor. Assim, vejamos a seguir três verdades para que possamos desfrutar plenamente da paternidade divina.

Para desfruta plenamente da paternidade divina…

1. Entenda o CUIDADO do Pai. “Voltarão com choro, mas eu os conduzirei em consolações. Eu os conduzirei às correntes de água por um caminho plano, onde não tropeçarão, porque sou pai para Israel e Efraim é o meu filho mais velho.” (Jeremias 31.9). Deus é um pai cuidadoso. Por vezes, pessoas escolhem tomar seu próprio caminho e fazer as suas próprias escolhas, e acabam colhendo consequências amargas, assim como o povo de Israel na ocasião do exílio. No entanto, a promessa de Deus é endireitar as nossas veredas e nos dar vida abundante! Você nunca estará perdido seguindo Deus, porque Ele guia, cuida e protege você.

2. Entenda o AMOR do Pai. “Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá.” (Salmo 27.10). Deus é um Pai amoroso. Falar sobre a característica amorosa de Deus Pai sempre será insuficiente porque Ele é amor, e, sendo assim, podemos apenas tentar imaginar a plenitude do que é ser amado pelo próprio amor. Deus nos convida para experimentarmos desta profundidade sem fim, que é ser acolhido por Ele. Ele é um Pai amoroso e acolhedor. Ele simplesmente ama te ouvir, mesmo quando as coisas não estão indo bem. Ele te escuta, atentamente, entende seus sentimentos, e, antes de qualquer palavra, te chama para os seus braços. E é neste lugar, que Ele começa a derramar palavras de afeto, de afirmação, e também de ajustes. É nos braços desse Pai amoroso, que conseguimos nos sentir seguros. Quando chegamos nestes braços do Abba, a única certeza que temos é que sairemos desse lugar de abrigo transformados pelo Seu amor.

3. Entenda a GENEROSIDADE do Pai. “Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos, para que também participemos da sua glória.” (Romanos 8.17). Deus é um Pai generoso. O pai generoso tem uma herança para você: Você é perfeito aos olhos de Deus (Hebreus 10.14), Você tem acesso ao Pai a qualquer momento (Efésios 2,18), você nunca será abandonado pelo Aba (Hebreus 13.5), você tem bênçãos espirituais disponíveis (Efésios 1.3), você está muito além do poder do mal (colossenses 1,13) e além da condenação eterna (Romanos 8.1). Apesar da dor e do sofrimento, que tantas situações geram em nosso coração, seja fiel, como Ele é a você, e você certamente participará da Sua glória.

CONCLUSÃO: Você é uma criança, um filhinho, do nosso Aba Pai. Que nada nem ninguém jamais arranque do seu coração esta verdade absoluta! E nunca duvide que Deus Pai está em toda parte (Salmo 139.7-10), à procura de seus filhos (João 4.23) e nunca se esquece de nenhum deles (1ª Timóteo 2.4; Isaías 49.15-16), nem está ocupado (salmo 145.18), pelo contrário, Ele ama suprir suas necessidades (Mateus 7.11).

• Para reflexão: Você tem desfrutado da totalidade do Aba Pai na sua vida ou existe algum aspecto desta relação com Ele como seu Pai que pode melhorar?

• Para oração: Vamos orar para que esse amor do Pai seja avivado sobre a face da terra, lançando fora toda orfandade ou distorção do que é o verdadeiro amor.

• Para aplicação: Nesta semana tire um tempo a sós e convide o Pai para estar contigo, seja numa caminhada, seja para tomar um bom café ou no seu quarto de oração. Peça a Ele uma nova experiência de amor.

• Para indicação: Leitura do livro “PATERNIDADE BEM RESOLVIDA”, de Fabiano Ribeiro, Editora Inspire.

Rolar para o topo