A Cultura do Respeito

INVESTINDO EM GRANDES RELACIONAMENTOS
A CULTURA DO RESPEITO | 06/08
mensagem pregada pelo Pr. Vicente Bomfim
Continuamos na série sobre GRANDES RELACIONAMENTOS! Ela tem te ajudado a se relacionar melhor neste Ano de Amar? Já vimos – O alvo da vida; O poder da paciência; O melhor dos outros; Zerando as rivalidades; Destronando o ego. Hoje veremos a sexta mensagem desta série – A CULTURA DO RESPEITO.
Se tem uma coisa que preciso ressaltar logo de inicio é que os relacionamentos determinam sua felicidade ou tristeza. Eles são a fonte tanto de grandes prazeres como de grandes sofrimentos.
Os psicólogos dizem que a maioria dos problemas emocionais tem suas raízes em relacionamentos errados. Então, os relacionamentos determinam nosso sucesso ou nosso fracasso! A cultura do respeito é uma mensagem sobre como dar e receber respeito!
“O amor não é grosseiro.” (1ª Coríntios 13.5, NTLH)
“O amor tem boas maneiras.” (1ª Coríntios 13.5, Phillips)
“Respeitem todas as pessoas.” (1ª Pedro 2.17a, NTLH)
Quem já viu uma pessoa fazendo um barraco por que foi contrariado? É uma cena deprimente! Não há dúvidas sobre isto, a grosseria está em alta. As pessoas estão mais grosseiras com as outras, física e verbalmente, do que em qualquer outro tempo. Até parece que a cortesia tão comum, não está tão comum em nossos dias. Isto é um fenômeno mundial. Devido ao stress e a corrida do dia a dia, cada vez mais, a pressão aumenta e com ela o destrato.

  • Artigo do Wall Street Jornal – O Que Aconteceu Com a Cortesia Tão Costumeira?
  • Artigo da Revista Time – Que Está Acontecendo Com a Boa Prestação de Serviços?
  • O jornal USA Today – O Declínio da Civilidade – Revivendo a Cortesia Costumeira
  • USA News – Grosseria Está se Tornando uma Ocorrência Comum na Vida Americana. Se você não Gosta Disso, Engula! Ou, cuide de sua própria vida ou caia fora.

O que tem te deixado tão irritado ultimamente? A rudeza parece que tem aumentado! Vou lhe mostrar algumas coisas que possivelmente pode estar te irritando ao ponto de você ser grosseiro com as pessoas.

  • Pessoas que telefonam para você e perguntam: “Quem está falando?!” antes de se identificar.
  • Pessoas que buzinam no tráfego congestionado, quando não se “anda”. Este é o “Idiota do ano”. De que adianta buzinar se não há como ir para lugar nenhum?
  • Pessoas que ouvem “Funk” bem alto, na barraca de praia ou no carro, enquanto você esta dormindo.
  • Permitir que os filhos “perturbem” os outros na igreja.
  • Pessoas com mais de 10 itens num Caixa Rápido do supermercado que só permite 10.
  • Pessoas que se sentam no meio da igreja e saem antes de terminar.
  • E o campeão geral… Motoristas que vêm de outra direção e tomam a vaga de estacionamento que estou me preparando para entrar. Ou que não pegam a fila correta de acesso a rodovia e querem passar à frente, em cima da entrada.

A Bíblia diz em 1ª Coríntios 13.5(NTLH): “O amor não é grosseiro”. A tradução de J. B. Phillips – Cartas para Hoje diz: “O amor tem boas maneiras”. O que é rudeza, grosseria?  É simplesmente falta de respeito para com os outros. A rudeza significa que não me importo em nada com você. Eu penso só em mim. Não importa o que os outros pensem, se magoa você ou não. Você pode resumir grosseria numa só palavra: “egoísmo.” O mundo está ficando cada vez mais rude. A Bíblia diz: “O amor não é rude.”

“Sua reação diante de uma correção, vai revelar sua maturidade.”

O remédio para a grosseria está em 1ª Pedro 2.17: “Respeitem todas as pessoas.” (1ª Pedro 2.17)
Circule “todas”. Todo mundo. Seus filhos, marido/esposa, o bobo no trabalho, pessoas que nem mesmo conheço, madrastas, não crentes, ateístas, governo – todo mundo! Você sabe que todos, são todos. Pessoas que não gosto, Pessoas que não conheço, Pessoas que não concordo.

“Respeito é como bumerangue, se eu não enviar, nunca terei de volta!”

Por que devo tratar todas as pessoas com respeito?

  • Porque Deus CRIOU a todos.

“No entanto, fizeste o ser humano inferior somente a ti mesmo; e lhe deste a glória e a honra de um rei.” (Salmo 8.5, NTLH)
A Bíblia diz que as pessoas são a coroa da criação. Mesmo os desprezíveis, pessoas rabugentas, indesejáveis – Deus diz: “Eu as fiz”. Porque todos somos criaturas de Deus, merecemos respeito. Tendemos a ser simpáticos com as pessoas que consideramos mais importantes que nós mesmos no status social. Tendemos a ser rudes com as pessoas que pensamos que estão abaixo de nosso status.
Mas Deus diz: todas são minhas. Seja respeitoso com todos. Seja respeitoso com o Presidente ou com o mendigo da rua, o chefe ou o sem-teto. Deus fez a todos.
Por que devo tratar todas as pessoas com respeito?

  • Porque Jesus MORREU por todos.

“Deus pagou um resgate para livrar vocês (…) Ele pagou por vocês o precioso sangue de Cristo.” (1ª Pedro 1.18-19, BV)
Isto mostra o quão valioso o ser humano é. A cruz revela o valor que Deus dá às pessoas. Eu posso não pensar bem sobre uma pessoa, mas Deus pensa. Ele avaliou bem as pessoas para mandar Jesus morrer por elas. Em Mateus 25, Ele nos diz que iremos a julgamento baseado em como tratamos as pessoas.
“Pois eu estava com fome e vocês me deram comida; estava com sede, e me deram água; (…) estava doente e cuidaram de mim; estava na prisão e foram me visitar. Então os bons perguntarão: “Senhor, quando fizemos isso para Ti?”. Jesus dirá: “…quando vocês fizeram isso ao mais humilde dos meus irmãos, de fato foi a mim que o fizeram”.
Isto é muito importante. Jesus morreu por todos e Deus criou a todos.
Por que devo tratar todas as pessoas com respeito?

  • Porque revela que eu CONHEÇO a Deus.

Como você sabe se é um crente verdadeiro? Olhe seus relacionamentos. A bíblia diz:
“Mas se alguém não ama nem é bondoso, isso demonstra que ele não conhece a Deus. Porque Deus é amor.” (1ª João 4.8, BV)
Posso estar bem firme em relação às doutrinas e à fé, conhecer bem a Bíblia, se não tiver amor, isso não vale nada. Jesus era gracioso com as pessoas. Ele protegia a dignidade das pessoas.
Certa vez os fariseus trouxeram à Sua presença uma senhora que fora flagrada no ato do adultério. Jogaram-na aos pés de Jesus. Eles eram incrivelmente grosseiros. Eles possuíam fortes doutrinas e eram por demais grosseiros. A primeira coisa que Jesus fez foi proteger a dignidade da mulher. Ele a defendeu diante deles. Ele disse: “Quem dentre vocês não tiver pecado que atire a primeira pedra”.
Eles saíram dali, e, particularmente, Jesus conversou sobre o pecado com a mulher. Jesus sempre deu respeito às pessoas mais desrespeitadas da sociedade. Os fariseus não podiam suportar aquilo. Eles disseram em Lucas 15.2 que Jesus participava de festas com os pecadores. Jesus comia com eles. As pessoas mais desrespeitadas eram os cobradores de impostos, prostitutas e leprosos. Ele fazia amizade com todos eles. Ele os tratava com dignidade e respeito e os fariseus não suportavam aquilo.
Se esse foi o modo como Jesus tratava as pessoas, e, se Jesus está realmente em mim, não faz o maior sentido que eu trate a todos do mesmo jeito que Jesus tratou? Sim. Você pode ter todas as doutrinas corretas, mas se você é correto e ao mesmo tempo rude – você está errado! O amor não é rude. E aquele que não tem amor não conhece a Deus.
Por que devo tratar todas as pessoas com respeito?

  • Porque vou COLHER o que plantei.

“A colheita que um homem faz na vida depende inteiramente daquilo que semeia.” (Gálatas 6.7, Phillips)
Este é o princípio de plantar e colher. É uma lei recíproca da vida: o que você semeia, ceifa; o que você planta, colhe; o que vai, vem. A questão é esta: o que na vida você precisar, dê. É assim que você recebe. Você quer ser respeitado pelos outros, então respeite. O que você dá é o que recebe. Se você quer ser tratado com cortesia, trate desse jeito os outros. Você quer que as pessoas sorriam para você, então sorria para elas. Mas se você é rude com os outros, o que você acha que eles serão com você? Rude.

UMA LEI: O QUE VOCÊ PLANTA, VOCÊ COLHE!

Como eu respeito e sou respeitado? O modo como eu dou é o modo como recebo. E o modo como você recebe respeito é o modo como você respeita. A Bíblia diz: “O amor não é rude”. Uma das coisas especiais sobre a cortesia é que ela faz a vida ficar mais fácil e mais feliz.

“Boas maneiras é o jeito feliz de se fazer as coisas”.

Pessoas corteses são pessoas felizes. Pessoas rudes nunca são felizes. Eles estão sempre infelizes. Carregam um fardo muito pesado. Estão zangados todo o tempo.
“Quem faz o bem aos outros, a si mesmo o faz. Não vale à pena ser rude.” (Provérbios 11.17)
Você nunca alcançará os resultados desejados. Nunca. Qualquer empresa sabe disso. Um empresário de sucesso conhece muito bem isso. Se você não trata os clientes com respeito, eles não voltarão. Muitos de vocês são negociantes. Se você quer que seu negócio prospere, a regra é simples: trate as pessoas com respeito. A despeito do que você vende, dê atenção à qualidade do serviço e trate as pessoas com amabilidade, cortesia e respeito. Isso vai fazer a sua empresa brilhar tão intensamente na sociedade que você não vai acreditar!
Há poucas empresas que usam de cortesia em nossos dias. Se você der mais atenção ao serviço do que no produto, você terá sucesso. O que você estiver dando é o que você receberá de volta. Você recebe o que dá.
CINCO FORMAS DE RESPEITAR E SER RESPEITADO:
1. Fale sempre a VERDADE em AMOR
Início com o “falar” porque o caminho primário como somos rudes é através de nossas palavras.
“… como é boa a palavra certa na hora certa!” (Provérbios 15.23, NTLH)
O autor fala aqui sobre delicadeza. Delicadeza é pensar antes de falar. A forma como você fala pode aumentar ou diminuir o sentido do que você quer dizer. Você pode dizer a mesma coisa de cinco ou seis maneiras diferentes e ela vai ser recebida de modo diferente mesmo se tratando das mesmas palavras.
Se você vai aprender sobre relacionamentos, o fundamental é a delicadeza. Este é o segredo. Aprenda a dizer as coisas da forma correta. Delicadeza é o lubrificante relacional. Minimiza atritos entre as pessoas. Alguém disse:

“QUANDO VOCÊ USA TATO, VOCÊ SE RETRATA MENOS.”

Definições de tato:

  • Tato é o que você pensou, mas não disse.
  • Tato é a habilidade de dizer a verdade sem fazer inimigos.
  • Tato é tratar a todos como se eles soubessem o que estão dizendo quando não sabem.
  • Tato é a arte de dizer às pessoas que elas são abertas quando apenas têm um buraco na cabeça.
  • Tato é mudar de assunto sem mudar de opinião.

Se a Bíblia fosse definir tato, eu citaria Efésios 4, “Falando a verdade em amor”. Quando você for falar com os outros seja delicado e não apenas sincero.
“O falar amável é árvore da vida, mas o falar enganoso esmaga o espírito.” (Provérbios 15.4)
A pessoas que dizem, “Varas e pedras podem quebrar meus ossos, mas as pessoas, nunca vão me ferir” – não estão falando a verdade. Pessoas machucam. E machucam mais do que pedras e varas. Você pode quebrar um osso, mas ele estará curado em algumas semanas. Mas alguém que tenha sido ferido emocionalmente, vai demorar anos para sarar as cicatrizes. Dói mais quando se fere alguém emocionalmente do que fisicamente. Precisamos ser delicados tanto quanto sinceros.
Você já encontrou alguém que se orgulha em ser grosseiro? “Eu digo e o que tenho de dizer, e que se dane o resto!”. Isto não é franqueza, é grosseria. Significa que você é inseguro e se importa muito pouco com as pessoas. As pessoas são chamadas não apenas para serem francas, mas delicadas. Muitas vezes você precisa dizer algo com precisão e com tato.
Como o homem que chegou para o pastor, depois do sermão sobre “A Parábola dos Talentos” e disse: “Pastor, meu talento é falar o que penso”. O pastor responde: “Este é um talento que você deveria enterrar”.
Antes de ser franco com os outros, você precisa parar e perguntar a si mesmo: “Por que estou dizendo isto? Estou sendo franco para diminuir alguém? Isso vai me fazer bem por tentar jogar alguém lá embaixo? O que estou para dizer vai construir relacionamentos ou destruí-los? Qual é o motivo para eu falar assim? Por que estou dizendo isto? Só para botar minha raiva para fora e dizer – Seu bobo! – ou estou agindo com tato e delicadeza?”. Quando as pessoas falarem com você, seja delicado e não apenas sincero.
2. Busque a EXCELÊNCIA e não a PERFEIÇÃO.
“Como vocês querem que os outros lhes façam, façam também vocês a eles.” (Lucas 6.31)
Esta é a Regra de Ouro. Você gosta que as pessoas reclamem com você? Não. Você deseja que elas sejam compreensivas. Assim, você deve tratar os outros como deseja que eles lhe tratem. Seja compreensivo e não “reclamão”.
Como você trata as pessoas que lhe servem? Um dos grandes testes do caráter cristão é como você trata o garçom ou a garçonete. Eles dizem que as pessoas mais grosseiras que já serviram faziam estudos bíblicos em seus restaurantes. Não davam nenhuma gorjeta e eram grosseiros. Como você trata sua secretária, funcionários, ou aquela pessoa na lanchonete que fala errado? Você é compreensivo ou exigente? Eric Hoffer disse:

“A grosseria é a imitação do forte feita por um homem fraco.”

O homem que está querendo ser “macho”, frio, forte e é grosseiro com os outros. Ele é fraco. A grosseria sempre é uma indicação de fraqueza. O segredo de um bom serviço é tratar as pessoas com respeito.
Considerar os sentimentos das pessoas. Ser solidário com o estresse dos outros. Quando estiver sendo servido por uma garçonete, ela pode já ter servido a quinze clientes irritantes antes de você. Ela pode não estar se sentindo bem por estar tendo um dia duro. Seja compreensivo e não exigente.
“Quem tem coração sábio é conhecido como uma pessoa compreensiva; quanto mais agradáveis são suas palavras, mais você consegue convencer os outros.” (Provérbios 16.21, NTLH)
Quer ser mais persuasivo com seus filhos? Quer ser mais persuasivo com seu marido ou esposa ou chefe ou funcionários? A Bíblia diz que o caminho da persuasão é ser agradável. Nunca sou persuasivo quando estou irritado. Você consegue pegar mais moscas com mel do que com vinagre. É o ser polido que muda as pessoas, não a grosseria. Seja compreensivo e não exigente. O melhor lugar para praticar isso é em casa.
Frequentemente somos mais polidos com os estranhos do que com as pessoas com quem convivemos no dia a dia. Dizemos coisas rudes e agimos com grosseria para com as pessoas que mais amamos. Cortesia é mostrar amor nas pequenas coisas. Alguém disse:

“Cortesia é feita de pequenos sacrifícios.”

Isto é o que boas maneiras significam – pequenos sacrifícios. São as pequenas coisas que mais nos irritam. Grosseria pode matar um casamento. Você se lembra como era cortês na época em que namorava? Esperar perfeição é esperar frustração. Trabalhe para que todos cresçam em excelência!
3. Quando você DISCORDAR das pessoas seja HONESTO e não JUÍZ.
Como cristão, há muita coisa no mundo das quais eu discordo, muita coisa que acontece, estilos de vida, comportamentos.
Há muitas coisas que acontecem no mundo que eu não concordo. Mesmo algumas coisas que você, como cristão faz, com as quais eu não concordo. Às vezes não concordamos uns com os outros. Será que devo ser como um investigador, procurando policiar as pessoas? Não, Paulo disse em sua carta aos Romanos 14.12-13 nos diz o que devemos fazer:
“Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus. Portanto deixemos de julgar uns aos outros. Em vez disso, façamos o propósito de não colocar pedra de tropeço ou obstáculo no caminho do irmão.” (Romanos 14.12-13)
Duas coisas eu preciso lembrar quando discordo de alguém, seja no comportamento, padrões ou o que for.

  • Preciso entender que todos nós prestaremos contas a Deus um dia. Todos nós.
  • Eu não sou Deus. Não vai haver créditos para mim.

O mundo descrente não vai se justificar comigo. É com Deus. Eles se justificam uns para os outros. Mas eu não sou Deus. Até mesmo os cristãos discordam uns dos outros em muitos casos. Mas podemos discordar sem ser desagradáveis.
Podemos ter vários pontos de vista e opiniões sem sermos desagradáveis, e você, desse modo, não precisa ser devastador com as pessoas das quais você discorda. O mercado cristão de livros encontrou um mercado que adquire livros de cristãos que atacam outros cristãos. Isso é ruim. Algumas coisas são verdadeiras, mas o que se faz é de maneira tão rude e não amorosa que se torna errado. Creio que o mundo ri e zomba de nós quando nos atacamos como cristãos. O amor não é rude.
“Pois, onde há inveja e egoísmo, haverá também confusão (…) A sabedoria que vem do céu é (…) pacífica, bondosa e amigável.” (Tiago 3.16-17, NTLH)
É, na verdade, a sabedoria vinda de Deus que produz paz, gentileza e amizade. Quando você encontra dois cristãos discutindo acirradamente sobre doutrinas, como descobrimos quem está certo? Fácil! A sabedoria que vem do alto é pacífica, gentil e amigável, não argumentativa, destrutiva e devastadora.

“QUANDO VOCÊ LANÇA A SETA DA VERDADE VOCÊ DEVE MOLHAR A PONTA DA SETA COM MEL.” (Rick Warren)

Honestidade, verdade, com amor e graça! Na hora da pressão é desafiador. Neste ponto para sua saúde e seu relacionamento, você precisa de equilíbrio. Não se trata de… Não falar, este não é o ponto, tem que falar, mas… na hora certa e da forma certa. De ficar quieto, pare de fugir das pessoas que você simplesmente não gosta. De tentar ser o que você não é. De julgar as pessoas, pelo que você “pensa” a respeito delas. Você precisar ser HONESTO.
Não adianta você ter um temperamento introspectivo e acuado e achar que somente isto vai conquistar as pessoas da sua vida. As pessoas gostam de pessoas verdadeiras, reais, honestas, que sabem o que você está pensando.
4. Quando COMPARTILHAR sua fé, RESPEITE as pessoas e não as REJEITE
É um dos versos-chave em que a igreja é fundamentada – é a filosofia do nosso ministério. O que fazemos aqui aos domingos é baseado neste versículo.
“Sejam sábios na maneira de agir com os que não crêem (…) Que as suas conversas sejam sempre agradáveis e de bom gosto e que vocês saibam também como responder a cada pessoa.” (Colossenses 4.5-6, NTLH)
Seja prudente, sábio. Cuidado para não ganhar o argumento e perder a pessoa. É incrível como algumas pessoas podem pegar a mensagem positiva mais importante do mundo – as Boas-novas – e mudá-la numa mensagem negativa.
Batem na cabeça dos outros com o Evangelho. Como conseguem fazer isso, não sei. Muito do evangelismo é sutilmente derrubado. Por palavras como: “Eu sou salvo, mas você não é. Eu sou bom, você é mau. Eu estou numa boa, você na pior.” Às vezes nem mesmo é sutil.
A definição de evangelismo feita por Billy Graham: “Evangelismo, compartilhar as Boas-novas! É um mendigo dizendo a outro mendigo onde encontrar pão”. É isto. Não sou melhor que ninguém, mas encontrei algo que quero compartilhar com os outros.
Quando compartilhar sua fé, você precisa respeitar as pessoas e não rejeitá-las. Como pastor, fico embaraçado com algumas expressões dos pregadores pela TV. Falam de uma forma condenatória usando forte expressões de raiva. Auto-justiça. A mensagem como um todo é um gigante derrubado.
Não é de estranhar que muita gente não entenda o amor de Deus; eu mesmo não entenderia. Jesus nunca falou para as pessoas desse jeito. Ele era amável, gentil, generoso e respeitador. Os fariseus falavam daquele jeito, Jesus, não.
Observe bem o que se diz, quando compartilha as boas novas com alguém… Tente fixar suas respostas nas necessidades dos outros. Comece com a necessidade deles. Como as Boas-novas podem ajudá-los? Não use abordagem enlatada.
“Estejam sempre preparados para responder a qualquer pessoa que lhes pedir a razão da esperança que há em vocês. (…) façam isso com mansidão e respeito…” (1ª Pedro 3.15-16)
Quando compartilhar, deixe sua luz brilhar.
5. Quando as pessoas forem RUDES com você, PONDERE sua resposta.
Cuidado com o ímpeto. Conte até 10… Ore… ouça… Não responda com grosseria. Isso só põe óleo na fogueira. Quando alguém é rude comigo, também quero ser rude com ele. É desse jeito, quero ser grosseiro. E Deus me deu uma mente rápida, de modo que provavelmente eu possa ser grosseiro. Mas não funciona. Grosseria não adianta nada. Gentileza, sim. A Bíblia diz:
“Não paguem a ninguém o mal com o mal (…) mas vençam o mal com o bem.” (Romanos 12.21)
O sábio popular escreveu nos muros da cidade do Rio: “Gentileza, gera gentileza!”
Conclusão:
Você precisa mudar? Como está o seu temperamento? Em especial precisa se retratar com alguém de seu relacionamento? Quanto mais máquinas agem como pessoas, mais pessoas estão agindo como máquinas. Na medida em que o nosso mundo fica mais e mais populoso o estresse aumenta e as pessoas se tornam rudes.
Estudos têm mostrado que quanto mais estressadas as pessoas ficam, quanto mais estressante é o trabalho, mais grosseiras as pessoas tendem a ser. Com a geração do “me”, os valores são assim colocados:

“Faça a sua parte e esqueça das outras pessoas.”

Estamos vivendo a década da grosseria. Desafio você a juntar-se a mim numa revolução pela polidez. Vamos agir juntos nessa direção. O amor não é rude, é polido. Uma coisa em que você vai ser julgado é sobre como você tratou as pessoas.
Desejo que as famílias sejam mais simpáticas, cordiais e delicadas possíveis. Quando as pessoas começam a fazer parte da nossa família igreja, quero que elas possam dizer: “Eles amam as pessoas que chegam. Não importa o que vistam, ou como se pareçam, eles são amigáveis. Eles oferecem seus assentos na igreja, sua vaga no estacionamento, realmente são amigos.”
Isto é o que Deus quer de nós. Trabalhe nisto esta semana. Comece em casa e aqui na igreja. Plante e cultive a cultura do respeito.

 

Rolar para o topo