A Fé que Move Montanhas

40 DIAS DE FÉ – 05/09
A FÉ QUE MOVE MONTANHAS
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho
“Então os discípulos aproximaram-se de Jesus em particular e perguntaram: Por que não conseguimos expulsá-lo? Ele respondeu: Por que a fé que vocês têm é pequena. Eu lhes asseguro que se vocês tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: ‘Vá daqui para lá’, e ele irá. Nada lhes será impossível.” (Mateus 17.19-20)
Há todo um contexto por trás do texto que acabamos de ler, porém, nesta manhã, quero me concentrar na seguinte expressão de Jesus: eu lhes asseguro que se vocês tiverem fé do tamanho do grão de mostarda poderão mover montanhas (…) nada lhes será impossível. Jesus não está se referindo a montanhas literais, mas a obstáculos maiores e mais poderosos. As montanhas são usadas simbolicamente na Bíblia para descrever forças poderosas, tarefas enormes e barreiras impenetráveis. Quais são as montanhas que você precisa remover pela fé nesta manhã? Fazendo um honesto exame da sua vida, quais são as barreiras que precisam cair diante de você ao exercitar a fé que move montanhas?
No texto que lemos, podemos encontrar alguns aspectos bem peculiares que fazem parte da vida daqueles que têm uma é que move montanhas. Através da exortação de Jesus aos seus discípulos, conseguimos identificar o que torna a nossa fé numa fé capaz de mover montanhas.
A fé que move montanhas…
1. Manifesta quem GOVERNA a nossa vida
“Respondeu Jesus: Ó geração incrédula e perversa, até quando estarei com vocês? Até quando terei que suportá-los?…” (Mateus 17.17)
Jesus levanta a voz contra a incredulidade daqueles que andavam com Ele. Por quê? Porque o governo de Cristo em nós é o que nos faz ser seus discípulos. Se aqueles homens eram discípulos de Jesus, sua fé deveria manifestar que Cristo governava as suas vidas! Aqueles homens andavam com Jesus, mas não eram governados por Ele. Eles ouviam seus ensinos, mas seus princípios não os governavam. Eles viam o poder de Jesus e os milagres que Ele fazia, mas não permitiam que Cristo governasse os seus corações.

Podemos andar com Cristo, falar de Cristo, orar a Cristo, mas se Cristo não nos governar, não estamos no seu Reino!

Reino tem a ver com governo e autoridade. Você só poderá ter autoridade sobre o mundo e a vida se Cristo for a sua autoridade. Você só poderá repreender demônios e expulsar o mal se Cristo for a sua autoridade. Sua fé só poderá mover montanhas se Cristo for a sua autoridade. Diante dos montes que têm se formado diante dos seus olhos, quem tem sido manifestado como o governo da sua vida? A fé ou a incredulidade? Quem manifestamos como o governo da nossa vida revela se a nossa fé é capaz de remover montanhas ou não.
A fé que move montanhas manifesta quem está no governo das nossas vidas! Se Deus ainda não governa a sua vida, então, posso afirmar com toda a certeza, de que sua fé não é uma fé capaz de mover montanhas.
A fé que move montanhas…
2. Não opera por meio da DÚVIDA
“Então os discípulos aproximaram-se de Jesus em particular e perguntaram: Por que não conseguimos expulsá-lo? Ele respondeu: Por que a fé que vocês têm é pequena…” (Mateus 17.19,20)
Fé e dúvida são incompatíveis. Naturalmente, uma anula a outra. A dúvida é uma grande vilã e uma terrível inimiga da fé. Por isso os discípulos perguntaram a Jesus por que não haviam conseguido expulsar o demônio do menino. Jesus, em outras palavras, disse: por causa da dúvida no coração de vocês!
A dúvida é uma grande montanha que construímos dentro de nós diante dos desafios, lutas e problemas da vida. Uma pequena dúvida pode contaminar e destruir uma grande fé. Jesus, depois do episódio em que Pedro o lembrou que a figueira que Ele havia amaldiçoado tinha secado, respondeu o seguinte aos seus discípulos:
“Tenham fé em Deus. Eu lhes asseguro que se alguém disser a este monte: ‘Levante-se e atire-se no mar’, e não duvidar em seu coração, mas crer que acontecerá o que diz, assim lhe será feito.” (Marcos 11.22,23)

“A fé não duvida, ela tem certeza, mesmo diante do invisível.”

Sobre a dúvida, Tiago escreveu o seguinte:
“… Aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento.” (Tiago 1.6)
A fé que move montanhas não opera por meio da dúvida. Se você ainda duvida que Deus pode fazer coisas extraordinárias em sua vida, com certeza sua fé não pode entrar no rol da fé que move montanhas.
A fé que move montanhas…
3. Revela que nada é IMPOSSÍVEL para aquele que CRÊ
“… Eu lhes asseguro que se vocês tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: ‘Vá daqui para lá’, e ele irá. Nada lhes será impossível.” (Mateus 17.20)
O que Jesus estava dizendo àqueles discípulos é que nada é impossível para aqueles que creem, nada é impossível para aqueles que tem uma fé do tamanho de um grão de mostarda. Para mover montanhas não é preciso ter uma grande fé, é preciso ter fé, ainda que seja do tamanho de um grão de mostarda.
Essa fé, do tamanho do grão de mostarda, é capaz de mover montanhas porque revela que nada é impossível para aquele que crê. No evangelho de Marcos, a palavra liberada por Jesus aos seus discípulos é a seguinte:
“… Tudo é possível àquele que crê.” (Marcos 9.23)
Conclusão:
Deus, pela sua Palavra, está relembrando a cada um de nós que é possível alguém ter uma fé capaz de mover montanhas. Não se trata da grandeza de uma fé, mas se trata de ter fé, que, ainda que seja do tamanho de um grão de mostarda, pode ver coisas impossíveis acontecerem. Deus o convida, nesta manhã, a mover, pela fé, as montanhas que têm atrapalhado o seu relacionamento com Ele e, consequentemente, com as pessoas ao seu redor e consigo mesmo. Você pode ter uma fé que move montanhas.
A fé que move montanhas…
1. Manifesta quem GOVERNA a nossa vida
2. Não opera por meio da DÚVIDA
3. Revela que nada é IMPOSSÍVEL para aquele que CRÊ

 

Rolar para o topo