A Importância da Harmonia na Família (14/06/2014 – manhã)

A IMPORTÂNCIA DA HARMONIA FAMILIAR
mensagem pregada pelo Pr. Anderson Rezende
Texto Bíblico: Efésios 5.22-6.4

  • Harmonia Familiar e sua Relação com a Harmonia de uma Sinfônica.
  • Paz e Harmonia são as verdadeiras riquezas de uma família.
  • A harmonia familiar merece sempre grande atenção, pois é a base que dá segurança e provoca bem-estar na vida.

O ambiente familiar faz toda diferença na vida das pessoas, sendo determinante na maneira como elas enfrentam a vida. A Vida Familiar consiste na convivência íntima com pessoas de idades, hábitos e personalidades diferentes. Por isso que ela é um campo propício para inevitáveis atritos. No entanto, viver em um clima de harmonia e respeito é possível.
Desentendimentos entre irmãos, cunhados, pais e filhos, sogras e noras, são comuns e, muitas vezes, se transformam em verdadeiras brigas. É essencial que apenas as pessoas envolvidas no problema participem da discussão. Elementos que precisam ser cultivados na relação familiar:

  • RESPEITO – conquistar a harmonia nos relacionamentos mais íntimos exige desprendimento, renúncia e muita boa vontade. É preciso considerar as ideias e personalidades distintas de todos os membros, pois o respeito às diferenças individuais de cada um é fundamental.
  • NEGOCIAÇÃO – No trabalho de busca da harmonia familiar muitas vezes é preciso ceder visando o bem de todos. Para evitar que as pessoas sintam que sua vontade é sempre relegada é importante que acordos sejam feitos pelos quais todos se sintam atendidos.
  • DIÁLOGO – Discussões acaloradas, gritos ou xingamentos só ampliam as dificuldades e fomentam maiores brigas que podem ser definitivas no afastamento dos familiares. Imprescindível para qualquer trabalho de entendimento é o diálogo franco pelo qual as pessoas expõem suas razões e compreendem as razões alheias. A conversa gentil e educada é uma inteligente forma de expressar sentimentos e conduzir acordos em prol da união familiar.
  • VALORIZAÇÃO – Relacionamentos bem-sucedidos são baseados na admiração mútua, na valorização pessoal de cada um.Manifestar admiração tem efeito transformador; há grande poder no elogio sincero. Quando uma pessoa elogia a outra algo acontece entre elas e o relacionamento se intensifica.
  • PACIFICAÇÃO – Diante da discordância entre familiares é importante ser o elemento pacificador, procurando não estender a rivalidade. Manter os ânimos apaziguados é muito importante para que haja o entendimento e a desarmonia se desfaça. Alguém tem que zelar pela serenidade, então, que seja você.

Em todos os lares, há momentos de irritação e discordância. O que faz toda a diferença é a forma com que os familiares agem diante dessas crises. Para que a harmonia e a compreensão superem as brigas, siga as dicas a seguir:
1 – Jamais discuta com a cabeça quente: conte até dez, respire fundo e só converse quando estiver calmo.
2 – Demonstre afeto: aprenda a expressar os sentimentos sem sentir vergonha deles.
3 – Perdoe: quem desculpa deixa de cultivar ressentimentos e fica livre para recomeçar a vida.
4 – Peça perdão: existe maior sinal de humildade do que admitir que você cometeu um erro? Conviver com outros também implica reconhecer seus próprios deslizes.
 5 – Respeite os parentes do marido: dar-se bem com sogros e cunhados ajuda a manter o casamento forte e saudável, ainda que isso envolva engolir alguns “sapos” de vez em quando.
6 – Elogie: ao começar uma conversa, reconheça as qualidades da outra pessoa. “Essa atitude desarma, transformando-a em aliada”, explica a terapeuta.
7 – Evite comentar seus problemas familiares com outras pessoas: “Se precisar desabafar, fale com alguém de confiança, que dê bons conselhos”.
8 – Cuidado com o que fala: lembre-se de que as palavras podem magoar profundamente.
9 – Estabeleça limites: a convivência familiar é difícil porque todos pensam ter liberdade suficiente para interferir na vida do outro. Mostre que você preza a intimidade.
10 – Aprenda a conversar: muitos conflitos entre parentes podem ser facilmente resolvidos com o diálogo.
Conclusão:
Oração Para a Harmonia na Família:
Senhor, trazei ao meu lar a harmonia tão necessária nos dias de hoje, que nenhum desejo ruim recaia sobre alguém desta família. Que a ordem, o respeito mútuo, a alegria e a fé, sejam sempre nosso caminho a seguir, por várias gerações. Amém.
Em nome de Jesus Cristo peço aos anjos da harmonia familiar para atuar, aqui e agora, em meu lar e no lar de todos os meus familiares. Que haja harmonia, serenidade, sabedoria, amor e fraternidade em nós. Que a nossa família torne-se um exemplo vivo da grande harmonia universal. Que cada um de nós reconheça no outro a grande luz divina e que nossos pensamentos e atos reflitam a luz de Cristo em nosso coração. Com humildade e fé, agradeço e declaro a força de nosso amor. Que assim seja. Amém.
Senhor, te louvamos pela nossa família e agradecemos a Sua presença em nosso lar. Ilumina-nos para que sejamos capazes de assumir nosso compromisso de fé na Igreja e de participar da vida de nossa comunidade. Ensina-nos a viver na Tua Palavra e no Seu mandamento de Amor, a exemplo da família de Nazaré. Concede-nos a capacidade de compreender nossas diferenças de idade, de sexo, de caráter, para nos ajudarmos mutuamente, perdoarmos nossos erros e vivermos em harmonia. Dai-nos, Senhor, saúde, trabalho e um lar onde possamos viver felizes. Ensina-nos a partilhar o que temos com os mais necessitados e empobrecidos, e dai-nos a graça de aceitar com fé e serenidade a doença e a morte quando se aproximem de nossa família. Ajude-nos a respeitar e incentivar a vocação de nossos filhos quando quiserdes chama-los para o Seu serviço. Que em nossa família reine a confiança, a fidelidade, o respeito mútuo, para que o amor se fortifique e nos una cada vez mais. Permaneça em nossa família, Senhor, e abençoa nosso lar hoje e sempre. Amém!

Rolar para o topo