Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus (11/06/2015 – quinta)

OS DESAFIOS DE UMA FAMÍLIA SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS
mensagem pregada pelo Pr. Vicente Bomfim
Falar sobre família, atualmente, é como mexer em uma caixa de abelhas. Muitos são os desafios que as famílias encontram para seguir em perfeita harmonia junto aos seus. Muitos são os fatores que têm interferido nos relacionamentos familiares e criado grandes barreiras relacionais. Entre eles estão as muitas mídias, as redes sociais, a estafa que o excesso de trabalho tem causado aos pais e os filhos estressados pela imensa agenda de atividades do dia a dia.
Se não bastassem todos os problemas que a instituição família precisa superar, diariamente, como a dificuldade em expressar amor uns aos outros, respeito e intimidade, ainda há a banalização de sua existência e uma força tarefa contrária aos padrões e princípios estabelecidos por Deus. Os dias são difíceis em relação à família, pois sua essência está sendo contestada e a sociedade tem cedido às facilidades propostas para que, cada vez mais, o casamento perca seu valor.
Deus criou uma estrutura familiar formada por homem, mulher e sua prole, que deve estender-se até a separação pela morte. Todo ajuntamento contrário a esse padrão é deturpação da verdade e vontade de Deus. A Bíblia diz:
“Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne.” (Gênesis 2.24)
Sem entrar no mérito de outros tipos de relações, o que vemos, hoje, são lares destruídos pelo divórcio, pais que não têm autoridade e ausentes na construção do caráter de seus filhos, um contexto que fará com que esta geração seja problemática e mal resolvida sexualmente e emocionalmente por não terem vivido em um ambiente seguro e com estabilidade.
Muitos são os desafios de uma família nos dias atuais, mas talvez os maiores desafios sejam manter-se ilesos e firmes em seus princípios e valores sem qualquer influência das vozes que gritam fora das nossas casas, tentando nos dizer como devemos ser, o que devemos ter, como devemos pensar e educar a nosso família. A Bíblia diz:
“Se não for o Senhor o construtor da casa, será inútil trabalhar na construção.” (Salmo 127.1)
Se não levarmos para dentro de nossas casas influências que vem de Deus e se não deixarmos o Senhor cuidar de nossos lares, reafirmando todos os dias suas verdades à luz da Sua Palavra; se não deixarmos Deus ser o centro de nossa família e aprendermos a recorrer a Ele quando passamos por situações complicadas e conflituosas; se não formos conduzidos por Deus em nossas decisões diárias; certamente viveremos pela influência do que vêm pela TV e pela internet.
Deste modo, veremos nossos filhos seguirem os padrões propostos por um mundo onde as mentiras contadas se tornam verdades incontestáveis e absolutas. Sendo assim: Quais são os desafios de uma familia segundo o coração de Deus?
1º DESAFIO – RECONSIDERAR o que foi profetizado
O apóstolo, Paulo, anteviu o que hoje vivemos como realidade neste novo milênio:
“Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus…” (2ª Timóteo 3.1-4)
Seria ingenuidade ou ignorância fazermos de conta de que não existe crise e que tudo está indo muito bem. Podemos alterar este quadro, que caracteriza o novo milênio em relação à família, através de um avivamento da parte Deus, e isso não é automático, precisa ser buscado.
“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” (2º Crônicas 7.14)
2º DESAFIO – NÃO SE CONFORME com o modelo de vida oferecido pelo “deus deste século” – (Rm 12.2; 2Co 4.4)
Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele. O deus desta era cegou o entendimento dos descrentes, para que não vejam a luz do evangelhoda glória de Cristo que é a imagem de Deus.  A palavra conformar significa tomar a forma, se amoldar. O que Paulo disse a Timóteo serve para todos aqueles que acreditam na família como projeto de Deus.
“Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste…” (1ª Timóteo 3.14a)
Preservar os princípios de Deus, estabelecidos em Sua Palavra para a família, é edificar a casa sobre a rocha (Ler Mateus 7.24-25). Pode haver a mudança que houver, Jesus garantiu, que este projeto é à prova de tempestade! não cai! Devemos celebrar as famílias e os casamentos que alcançaram sucesso no Senhor Jesus, como resposta aos modelos distorcidos de família.
Essa iniciativa do povo de Deus, de afirmar o modelo bíblico de família como ideal divino, pode motivar ainda mais os relacionamentos sadios e encher de esperança tantos outros que estão lutando para superar as crises, porque acreditam na família como Deus a projetou.
Quando honramos a Deus, não abrindo mão de princípios, Ele nos honra diante dos homens, manifestando sua vitória em nossas vidas. Com todo respeito que temos pelos que foram vítimas de uma separação conjugal, precisamos proclamar sempre que “Deus contínua odiando o divórcio”.
3º DESAFIO – MANTER o altar do Senhor LEVANTADO dentro de casa
A família precisa derrubar, dentro de casa, todos os altares que não pertencem ao Senhor. Esta foi à orientação de Deus para Gideão, a fim de que o avivamento acontecesse:
“E aconteceu naquela mesma noite, que o Senhor lhe disse: Toma o boi que pertence a teu pai, a saber, o segundo boi de sete anos, e derruba o altar de Baal, que é de teu pai; e corta o bosque que está ao pé dele. E edifica ao Senhor teu Deus um altar no cume deste lugar forte, num lugar conveniente; e toma o segundo boi, e o oferecerás em holocausto com a lenha que cortares do bosque.” (Juízes 6.25,26)
Este altar levantado ao Senhor dentro de casa fala de entrega, renúncia, devoção, comunhão, louvor, adoração, culto, obediência e submissão. Posso afirmar que a família que tiver um altar levantado ao Senhor estará debaixo de proteção.
4º DESAFIO – VENCER o poder da INFLUÊNCIA NEGATIVA da mídia
Somos de certa forma o resultado daquilo que vemos e ouvimos. Não é exagero afirmar que a mídia televisiva tem sido responsável pela desestruturação da família ao redor do planeta. Os programas de maior audiência no Brasil exaltam tudo aquilo que compromete o bem-estar da família e incentiva tudo o que a Bíblia, como Palavra de Deus, condena: adultério, prostituição, homossexualismo, uso de drogas, violência, pornografia, ocultismo, satanismo, feiticismo etc. Jesus disse que o ladrão (o diabo) vem para roubar, matar e destruir (Jo 10.10).
Muitos, por estarem tão distraídos com este tipo de entretenimento, não percebem a ação sutil desse ladrão, que chega e rouba, mata e destrói o relacionamento. Neste novo milênio, cada vez mais a luta pela audiência levará os dirigentes dos meios de comunicação a extrapolar os limites, desrespeitando crianças, adolescentes, jovens, adultos,e idosos etc. As famílias cristãs, em meio à está decadência e disseminação do mal, precisam assumir a postura de quem é vocacionado para ser o sal da terra e luz do mundo. Assim diz o Senhor a todas as famílias que desejam fazer a diferença neste novo milênio:
“Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei, serei vosso Pai, e vós sereis meus filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso. Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne, como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus.” (2ª Coríntios 6.17,18; 7.1)
Conclusão:
Minha oração é que Deus conserve as nossas famílias de pé na Sua presença, e que possamos dar respostas a todas essas mudanças no novo milênio, com base nos princípios inegociáveis da Palavra.
1º DESAFIO – RECONSIDERAR o que foi profetizado
2º DESAFIO – NÃO SE CONFORME com o modelo de vida oferecido pelo “deus deste século”
3º DESAFIO – MANTER o altar do Senhor LEVANTADO dentro de casa
4º DESAFIO – VENCER o poder da INFLUÊNCIA NEGATIVA da mídia

 

Rolar para o topo