A Intercessão Profética a Partir do Céu

INTERCESSÃO PROFÉTICA | 04/04
A INTERCESSÃO PROFÉTICA A PARTIR DO CÉU
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“Vocês, orem assim: Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu. Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia. Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém.” (Mateus 6.9-13)
O modelo de Jesus revela duas prioridades reais da intercessão profética: a intimidade com Deus expressa na adoração e trazer seu reino para a terra, estabelecendo seu domínio sobre as necessidades da humanidade. Como, então, podemos interceder profeticamente para que o céu venha à terra? Vamos aprender os segredos da intercessão profética a partir do céu com a oração que Jesus nos ensinou.
O intercessor profético…
1. Precisa render LOUVOR e ADORAÇÃO a Deus
“… Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome.” (Mateus 6.9)

“Quanto mais vivemos como cidadãos do céu, mais atividades do céu influenciam nosso estilo de vida.”

O intercessor profético a partir do céu…
2. Deseja ver as REALIDADES do CÉU na TERRA
“Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.” (Mateus 6.10)
Esse é foco primário de toda intercessão profética: se existe céu, ele precisa ser manifestado na terra. É o cristão que intercede profeticamente que manifesta a expressão do céu aqui na terra.
Pela intercessão profética, temos de exercitar a autoridade que nos foi dada. Jesus disse:
“Eu lhes darei as chaves do Reino dos céus; o que você ligar na terra terá sido ligado nos céus, e o que você desligar na terra terá sido desligado nos céus.” (Mateus 16.19)
Observe a expressão “terá sido”. A implicação é que apenas podemos ligar ou desligar o que já foi ligado e desligado lá no céu. Mais uma vez, o céu é nosso modelo.
O intercessor profético a partir do céu…
3. Entende o EFEITO do céu sobre as NECESSIDADES MATERIAIS
“Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia.” (Mateus 6.11)
O céu estabelece o padrão para mundo material cristão: o suficiente para satisfazer os desejos nascidos de Deus e o suficiente para “toda boa obra”. Nossa base legal para a provisão vem do modelo celestial fornecido a nós em Jesus Cristo. Paulo, escrevendo aos Filipenses, disse o seguinte:
“E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades.” (Filipenses 4.19)
O intercessor profético a partir do céu…
4. Crê no IMPACTO do céu sobre os RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS
“Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores.” (Mateus 6.12)
Existe perdão no céu? Claro que não! O céu fornece o modelo para nosso relacionamento aqui na terra. Paulo, exortando os crentes de Éfeso, escreveu:
“Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo. […] Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados.” (Efésios 4.32;5.1)
Estes versos deixam claro que nosso modelo é Jesus Cristo, aquele que ascendeu à direita do Pai, aquele cujo Reino buscamos.

“Quem intercede a Deus, mas não sabe se relacionar com as pessoas ao seu redor, pede seu tempo!”

O intercessor profético a partir do céu…
5. Confia na AÇÃO do céu sobre o nosso RELACIONAMENTO com o MAL
“E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal…” (Mateus 6.13a)
Esse tipo de oração é importante porque exige que encaremos nossa necessidade: a graça. É a graça de Deus que nos ajuda a alinhar o nosso coração com o céu, um coração com absoluta dependência de Deus. O Reino de Deus nos fornece um modelo para as questões do coração também.
A expressão “livra-nos do mal”, conforme tradicionalmente traduzida, significa, na verdade, “liberta-nos do maligno”. Um coração modelado segundo o céu é bem-sucedido na guerra espiritual. É por isso que a Bíblia diz:
“Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo, e ele fugirá de vocês.” (Tiago 4.7)
O intercessor profético a partir do céu…
6. Precisa render LOUVOR e ADORAÇÃO a Deus
“… porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém.” (Mateus 6.13b)
A intercessão profética a partir do céu começa e termina com louvor e adoração. O Reino de Deus é a possessão do Senhor, e essa é a razão por que só ele pode dá-lo a nós. Quando declaramos essa realidade, iniciamos as declarações de louvor!
Conclusão:
A nossa intercessão profética precisa ser traduzida em uma vida que seja a representação do céu na terra. Pessoas serão marcadas drasticamente por aquilo que afetou drasticamente a nossa vida – o céu. Nossas ações e palavras aqui na terra precisam nos identificar como cidadãos do céu.
Um intercessor profético começa e termina sua intercessão com louvor e adoração; seu desejo é que as realidades do céu sejam realidades da terra; ele entende o efeito do céu sobre suas necessidades materiais, ele crê no impacto do céu sobre os seus relacionamentos interpessoais, ele confia na ação do céu para alinhar o seu coração e o seu caráter com o Pai.

“O intercessor profético a partir do céu vive na terra, mas experimenta dia após dia, as realidades do céu.”

 

Rolar para o topo