Antes da Promessa Vem o Processo

ANTES DA PROMESSA VEM O PROCESSO

mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes

Promessa de Deus: “E, depois disso, derramarei do meu Espírito sobre todos os povos. Os seus filhos e as suas filhas profetizarão, os velhos terão sonhos, os jovens terão visões. Até sobre os servos e as servas derramarei do meu Espírito naqueles dias.” (Joel 2.28-29)

Processo de Deus: “Agora, porém, declara o Senhor, voltem-se para mim de todo o coração, com jejum, lamento e pranto. Rasguem o coração, e não as vestes. Voltem-se para o Senhor, o seu Deus, pois Ele é misericordioso e compassivo, muito paciente e cheio de amor; arrepende-se, e não envia a desgraça…” (Joel 2.12-13)

O profeta está tocando a trombeta do juízo de Deus no capítulo 2. Os gafanhotos, a seca, a fome e os exércitos invasores estão assolando Israel. O profeta Joel entende que a crise moral, social e espiritual é resultado do pecado do povo e do juízo de Deus contra o pecado.
Quando a trombeta soou, o povo foi convocado a voltar-se para Deus, do sacerdote à criança de peito, e houve restauração, perdão e a manifestação do poder de Deus. Como resultado, veio à gloriosa promessa:

“… e acontecerá depois que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne.” (Joel 2.28)

Veja que o derramamento do Espírito vem depois e não antes do acerto de vida com Deus. Buscar avivamento sem antes tratar do pecado é incoerência, pois é querer que Deus compactue com o nosso erro. Por isso, é preciso preparar o caminho para que Deus se manifeste. Sendo assim, de acordo com o texto que lemos, como é o processo dessa volta para Deus?

Antes da promessa…

1. Há uma volta para uma RELAÇÃO PESSOAL com Deus.

“Agora, porém, declara o Senhor, voltem-se para mim…” (v. 12)

Antes da promessa…

2. Há uma volta com SINCERIDADE para Deus.

“… de todo o coração…” (v. 12)

Antes da promessa…

3. Há uma volta com JEJUM a Deus.

“… com jejum…” (v. 12)

Antes da promessa…

4. Há uma volta com QUEBRANTAMENTO para Deus.

“… lamento e pranto…” (v. 12)

Antes da promessa…

5. Há uma volta com TRANSPARÊNCIA para Deus.

“Rasguem o coração, e não as vestes…” (v. 13)

Conclusão:

Não somos nós que queremos restituição, é Deus quem quer a nossa vida restituída a Ele. Restituição é recolocar a coisa na mão do verdadeiro proprietário. A nossa vida pertence a Deus, logo, tudo o que somos e tudo o que temos também pertencem a Ele. Só nos resta uma opção: recolocar tudo nas mãos do nosso verdadeiro proprietário! Então, como isso é possível?

Antes da promessa…
1. Há uma volta para uma RELAÇÃO PESSOAL com Deus
2. Há uma volta com SINCERIDADE para Deus
3. Há uma volta com JEJUM a Deus
4. Há uma volta com QUEBRANTAMENTO para Deus
5. Há uma volta com TRANSPARÊNCIA para Deus

Rolar para o topo