As Armas do Reino

SÉRIE DE MENSAGENS | “CRESCENDO COMO CIDADÃOS DO REINO” | 04/04
AS ARMAS DO REINO
mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos
Estamos chegando à última mensagem da série CRESCENDO COMO CIDADÃOS DO REINO. Aprendemos, na primeira mensagem sobre a VIDA DO REINO. Na segunda mensagem, sobre o GOVERNO DE DEUS PARA SUA VIDA. Na terceira mensagem sobre a CULTURA DO REINO. E hoje estamos encerrando com a mensagem AS ARMAS DO REINO. Existe um Reino de Deus, que tem uma cultura diferente do reino deste mundo caído. Jesus veio estabelecer este Reino e nos ensinar como funciona. Viver o céu na Terra é nosso chamado original, mas é também desafiador, pois temos um Inimigo.
Precisamos tomar consciência de que há uma guerra e quais as armas temos para lutar e vencer. Não há neutralidade na guerra espiritual, ou você é de Cristo ou não. Sem Cristo a humanidade é impotente, com Cristo as boas-novas nos fazem mais que vencedores. O Diabo ataca trazendo enfermidades, desestruturação familiar, problemas financeiros, emocionais, relacionais, etc. Paulo nos ensina sobre a armadura para sermos fortes no Senhor, e na força de Seu poder sermos vencedores.
A guerra espiritual é iniciada e travada, na maioria das vezes, em nossa mente. O inimigo lança dúvidas e mentiras sobre Deus, seu Reino, sobre nós e tenta nos amedrontar e nos convencer de que estamos sozinhos, de que não vamos conseguir sobreviver e de que não temos mérito para receber tudo o que Deus disponibilizou para nós. Quando ele acha brechas em nossa mente, é dado o primeiro passo para sermos feridos e derrotados nas batalhas. Cada batalha que ele vence, mais longe da visão da vitória ficamos. Kris Vallotton disse o seguinte:

“O reino dentro de nós e mais poderoso do que o reino ao nosso redor.”

Essa certeza nos preparará a viver no reino ao nosso redor, confiantes e não vítimas dos seus ataques. Eu e você sabemos que no fim da história, só haverá um vencedor: Deus. E essa convicção deve levar-nos para a guerra preparados, sabendo que temos um grande comandante e um pequeno inimigo. A Bíblia diz:
“Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo.” (Efésios 6.11)
Não há guerra, sem lutas e não há luta, sem armas. Vivemos em uma realidade terrena onde as guerras são vencidas por aqueles que possuem o maior poder bélico para a destruição do inimigo. Na realidade do céu, o mesmo princípio é aplicado, só que as armas não são usadas para destruir pessoas, mas para libertá-las. As armas são usadas para nos defender dos ataques do diabo e avançar na missão de anunciar a libertação que veio ao mundo através de Jesus.
Pensando em guerra espiritual, me veio à mente o episódio de Jesus sendo levado por soldados e Pedro cortando a orelha do soldado. Pedro se sentiu ameaçado e reagiu com a arma errada, mas Jesus usou a arma certa, curando aquele homem em um momento de ataque do inimigo. Ele mostrou a arma fatal: o amor. Sendo assim, nessa manhã estudaremos cada vestimenta de guerra, que nos deixará preparados a todo instante.
1ª Vestimenta de Guerra – O CINTO DA VERDADE
“Disse Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vocês permanecerem na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos. E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” (João 8.31-32)
O cinto da verdade é o símbolo de prontidão para a batalha. Prontidão significa estar preparado. E o que lhe prepara para qualquer batalha é a verdade. Nesse texto, a palavra verdade significa ser autêntico, sem fingimentos, sem máscaras. Precisamos ir para guerra sem nenhuma mentira mascarada de verdade. A verdade nos liberta, por isso, o inimigo não terá argumentos para nos envergonhar, porque já estamos limpos pela Palavra de Deus e produzimos ações autênticas em nossas vidas. Quando somos confrontados pela verdade, nos arrependemos e confessamos nossos pecados, somos purificados e a verdade nos protege.
Quando você for ameaçado pelo inimigo através do desânimo, depressão, apatia espiritual, frieza, e sentimentos similares, troque toda essa realidade infernal pela verdade expressa na Palavra de Deus sobre a sua vida! Deus o ama, está ao seu lado e tem tudo de que você precisa. Você vencerá os dias maus com a verdade, como Jesus venceu o inimigo no deserto depois de um tempo de jejum.
Jesus foi tentado acreditar nas mentiras de Satanás sobre sua identidade, a ceder para que a missão fosse cumprida de uma maneira mais “leve”, mas Jesus respondeu com a verdade da Palavra. Coloque seu cinto da verdade diariamente, não caia na tentação de mentir sobre você mesmo e nem de aliviar seus fardos da missão, a não ser na Pessoa de Jesus que é a própria referência de verdade.
2ª Vestimenta de Guerra – A COURAÇA DA JUSTIÇA
“Quem fará alguma acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? Foi Cristo Jesus que morreu; e mais, que ressuscitou e está à direita de Deus, e também intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?” (Romanos 8.33-35)
A couraça cobria o coração do soldado e outros órgãos vitais. Vestir a couraça da justiça é escolher uma vida sem culpa, condenação e julgamentos. É a decisão de viver em um padrão mais elevado e livre! É viver a GRAÇA, que, diante do Inimigo, nos faz mais que vencedor. É receber a justiça de Deus através do sacrifício de Jesus na Cruz. Através da cruz nosso coração passou por um transplante, tudo que antes de Jesus nos fazia mal e errante no propósito de Deus, através Dele, recebemos um novo coração, o Dele, e o inimigo vai sempre tentar jogar sobre você a condenação, que só pertence a ele. Vai desejar minar sua confiança na graça de Deus derramada em você. Por isso, vista a proteção para seu coração que não é a sua justiça, mas a justiça de Cristo. A Palavra nos diz em Provérbios:
“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” (Provérbios 4.23)
3ª Vestimenta de Guerra – OS CALÇADOS DO EVANGELHO DA PAZ
“Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo.” (João 16.33)
Os sapatos são essenciais à luta. Sem esse equipamento, você logo ficaria fora de combate. As sandálias dos soldados tinham uma trava, que proporcionava estabilidade nas batalhas. Sem paz no coração nos tornamos incapazes de lutar. O medo nos faz inconstantes e produz em nós apreensão. Quando não reajo na mesma forma a que sou atacado, provo que a força que há em mim é maior do que a circunstâncias ao meu redor.
O que tem tirado sua paz? Esse é um ataque direto do Diabo. Não tema as más notícias, não sofra antecipadamente, não se desespere por problemas financeiros, não seja coagido pelos inimigos, não se deixe paralisar pelo abandono. Calce as sandálias das boas-novas do Evangelho da Paz.
4ª Vestimenta de Guerra – O ESCUDO DA FÉ
“Os quais pela fé conquistaram reinos, praticaram a justiça, alcançaram o cumprimento de promessas, fecharam a boca de leões, apagaram o poder do fogo e escaparam do fio da espada; da fraqueza tiraram força, tornaram-se poderosos na batalha e puseram em fuga exércitos estrangeiros. (…) O mundo não era digno deles. Vagaram pelos desertos e montes, pelas cavernas e grutas.” (Hebreus 11.33-34,38)
Usar o escudo da fé significa recusar sentir-se condenado, envergonhado ou culpado. O escudo da fé apagará qualquer míssil inflamado de dúvida, confusão, desilusão e medo pela confiança maior em Cristo Jesus. No meio da batalha precisamos colocar em prática o que cremos. É a fé que nos protegerá de sermos derrotados pelos argumentos e insinuações do diabo. O papel dele na guerra é minar, destruir, questionar, infectar toda Palavra liberada por Deus para nossa vida. Usando o escudo da fé, você declarar, pela fé, que mesmo que tudo ainda pareça diferente do que Deus prometeu, você decidirá continuar aplicando fé e, assim, se tornará mais do que vencedor aos ataques do mal sobre sua vida.
5ª Vestimenta de Guerra – O CAPACETE DA SALVAÇÃO
“Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.” (Filipenses 4.8)
Conta-se que Brutus Máximos, um soldado romano, fez um capacete que também protegia seu rosto e, nessa máscara, ele esculpiu a face do seu imperador. Enquanto ele lutava, imprimia aos seus inimigos quem ele representava. Nós, como filhos de Deus, precisamos ir para a guerra espiritual com a nossa face representando o Leão de Judá. Quando o inimigo a nos ver, nos deixará, não por causa de nós, mas por causa de quem pertencemos e representamos. No livro “Guerra Espiritual” encontrei a seguinte frase:

“Nós não estamos lutando por nossa salvação, mas a partir de nossa salvação.”

Use sua capacidade de pensar, raciocinar e sua inteligência no potencial máximo. Devemos proteger nossas mentes de pensamentos que vem do inferno!

“Que a sua mente seja terra onde só Jesus anda.” (Carlito Paes)

6ª Vestimenta de Guerra – A ESPADA DO ESPÍRITO
A espada é a Palavra de Deus que confirma Sua soberania e imutabilidade. CONHEÇA PROFUNDAMENTE A PALAVRA DE DEUS!

“Ouvir o Espírito Santo e profeticamente proclamar o que ele diz é única arma de defesa na guerra espiritual.”

7ª Vestimenta de Guerra – ORAÇÃO E SÚPLICA
“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.” (Filipenses 4.6-7)
Em guerra espiritual tudo se gera por meio da oração – súplica e gratidão.
Conclusão:
Revista-se com a armadura e tome parte no seu papel no exército de Deus. Não lute despreparado. As armas do Reino estão à sua disposição. Prepare-se diariamente da seguinte forma:
1. Cresça em UNIDADE
Somos um exército, e não “lobo solitário”. A Bíblia diz: “Completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude.” (Filipenses 2.2)
2. Desenvolva uma vida de SUBMISSÃO
Reinado sem hierarquia é um caos: “Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo.” (Efésios 5.21)
3. Aliste-se para VENCER
Venha para o time vencedor: “Sim, e peço a você, leal companheiro de jugo, que as ajude; pois lutaram ao meu lado na causa do evangelho, com Clemente e meus demais cooperadores. Os seus nomes estão no livro da vida.” (Filipenses 4.3)
Lembre-se: você é chamado para viver o Reino de Deus e ser um vencedor. Revista-se com as armas do Reino, receba o poder, faça parte do exército do Grande General, e traga o Reino do céu não apenas para sua vida, mas de toda a Terra. A Bíblia diz:
“Pois o Reino de Deus não consiste de palavras, mas em poder.” (1ª Coríntios 4.20)

Rolar para o topo