Cedo Demais para Desistir

CEDO DEMAIS PARA DESISTIR

mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes

“Jericó estava completamente fechada por causa dos israelitas. Ninguém saía nem entrava. Então o Senhor disse a Josué: Saiba que entreguei nas suas mãos Jericó, seu rei e seus homens de guerra. Marche uma vez ao redor da cidade, com todos os homens armados. Faça isso durante seis dias. Sete sacerdotes levarão cada um uma trombeta de chifre de carneiro à frente da arca. No sétimo dia, marchem todos sete vezes ao redor da cidade, e os sacerdotes toquem as trombetas. Quando as trombetas soarem um longo toque, todo o povo dará um forte grito; o muro da cidade cairá e o povo atacará, cada um do lugar onde estiver.” (Josué 6.1-5)

Vamos observar como o texto apresenta este primeiro desafio. Diz o verso 1: “Jericó estava completamente fechada por causa dos israelitas. Ninguém saía nem entrava.” (Josué 6.1).

Qualquer um podia ver que era impossível entrar naquela cidade porque ela estava completamente trancada e muito bem protegida por uma muralha enorme e intransponível. Mas, por outro lado, vamos observar o que Deus disse no verso seguinte: “Então o Senhor disse a Josué: Saiba que entreguei nas suas mãos Jericó, seu rei e seus homens de guerra.” (Josué 6.2).

Aos olhos humanos era impossível, mas Deus diz que já entregara a cidade nas mãos deles. O que você faz quando o que você vê não tem nada a ver com o que Deus te falou? Você já teve a experiência de sentir Deus mandando você dar algo e ao mesmo tempo você pensar que você mesmo é quem mais está precisando daquilo?

Josué teve que tomar uma decisão: acreditar em Deus e seguir as Suas instruções. Em nossa vida, muitas vezes também temos que tomar essa mesma decisão: acreditar nas promessas de Deus e perseverar até o fim. Vamos ler uma passagem bíblica fundamental para quem deseja aprender o caminho para uma vida de vitória e superação diante das muralhas da vida. Está no livro de Hebreus 10.35-39, e diz:

“Por isso, não abram mão da confiança que vocês têm; ela será ricamente recompensada. Vocês precisam perseverar, de modo que, quando tiverem feito a vontade de Deus, recebam o que ele prometeu; pois em breve, muito em breve: Aquele que vem virá e não demorará. Mas o meu justo viverá pela fé. E, se retroceder, não me agradarei dele. Nós, porém, não somos dos que retrocedem e são destruídos, mas dos que creem e são salvos.” Hebreus 10.35-39)

Nessa passagem, podemos aprender sobre três razões que nos indicam por que tanta gente desiste cedo demais, não persevera até a vitória chegar e assim não recebe as promessas de Deus:

Muitos desistem cedo demais…

1. Porque tem sua visão bloqueada pelo tamanho das dificuldades.

“Jericó estava completamente fechada por causa dos israelitas. Ninguém saía nem entrava.” (Josué 6.1)

“De todas as boas promessas do SENHOR à nação de Israel, nenhuma delas falhou; todas se cumpriram.” (Josué 21.45)

Muitos desistem cedo demais…

2. Porque parece não estar havendo progresso algum.

Paramos antes e não perseveramos porque não vemos as coisas melhorando. Para que as muralhas caíssem, Deus ordenou que marchassem sete vezes em volta delas.

“Marche uma vez ao redor da cidade, com todos os homens armados. Faça isso durante seis dias. Sete sacerdotes levarão cada um uma trombeta de chifre de carneiro à frente da arca. No sétimo dia, marchem todos sete vezes ao redor da cidade, e os sacerdotes toquem as trombetas.” (Josué 6.3-4)

Muitos param antes da hora sem saber se a próxima volta seria a última. Como você pode saber quando será a última volta? Você só saberá se perseverar!

Muitos desistem cedo demais…

3. Porque não entendem os processos de Deus.

“No sétimo dia, marchem todos sete vezes ao redor da cidade…” (Josué 6.4b)

Deus estava aqui mostrando a Josué o processo de como as coisas deveriam acontecer.

“Os processos nos preparam para as conquistas.”

Conclusão:

A perseverança é a grande amiga da superação.

Começar e parar, não terminar e desistir no meio do caminho, esse é um comportamento inimigo da superação. Muitos não alcançam as promessas de Deus porque não perseveram. Para Deus, mais importante do que transformar as circunstâncias é transformar cada um de nós para nos fazer mais que vencedores. E para isso, talvez estejamos precisando colocar menos foco no resultado e mais foco na obediência. A grande lição de vida é: resultado é responsabilidade de Deus, mas obediência é nossa responsabilidade.

“Quando se tem uma promessa de Deus, sempre será cedo demais para desistir.”

Rolar para o topo