Confissão – A Oração de Confissão

SÉRIE “A ORAÇÃO DA FÉ” 03|04
CONFISSÃO – A ORAÇÃO DE CONFISSÃO
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
Pecado é um antigo termo usado no arco e flecha que significa errar o alvo. Qualquer coisa que não seja o centro fixo é pecado. Portanto, pecado é qualquer coisa fora do centro daquilo que é o melhor de Deus e de sua vontade perfeita para nossa vida. Quando não é confessado, o pecado torna-se um tumor sutil, enrolando seus tentáculos em volta de cada parte de nosso ser até ficarmos paralisados. A agonia do pecado é descrita com precisão na Bíblia através da oração do rei Davi:
“Enquanto eu mantinha escondidos os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer. Pois dia e noite a tua mão pesava sobre mim; minhas forças foram-se esgotando como em tempo de seca. Então reconheci diante de ti o meu pecado. E não encobri as minhas culpas. Eu disse: confessarei as minhas transgressões ao Senhor, e tu perdoaste a culpa do meu pecado.” (Salmo 32.3-5)
Quando o pecado não é confessado, levanta-se uma barreira entre você e Deus. Mesmo que você deixe de praticá-lo, se esse pecado não foi confessado diante do Senhor, ele ainda pesará sobre você, arrastando-o de volta para o pecado que você está tentando deixar para trás.
Todos nós que trazemos feridas emocionais profundas do passado já sofremos de baixa autoestima, medo e culpa. Mentalmente, nós nos martirizamos, temos a tendência de pensar no pior em se tratando de nossas situações e nos sentimos responsáveis por tudo o que dá errado. É verdade que podemos ter momentos em que nos sentimos culpados por uma vida incessante de culpa. Por isso, Deus proveu a chave para nos libertar da culpa: a oração de confissão.
Muitas vezes, não conseguimos nos ver como responsáveis por certas ações. Por exemplo, embora não seja sua culpa ser abusado por alguém, sua reação ao abuso agora é de sua responsabilidade. Você pode se sentir justificado em sua raiva ou amargura, mas, mesmo assim, deve confessá-la porque ela frustra o que Deus tem para você. Se não confessar, o peso dessa raiva ou amargura, no final, irá esmagá-lo.
Sendo assim, qual é a importância da oração de confissão? Por que você precisa confessar os seus pecados a Deus? Quais são os benefícios que a oração de confissão produz em sua vida?
A oração de confissão…
1. Gera ARREPENDIMENTO
Depois de ser confrontado pelo profeta Natã a respeito do pecado que havia cometido com Bate-Seba, Davi faz uma oração de confissão, mostrando o quanto ele estava arrependido do que havia feito:
“Por causa do teu amor, ó Deus, tem misericórdia de mim. Por causa da tua grande compaixão apaga os meus pecados. Purifica-me de todas as minhas maldades e lava-me do meu pecado. Pois eu conheço bem os meus erros, e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti eu pequei, somente contra ti, e fiz o que detestas. Tu tens razão quando me julgas e estás certo quando me condenas. […] Ó Deus, cria em mim um coração puro e dá-me uma vontade nova e firme.” (Salmo 51.1-4,10)
Para que a confissão tenha efeito, ela deve ser feita com arrependimento. Arrependimento, literalmente, significa uma mudança de opinião. Significa você dar as costas, ir embora e decidir não cometer o mesmo pecado novamente. Arrependimento significa alinhar seu pensamento corretamente com Deus. É possível confessar sem, de fato, admitir alguma transgressão. Na verdade, podemos simplesmente passar a ser bons em pedir desculpas sem intenção alguma de sermos diferentes. Confissão e arrependimento significam dizer “A culpa é minha. Desculpe. Não vou fazer mais isso”.
Você precisa confessar e se arrepender de todo pecado para que esteja livre de sua escravidão, quer você se sinta mal com ele ou não e quer o reconheça como tal ou não. Toda vez que confessar algo, veja se você, honesta e verdadeiramente, não sente mais vontade de fazê-lo. E lembre-se de que Deus “conhece os segredos do coração”. Estar arrependido não necessariamente significa que você nunca mais voltará a cometer o mesmo pecado, mas significa que não pretende cometê-lo novamente. Se descobrir que está repetindo o mesmo pecado várias vezes, você precisará confessá-lo todas as vezes. Desde que você se arrependa verdadeiramente, você estará perdoado e, por fim, ficará livre. A Bíblia diz:
“Portanto, arrependam-se e voltem para Deus, a fim de que ele perdoe os pecados de vocês. E também para que tempos de nova força espiritual venham do Senhor…”  (Atos 3.19-20)
“Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas!” (Salmo 32.1)
Lembre-se de uma coisa: o diabo tem um gancho preso a você onde houver um pecado não confessado. Recaídas no mesmo pecado não são desculpas para não confessá-lo. Você deve manter sua vida totalmente aberta diante do Senhor se quiser ser libertado da escravidão do pecado.

Você não pode ser libertado de algo que não pôs para fora de sua vida!

Confessar é falar toda a verdade sobre o seu pecado. Renunciar ao pecado é tomar uma posição firme contra ele e remover o seu direito de permanecer. Uma vez que não somos perfeitos, a confissão e o arrependimento são contínuos.
A oração de confissão…
2. Traz CURA para o CORAÇÃO
“Enquanto não confessei o meu pecado, eu me cansava, chorando o dia inteiro.” (Salmo 32.3)
Quando você está construindo um alicerce, você tem de tirar a lama. O problema é que a maioria de nós não cava fundo o suficiente. Embora não possa ver todos os seus erros o tempo todo, você pode ter um coração disposto a ser ensinado pelo Senhor. Peça a Deus para trazer à luz pecados dos quais você não está ciente para que possa confessá-los, arrepender-se deles e ser perdoado. Reconheça que há algo para confessar todos os dias e ore com frequência, com fez Davi:
“Vê se em minha conduta algo te ofende, e dirige-me pelo caminho eterno.” (Salmo 139.24)
Às vezes, quando não achamos que temos algo para confessar, uma oração pedindo que Deus o mostre irá revelar uma atitude não arrependida, como uma postura crítica demais ou falta de perdão, que criou raízes no coração. Confessá-la impede que tenhamos de pagar um preço emocional, espiritual e físico por ela. Também irá beneficiar nossa vida social, uma vez que as imperfeições de nossa personalidade que não podemos ver são, muitas vezes, óbvias para os outros.
A confissão é, na verdade, um modo de vida. Se não estamos andando no caminho de Deus, se estamos fazendo algo em desobediência, falando da vida alheia, mentindo ou falando de um modo desonroso com alguém, precisamos recomeçar do zero, e isso só acontece com a confissão. Pense em sua própria vida. Você tem alguma coisa que precisa confessar? Se tiver, não hesite. Quanto mais rápido você confessar, melhor. O sábio sobre os benefícios de se confessar os pecados:
“Quem tenta esconder os seus pecados não terá sucesso na vida, mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona.” (Provérbios 28.13)
O pecado leva à morte; o arrependimento leva à vida. O tempo que passa entre o pecado e o arrependimento será responsável pela extensão da morte que será ceifada em sua vida. Se você tem ceifado muita morte, os problemas não irão desaparecer logo depois de sua confissão. Entretanto, sua confissão deu início a um processo de reversão do que aconteceu por causa do pecado.
Sempre tenha em mente que os caminhos de Deus são para seu benefício. A confissão não serve para que Deus encontre alguma coisa. Deus já sabe. A confissão serve para que você se refaça e para que seu coração seja curado. Deus não está seguindo seus passos, esperando que você faça algo errado para castigá-lo. Ele não tem de fazê-lo porque o castigo está inerente ao pecado. Uma vez que Deus sabe disso, ele lhe deu a chave da confissão, pois a confissão traz cura para o coração. As pessoas que confessam encontram misericórdia e o poder ilimitado de Deus.
A oração de confissão…
3. APROXIMA você de DEUS e da sua PALAVRA
Depois da reconstrução dos muros de Jerusalém, Deus diz ao povo que se ele fosse desobediente, Ele o mandaria como prisioneiro para uma terra estrangeira, mas, se ele se arrependesse, Ele lhe daria o perdão e renovaria sua aliança com ele. O relato bíblico diz o seguinte:
“No dia vinte e quatro desse sétimo mês, o povo de Israel se reuniu para jejuar a fim de mostrar a sua tristeza pelos seus pecados. […] Em sinal de tristeza, vestiram roupas feitas de pano grosseiro e puseram terra na cabeça. Então se levantaram e começaram a confessar os pecados eu eles e os seus antepassados haviam cometidos.” (Neemias 9.1-2)
Depois que povo passou pela contrição, pela separação de tudo aquilo que Deus condenava e, também, pela confissão, chegou o tempo da aproximação de Deus e da sua Palavra. A Bíblia diz:
“Durante mais ou menos três horas, a Lei do Senhor, seu Deus, foi lida para eles. E nas três horas seguintes eles confessaram os seus pecados e adoraram o Senhor.” (Neemias 9.3)
Uma oração de confissão genuína, verdadeira, aproxima-nos de Deus e da sua Palavra. Por quê? Porque não há quebrantamento sem Palavra de Deus, não há restauração sem Palavra de Deus, não há reconstrução sem Palavra de Deus! Quando há confissão genuína de pecados e a Palavra de Deus é lida, explicada e aplicada, corações se derretem e se aproximam do Senhor!
A oração de confissão permite-nos nos aproximar mais e mais de Deus e, consequentemente, ter mais fome e sede de Sua Palavra. Quanto mais limpos dos nossos pecados, mais cheios de Deus! Se você deseja aproximar-se de Deus, vai precisar confessar os seus pecados! Não existe a mínima possibilidade de você se tornar íntimo de Deus sem confessar e deixar as coisas que Ele condena através da sua Palavra.

Não risco há em confessar seus pecados a Deus, o risco é não confessá-los!

Conclusão:
Quem acha que pode viver uma vida cristã sem confessar pecados, está completamente enganado. A oração de confissão de pecados é fundamental para a saúde espiritual do cristão! Quando confessamos nossos pecados, reconhecemos quem somos, míseros pecados, e reconhecemos quem Deus é, um Deus amoroso, compassivo, gracioso, misericordioso e restaurador.
A oração de confissão…
1. Gera ARREPENDIMENTO
2. Traz CURA para o CORAÇÃO
3. APROXIMA você de DEUS e da sua PALAVRA
“Mas, se confessarmos os nossos pecados a Deus, ele cumprirá a sua promessa e fará o que é correto: ele perdoará os nossos pecados e nos limpará de toda maldade.” (1ª João 1.9)

 

Rolar para o topo