Curando a Falta de Fé pela Palavra (25/01/2015 – manhã)

SÉRIE: CURADOS PELA PALAVRA – 04/07
CURANDO A FALTA DE FÉ PELA PALAVRA
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“E assim eles chegaram a Jericó. Mais tarde, quando deixavam a cidade, uma grande multidão o seguia. Aconteceu que um mendigo cego chamado Bartimeu, filho de Timeu, estava sentado à beira da estrada. Quando Bartimeu soube que Jesus de Nazaré estava perto, começou a clamar: Jesus, Filho de Davi, tenha misericórdia de mim! Alguns gritaram para ele: Cale a boca! Porém, ele clamava ainda mais alto, sem parar: Ó Filho de Davi, tenha misericórdia de mim! Quando Jesus o ouviu, parou na estrada e disse: Digam-lhe que venha para cá! Então chamaram o cego. Disseram eles: Anime-se, venha, Ele o está chamando! Bartimeu arrancou a capa, a atirou para o lado e, de um salto, ficou em pé e dirigiu-se a Jesus. Perguntou Jesus: Que quer que eu faça para você? Disse o cego: Mestre, eu quero ver! Jesus lhe disse: Vá! A sua fé curou você. No mesmo instante o cego pôde ver e seguiu Jesus pela estrada!” (Marcos 11.46-52)
Possivelmente, a enfermidade da qual trataremos agora seja a pior entre tantas que podemos estudar. A verdade é que a igreja está cega como o cego Bartimeu. Uma igreja totalmente cega, precisando ser curada da sua cegueira pela Palavra de Deus. A cegueira consegue, a um só tempo, limitar ações, esconder imagens e sonhos preciosos, impedir movimento e fazer naufragar ideais e planejamentos.
Um cemitério, por exemplo. Ele é um dos locais mais ricos da terra. Ali, no cemitério, há projetos, sonhos, ideais que não se transformaram em realidade, mas foram enterrados com as pessoas que os trouxeram à luz. No cemitério há igrejas que nunca foram organizadas, hospitais que nunca foram edificados, asilos, orfanatos que nunca foram construídos, porque as pessoas que geraram em sua alma o sonho de um dia edificá-los foram enterradas com estes ideais.
O temor com relação à igreja de Jesus neste tempo, é que ela passe como que sendo enterrada sem realizar os sonhos que abriga no coração. Missionários, pastores, líderes, homens e mulheres de Deus deixam história, levando consigo projetos que não vieram a ser concretizados.
Quando a cegueira atinge uma igreja, um crente, aí está a enfermidade que vai fazer com que siga para o túmulo, não apenas aquele crente, mas seus sonhos, seus ideais, seus planos. A cegueira é uma enfermidade tremendamente cruel que empurra nossos sonhos e ideais mais nobres para debaixo da terra com nossos corpos.
Examinando o Evangelho de Jesus, vemos o nosso Mestre chamando os Seus discípulos para OLHAR. A igreja de Cristo, neste tempo, tem sido chamada para olhar, para ver, para enxergar coisas que não podem deixar de serem vistas.
Então, o que é que a igreja de Jesus Cristo precisa enxergar?
A igreja precisa enxergar…
1. Os seus próprios PECADOS
“E por que reparar o cisco no olho do irmão quando não percebe que tem uma viga no seu próprio olho? Como você pode pensar em dizer-lhe: “Irmão, eu o ajudo a livrar-se desse cisco no olho”, quando você não pode ver a viga que está em seu próprio olho? Hipócrita! Livre-se primeiro da viga do seu olho, e então você poderá ver claramente para cuidar do cisco do seu irmão.” (Lucas 6.41-42)
A igreja precisa enxergar os seus pecados e as suas mazelas. Encontramos neste texto Jesus Cristo clamando para que olhemos para dentro de nós mesmos como igreja. Já dizia o Pastor Rubens Lopes: “Conviver com o pecado é como acariciar uma cobra cascavel”. Manter vínculo com o pecado, acostumar-se com ele, é como cultivar relações amistosas e íntimas com uma cobra venenosa. Quando você menos espera, ela dá o bote, morde e mata.
De acordo com Jesus, há uma trave, uma viga em seu olho que precisa ser removida. Por isso, avalie a sua vida e o seu coração. Qual é a trave, a viga que precisa ser removida?

  • Talvez seja o adultério;
  • Talvez a fornicação;
  • Talvez um namoro indecente;
  • Talvez a mentira;
  • Talvez seja o ódio, a amargura.

Lembro-me das sábias palavras de um famoso escritor: “Os cristãos, muitas vezes, batem no peito e dizem: Eu não me envergonho do Evangelho de Cristo! Mas o Evangelho de Cristo se envergonha deles”. Qual é a viga que você precisa que Jesus remova dos seus olhos para curá-lo?

  • Uma vida corrupta;
  • Um exercício profissional longe dos padrões de Deus;
  • Um relacionamento familiar pobre espiritualmente;
  • Uma atitude grosseira para com a esposa e os filhos;
  • Uma atitude desrespeitosa para com o marido.

A igreja contemporânea é a igreja que precisa enxergar as suas mazelas, os seus pecados e clamar como Isaías:
“Então disse eu: Chegou a minha hora! Vou morrer porque sou um pecador. Sou um homem com lábios impuros e moro no meio de um povo de lábios impuros…” (Isaías 6.5)
A igreja precisa enxergar…
2. A realidade das PERSEGUIÇÕES
“Mas quando essas coisas começaram a acontecer, tomem cuidado, porque vocês estarão correndo grande perigo. Vocês serão arrastados para os tribunais, açoitados nas sinagogas. Por minha causa vocês serão levados diante de governadores e reis, e acusarão vocês de serem meus seguidores. Esta é a oportunidade que vocês tem de contar-lhes a boa-nova. (…) irmãos entregarão uns aos outros à morte, pais entregarão seus filhos. Filhos se rebelarão contra seus próprios pais e os matarão. E todos os odiarão porque vocês são meus. Mas todos os que perseverarem até o fim serão salvos.” (Marcos 13.9-10;12-13)
A igreja precisa enxergar a realidade das perseguições por causa do Evangelho de Jesus. A igreja precisa entender que ser cristão implica em perseguição. Ser cristão significa padecimento. Ser cristão significa o enfrentamento de situações adversas: ações, injúrias, calúnias, mentiras, prisões, açoites e perseguições.
Não encontramos respaldo na Palavra de Deus para o cristianismo cor-de-rosa. Não existe respaldo no NT para o cristianismo de bem com a vida, para o cristianismo diplomático. Não encontramos respaldo na Bíblia para essa heresia que povoa o nosso tempo dizendo que “tudo vai ficar muito bem com você; você não vai sofrer enfermidades, você não vai ter problemas, você vai ficar rico, cada vez mais rico”.
Alguém escreveu certa vez: “Cristo não morreu na cruz para fazer você feliz; Ele morreu na cruz para fazer você santo”. E há, realmente, uma grande diferença. Muitas vezes, pela busca de uma felicidade mundana e secularizada, você abandona o processo de santificação. Enxergando isso, você consegue enxergar as perseguições inerentes à vida de um cristão autêntico.
A igreja precisa enxergar…
3. A bênção da PROVISÃO de Deus
“Olhem para os passarinhos do céu! Eles não se preocupam com a comida; eles não precisam semear, nem colher, ou guardar a comida em depósitos, pois o Pai Celeste os alimenta. Será que vocês não valem muito mais do que os passarinhos?”  (Mateus 6.26)
A igreja precisa enxergar a bênção da provisão de Deus. Ele é o Jeová Jiré – O Senhor proverá! Deus proverá os recursos; Deus proverá todas as coisas necessárias para o avanço do seu Reino. Deus há de prover, há de levantar os recursos, há de fundamentar o sustento da obra. O que Deus quer é que abramos os nossos olhos e enxerguemos que não há nada que fuja à sua capacidade de prover para nós.
Por que andar entristecido, cabisbaixo, derrotado pelas ruas? Por que desistir de esperar em Deus? Deus quer que você enxergue que não são as suas mãos que garantem o pão de cada dia em sua casa. Deus quer que você perceba que não é você que mantém o seu cônjuge fiel a você. O Senhor deseja que você veja que não é você quem resolve os problemas. Deus quer que você enxergue que é Ele quem supre, e que quando Ele supre nunca há carência de novo. Jesus disse para mulher samaritana: “Aquele que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede”.
Sabe o que acontece quando você mesmo vai buscar água no poço? Todos os dias você tem sede e tem de buscar mais água. Mas, quando você deixa Deus prover, a solução será definitiva. Nunca mais haverá sede!
A igreja precisa enxergar…
4. A urgência da OBRA MISSIONÁRIA
“Vocês costumam dizer: o trabalho da colheita só começa quando termina o verão, daqui a quatro meses. Eu lhes digo: Olhem em volta de vocês e vejam os campos. Eles já estão maduros para a colheita.” (João 4.35)
Deus quer que a igreja enxergue a urgência da obra missionária, da obra evangelizadora. É tempo de olharmos os campos que já estão brancos para ceifa. Você sabe qual o momento em que o crente começa a evangelizar os seus amigos, parentes e vizinhos? É o minuto seguinte ao do seu encontro com Jesus. Ali nasce um evangelista, um missionário. Bartimeu disse o seguinte: não sei quem Ele era, onde Ele nasceu, não sei nada sobre a vida dele, mas de uma coisa eu sei – eu era cego, não enxergava nada, e agora enxergo tudo. É o meu testemunho para vocês.
É tempo da igreja se curar dessa cegueira que a faz confinar o evangelismo ao púlpito da igreja, no domingo à noite. O pensamento de muitas igrejas do nosso tempo é o seguinte: se alguém quiser ouvir a Palavra, que entre em nossos templos! A ordem de Jesus é abrir os olhos e ver, enxergar que há campos que estão brancos para ceifa. Esta obra é urgente!
A igreja precisa enxergar…
5. A vitória do CRISTO RESSURRETO
“Olhem para minhas mãos! Olhem para meus pés! Vocês podem ver que sou Eu mesmo! Toquem-me e vejam; um espírito não em carne nem ossos, como estão vendo que Eu tenho! Assim falando, Ele estendeu as mãos para eles verem, e mostrou-lhes os pés. Eles ainda não creram e ficaram admirados, cheios de alegria e de dúvida. Então Ele perguntou: vocês tem aqui alguma coisa para comer? Eles lhe deram um pedaço de peixe assado, e Ele o comeu diante de todos! Então Jesus disse: Enquanto estava ainda com vocês, Eu lhes falei: era necessário que se cumprisse tudo o que a meu respeito está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos.” (Lucas 24.39-43)
A igreja não enxerga o Cristo vivo. Vive como se Ele estivesse morto. Se você soubesse que Cristo está vivo, se enxergasse que Cristo está presente, você cometeria adultério? Um casal de namorados cometeria fornicação? Uma igreja se retrancaria, se acomodaria, caso enxergasse que Cristo está vivo?
Sabe por que vivemos em uma época de escândalos, de frustrações com crentes? Porque pregar Cristo é mais fácil do que enxergá-lo vitorioso e ressurreto. Falar de Cristo é mais fácil do que contemplá-lo vivo e vitorioso. Quando uma família enxerga o Cristo vitorioso, ressurreto, naquele lar há vitória em nome de Jesus.
Conclusão:
Então, como é possível vencer a cegueira?

  • Esteja Sempre Onde JESUS ESTÁ – é preciso vir ao encontro de Jesus e entender que Ele basta. Bartimeu estava lá na beira do caminho e quando viu que Jesus estava passando clamou por Ele.
  • Não Pare de CLAMAR e de CRER – Bartimeu venceu as resistências, e para que isto acontecesse, ele clamava ainda mais. Quanto maior a resistência, mais ele clamava. Ele estava convicto de duas coisas: ele era cego mesmo e Jesus tinha poder para curá-lo.
  • Deixe Tudo Para ESTAR COM JESUS – Talvez o único patrimônio de Bartimeu fosse a sua capa. Ele largou, ele deixou tudo o que tinha para lançar-se nos braços de Jesus. Quando se tem Jesus em frente, em mira, diante dos olhos, nada pode segurar você, nada!

O que é que você precisa deixar neste dia para lançar-se nos braços de Jesus? Talvez o pecado seja o maior patrimônio de muitos crentes em muitas igrejas! Deixe sua vida de pecado para estar com Jesus. O cego largou tudo e Jesus perguntou o que ele queria. E ele disse: Eu quero ver, eu quero enxergar!
O conteúdo da oração da igreja neste tempo deve ser: Senhor, eu quero ver, eu quero enxergar meus próprios pecados, eu quero enxergar a realidade das perseguições, eu quero enxergar a provisão do Senhor, eu quero enxergar a urgência da evangelização, eu quero enxergar o Cristo ressurreto vitorioso! Abra os meus olhos, Senhor, em nome de Jesus. Eu quero enxergar a cura da minha cegueira.
Para a igreja de cristo ficar curada da falta de fé…
 Ela precisa estar onde JESUS ESTÁ
 Ela não pode parar de CLAMAR e de CRER
 Ela precisa deixar tudo para ESTAR COM JESUS

 

Rolar para o topo