Desfrutando das Promessas do Pai

DESFRUTANDO DAS PROMESSAS DO PAI
mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos
“Porque todas quantas promessas há de Deus, são nele sim, e por ele o Amém, para glória de Deus por nós.” (2ª Coríntios 1.20)
Sabemos que adoramos a um Deus que não mente e não muda. Não houve uma palavra proferida por Ele que ficou sem ser cumprida, e aquelas que ainda não foram cumpridas, serão, porque a última palavra nesse mundo será Dele e o mundo ainda não chegou ao fim.
Nessa manhã Deus quer nos trazer à memória promessas que foram feitas e que, na Pessoa de Jesus, já foram cumpridas e que estão à nossa disposição para experimentá-las. O salmista diz:
“Este é o meu consolo no meu sofrimento, a tua promessa dá-me vida.” (Salmos 119.50)
O salmista relata que ter promessas traz renovo, imagina viver as promessas! Temos a tendência em focarmos tanto na espera das promessas que estão por vir, seja no âmbito coletivo ou individual, que perdemos a oportunidade de desfrutar daquelas que já estão liberadas para nós, filhos de Deus, por intermédio de Jesus.
Estamos tão ansiosos para novas ações que, ao invés de desfrutá-las, desperdiçamos e murmuramos pelas que ainda não chegaram, que perdemos o foco na caminhada. Cada promessa cumprida por Deus é nossa âncora para nos sustentar na espera do cumprimento de outras promessas.
Você precisa se apegar às promessas de Deus e ao Deus da promessa, relembrando daquelas que Ele prometeu e cumpriu e, por isso, podemos descansar desfrutando das quais Ele já realizou e com a convicção que Ele fará novamente, e tudo será cumprido quando Deus empenha sua palavra.
A ressurreição de Cristo nos assegura que as promessas de Deus são verdadeiras e podemos confiar nelas e saber como as coisas vão acontecer com base nas promessas de um bom Pai muda nossa vida.
Sendo assim, quais são as promessas de Deus que estão à nossa disposição?
1. Promessa de AMOR IRREVOGÁVEL
“Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 8.35-39)
A palavra promessa significa: Compromisso de fazer, dar ou dizer alguma coisa. Nesse texto, Deus afirma através do Apostolo Paulo que aqueles que estão em Cristo Jesus de maneira nenhuma podem ser separados do amor de Deus. É um compromisso de Deus nos amar por toda a eternidade.
Paulo estava falando a uma Igreja que estava passando por muitas lutas, muitas dores, muitas perseguições, muitas aflições, mas ele convida a Igreja a já desfrutar desse amor, dessa promessa de Deus, que não havia nada nessa terra e nada nas realidades espirituais que seriam capazes de separá-los de serem alvos do amor do Pai.
O próprio Jesus nos diz que aquele que vem a Ele de maneira nenhuma será lançado fora. Que promessa maravilhosa que muitas vezes não desfrutamos porque queremos merecer estar ao lado de Deus e nunca seremos. Jesus resolveu isso por nós, nos fazendo participantes da família de Deus, nos tornando filhos e não tem nada que nos separe do Pai.
Queridos, temos muitas lutas até chegarmos ao final de nossa vida, mas hoje Deus quer nos lembrar de que podemos viver todos os dias sabendo que não há nada que nos separe do seu amor. Há momentos que não entendemos Deus, não conseguimos compreender o seu amor e começamos a nos amargurar pelas circunstâncias da vida. Porém, não nos esqueçamos da promessa de Deus, afirmada por Jesus, de que nada é maior que o amor de Deus por nós.
Hoje é o dia de você recomeçar a desfrutar do amor de Deus. Deixe seu orgulho de lado, pare de tentar comprar ou merecer o amor do Pai, você só irá se cansar por algo que já está à sua disposição. Não se afaste desse amor, se constranja. Que a visão de quem somos, homens e mulheres miseráveis, nos deixe mais necessitados de sua graça e amor.
O que tem lhe separado de Deus com certeza está na lista de Paulo, para convencê-lo de que a promessa é atual, é para hoje, é para o momento que você está vivendo e que nada tem o poder de separá-lo do amor de Deus. Por isso, seja qual for a situação que viver, você é mais que vencedor em Cristo Jesus.

“Ancorar a nossa vida que não seja no amor de Deus, é um desperdício de vida.”

2. Promessa de PRESENÇA DIÁRIA
“Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” (Mateus 28.20)
Esse texto fala das últimas instruções do Senhor para os seus discípulos depois da ressurreição e antes da sua ascensão os céus. Nos versículos anteriores, Jesus aparece aos seus e dá ordens para continuarem sinalizando o Reino dos céus. Mas Jesus não vai aos céus antes de fazer uma promessa. Ele promete que estaria com todos os seus discípulos todos os dias. Não era uma promessa para aqueles discípulos, é uma promessa para todos os que creem até o fim dos séculos.
Essa promessa é real em nosso século XXI. Você pode desfrutar da presença de Jesus diariamente em sua vida, desde que você creia Nele e dê liberdade para Ele estar com vcoê, como Ele mesmo declarou:
“Eis que estou a porta se alguém ouvir minha voz e abrir a porta e cearei com ele, e ele comigo.” (Apocalipse 3.20)
Jesus prometeu que estaria conosco e está cumprindo sua promessa na vida daqueles que creem, percebem e desfrutam de sua presença. O que significa termos uma promessa da presença de Jesus todos os dias em nossa vida? Significa ter uma pessoa que tem o controle de tudo e tem a última palavra em tudo ao nosso lado.
Muitos pensam que o fato de Jesus estar em suas vidas, as dificuldades, os desastres, os dias ruins não acontecerão. E, quando estas coisas acontecem, dizem: “Jesus não está comigo!”, e viram as costas para Ele.
Esse texto disse quem quando Jesus apareceu ressurreto aos discípulos, uns tiveram a decisão de adorar e outros de duvidar. Assim acontece conosco. No meio de tantas dificuldades, perdemos Jesus de vista e de sua presença conosco. E, então, quando Ele nos aparece de maneira mais visível, duvidamos ou adoramos.
Assim foram os relatos bíblicos das experiências dos discípulos com Jesus em situações em que eles estavam em perigo. O relato de Jesus no barco com eles, a tempestade chegou e eles esqueceram de que Jesus era com eles. A cruz chegou e eles se esqueceram das palavras de ressurreição das quais já haviam sidos alertados.
Não importa o que os seus dias revelam, nunca se esqueça da promessa de Jesus que estaria com você todos os dias e desfrute da presença real de Jesus. Onde Jesus está, tudo se modifica, tudo é transformado. Então, não murmure, não duvide. Nos dias maus e nos dias bons o adore e desfrute da sua presença.
Quando Jesus está conosco sempre há mais por vir. Deus, ao mandar seu Filho, cumpriu sua promessa feita a Adão e Eva, de que mandaria alguém que, de uma vez por todas, restauraria seu relacionamento com o seu humano. Aproveite a presença de Jesus todos os dias da sua vida, porque você nasceu em um tempo em que a promessa já foi cumprida.
3. Promessa de um CONSOLADOR INCOMPARÁVEL
“E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós. Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.” (João 14.16-18)
Esses dias atrás experimentei o consolo do Espírito Santo em um ambiente que o que deveria prevalecer era o desespero. Fui ao enterro de uma criança de 9 anos. O Espírito Santo passeou sobre aquele ambiente de dor, trazendo uma paz e um consolo inexplicável. O ambiente tinha todos os motivos de ser de choro descontrolado e desespero profundo, mas, de uma maneira milagrosa, o Espírito Santo derramou o seu consolo, coisa que nenhum de nós poderia fazer.
Queridos, não somos órfãos, Jesus não nos abandonou, Deus não nos abandonou, Ele deixou dentro de nós o seu Espírito que nos consola a cada dia. Quando Paulo e Silas estavam na prisão experimentaram desse consolo de tal maneira que louvavam em uma cadeia. Estevão na hora de sua morte, a enfrentou vendo a glória de Deus, fruto do Espírito Santo de Deus com Ele.
João quando estava preso, recebeu visões espirituais que renovaram sua fé, e, tudo isso aconteceu, porque Jesus prometeu o Consolador e Ele está nos consolando para suportarmos até a volta de Jesus, que nos levará para um lugar onde não precisaremos mais de consolo, porque não haverá mais lágrimas, todas serão enxugadas.
Aqui ainda é o lugar de dor, de perda, de lágrimas, mas nem por isso é um lugar de abandono, porque de maneira inexplicável e maravilhosa o Espírito Santo nos consola. Li uma frase esses dias que dizia:

“A fé silencia perguntas e se agarra àquele que faz o impossível.”

Na nossa caminhada da vida precisamos de fé para desfrutar do consolo, porque para Deus não há impossíveis. Diante de situações que não parecem ter solução é preciso ter fé nas promessas já derramadas por Deus para que sejamos capazes de experimentar o milagre do consolo. Receba, desfruta o consolo do Espírito Santo de Deus que está à sua disposição. A promessa já foi cumprida.
4. Promessa de BÊNÇÃOS INCONTÁVEIS
“Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo.” (Efésios 1.3)
“Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?” (Romanos 8.32)
Deus se torna Pai daqueles que creem e aceitam a Jesus. Jesus em seu ministério deixou isso claro em seus ensinos e ações. Ele deixou claro que o que Ele fazia, Ele via e recebia do Pai. Jesus nos convida a não ficarmos correndo atrás de necessidades porque Deus nos saciaria em cada uma delas.
Deus não tem dificuldades em liberar bênçãos, Ele sabe recompensar cada filho, seja qual for a que eles precisem. Jesus disse que aquele que deixasse casa, família, ele daria ainda na terra muitas bênçãos, além do que perderam. Deus é um Pai que nos surpreende com bênçãos além do que merecemos. O livro “A Presença” diz:

“Quando pensamos que desistimos de tudo para seguir a Deus, Ele nos dá mais para ofertarmos.”

A promessa de bênçãos está em quem você é e não porque você merece. Somos insaciáveis quando queremos somente bênçãos e não a filiação. Assim foi com o filho pródigo, Ele quis as bênçãos do Pai e o deixou, mas depois viu que o melhor era o Pai e não a sua herança. Mesmo assim o Pai o honrou, sabe por quê? Não porque fez o que era certo em sair, mas porque voltou para o ambiente de onde nunca deveria deixar de estar, que é desfrutando da bênção da presença de Deus.
A promessa é que, quando você está em Jesus, todas as bênçãos terrenas e espirituais estão à sua disposição. Às vezes espiritualizamos essa questão de bênçãos achando que Deus não nos dará aquelas que desejamos, mas é certo que Ele dará além daquilo que pedimos ou pensamos.
Quando as bênçãos não forem o objetivo maior, Deus derramará sobre você todo sorte de bênçãos. Deus é o nosso galardão e, até quando ele nos diz não para alguma benção, experimentaremos bênçãos também. Foi o caso do Apóstolo Paulo que, ao pedir um milagre a Deus, recebeu um não para o milagre físico, mas recebeu um sim para o milagre espiritual, pois a graça do Pai lhe bastava para enfrentar aquela deficiência física na qual ele se encontrava.
Lembro-me que no início do processo de adoção, tivemos um momento difícil e eu estava muito apreensiva, e esse versículo de Romanos me lembrou que eu era filha do Pai e, se o Pai tinha dado o filho Dele para morrer por mim, Ele também me daria a vitória que eu temia não acontecer.
Muitas vezes não pedimos porque achamos que Deus não se importa, mas Ele é galardoador daqueles que o buscam. Ele está sempre com as mãos estendidas para nos abençoar, Seus planos são de paz e prosperidade, e, quando Ele fecha alguma porta ou os céus, é para refletirmos como estamos vivendo a nossa vida, para que Ele volte a nos abençoar.
Você é um filho amado do Pai do céu. A Bíblia nos convida a pensar se nós que somos pecadores sabemos dar boas coisas para os nossos filhos, imagina o Pai do céu e a Sua Palavra nos garantem bênçãos incontáveis para aqueles que estão ao lado Dele.
Não se boicote para receber as bênçãos do Pai, assuma seu papel de filho e receba Dele tudo que um relacionamento com Ele pode proporcionar, nunca perdendo de vista que a maior benção recebida foi se tornar filho e que nenhuma benção da terra pode ser comparada com aquelas bênçãos que estão do outro lado do túmulo, pois nem olhos viram e nem ouvidos ouviram o que Deus tem preparados para os seus.
Toda benção passa pelo caminho da cruz. Primeiro o sofrimento, depois a glória. Para desfrutarmos de toda sorte de bênçãos foi preciso Jesus passar pela vergonha da cruz para que, na sua vitória sobre a morte, as promessas do Pai se tornassem realidades em nossas vidas. Toda as bençãos do Pai sobre Jesus também estão disponíveis a nós.
Conclusão:
Vimos promessas universais e essenciais para aqueles que já se renderam ao Pai e que desfrutam desse relacionamento Pai e filho. Querido se você creu em Jesus e vive para sinalizá-lo, essas promessas já estão disponíveis para você. Você desfrutar do amor do Pai, da presença do Filho, do consolo do Espirito e das bênçãos dessa filiação.
Mas Deus tem mais para aqueles que vivem para Ele e morrem para si. Ele começa fazer revelações dos seus planos e os convida a participar deles. Ele faz promessas pessoais e específicas, mas tudo começa com você tomando posse das promessas já concretizadas em Jesus.
O próprio Jesus o convida a ver os planos futuros do Pai e lhe faz promessas para o seu Reino através de sua vida.
Nessa manha é tempo de você parar de viver de migalhas e se apossar das heranças que o Pai disponibilizou para seus filhos. Saia daqui com a certeza do amor, da presença, do consolo e das bênçãos para todos os dias de sua vida, porque Jesus disse que aquele crê Nele tem a vida eterna.
Sendo assim, já podemos desfrutar dessa promessa conquistada por Jesus aqui na terra e que também nos levará a experimentar de maneira plena por toda a eternidade. Ainda tem promessas de Deus para se cumprir em nossos dias, mas não podemos deixar de desfrutar enquanto o esperamos as que Ele já cumpriu através da vida de Jesus.

 

Rolar para o topo