É Tempo de Reforma (21/09/2014 – manhã)

É TEMPO DE REFORMA
mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos
Texto Bíblico: Neemias 2
Voltando um pouco no tempo, 130 anos aproximadamente o povo de Israel, por causa de sua insistência em desobedecer ao Senhor, foi levado para o cativeiro e o templo, sinal de adoração a Deus, foi derrubado e os muros, símbolo de uma cidade protegida, forte e segura, foram derrubados também.
48 anos após essa tragédia, Deus começa de maneira mais contundente a materializar suas misericórdias, permitindo que 50 mil judeus retornassem a Jerusalém. 18 nos depois iniciaram a reforma do templo sob a influência do profeta Esdras e 85 anos depois aconteceu a reforma do texto que lemos, os muros de Jerusalém.
Neemias estava adaptadíssimo fora de sua terra natal e do seu povo, até que uma simples conversa, uma simples curiosidade, uma simples lembrança fez tudo mudar. Fez relembrar das histórias ouvidas quando criança sobre os grandes feitos do Senhor, dos seus planos, de suas maravilhas. E é nesse ponto que Deus irá nos fazer refletir sobre o caos que temos notícias e que nos convidarão a tomar passos para ações reformadoras.
1º Passo para ações reformadoras
INCÔMODO COM AS NOTÍCIAS DO CAOS
O que não temos falta hoje é notícia de caos, uns maquiados, outros inventados, outros vivenciados, mas certo é que temos notícias de caos. Porém, nós, como Neemias, vivemos, exercemos nossas habilidades, provemos nossos recursos, fortalecemos nossa fé, até que um dia comum, como era o mês de quisleu, na época de Neemias, alguém nos conta mais do que notícias ouvidas, mas vivenciadas e é usado para que sejamos instrumentos de reforma.
Esse incômodo não é passageiro, sua duração não é passageira, não é um tempo de uma celebração, é insistente e produz choro, súplicas, angústia, perturbação e tristeza. Um incômodo que muda nossa maneira de viver, de exercer nossas funções, quem convive conosco percebe que há algo que não vai bem, estamos diferentes.
Neemias exercia uma função de valor social importantíssimo e com isso exigia comportamentos a altura, e uma das regras era que, ao entrar na presença do rei, não se poderia estar triste. Entretanto, o incômodo vivido com as notícias do caos, do seu povo, da sua nação era maior do que o politicamente correto, do que as normas oficiais, maior que até do que a sua própria vida, já que o desrespeito dessa regra poderia levar a pessoa à morte. Neemias sabia disso, por isso o texto bíblico relata que ele sentiu medo, mas manteve seu espírito ligado ao Pai e compartilhou a verdade que tanto havia mudado sua maneira de ser.
Quando somos impactados, incomodados por algum caos, as máscaras caem, compartilhamos nossas dores, nossas angústias. No Livro “Em buscada Espiritualidade” contém a seguinte frase:
“Pouco adianta a Igreja ser cada vez maior se o mundo anda cada dia pior”. Prafraseando: o que adianta nossa Igreja crescer se nossa cidade ainda está no caos?
2º Passo para ações reformadoras
AVALIAÇÃO DO CAOS
Neemias, muito sábio, pediu proteção do rei, companheiros para ir com ele na jornada da reconstrução. E mais: foi ver o caos com seus próprios olhos, foi confirmar se as notícias eram tão ruins como pareciam, porém, apesar de estar acompanhado, preferiu ir sozinho.
Quando estamos sozinhos tempos oportunidade de avaliarmos de acordo com nossas perspectivas. É um momento de meditação, de reflexão. E, assim, Neemias fez: foi sozinho avaliar o caos da sua cidade. Muitas vezes somos impactados pelo caos, pelas notícias que ouvimos do como está nosso povo, nossa cidade, Igreja, mas pecamos porque não vamos pessoalmente descobrir a real situação. Se quisermos ser agentes de reforma, precisamos parar de receber informação e ir ao lugar onde o caos está instalado.
3º Passo para ações reformadoras
CONVOCAÇÃO DE COMPROMETIDOS
Já passamos do passo do incômodo, do passo da avaliação. Agora é hora de influenciar outros a participaram da reforma, da reconstrução daquele caos instalado.  Para isso, precisamos entender o que queremos fazer, que tipo de reforma será feita, em que o caos será transformado, será modificado.
Deus tem convocado comprometidos hoje, como fez no tempo de Neemias, para que a Igreja deixe de viver para si e proclame as boas novas de Deus ao mundo. A restauração do ser humano, como imagem e semelhança do Pai. No livro “Eu creio, mas tenho dúvidas”, diz:
“A missão da Igreja não deve se resumir em preparar pessoas para irem para o céu, mas em tornar o mundo em que vivemos em um lugar mais humano, mais justo, mais misericordioso.”
Deus convoca seus filhos reformados, transformados para serem agentes nessa sociedade. Quantos Neemias Deus tem hoje a disposição para influenciar outros comprometidos para as reformas necessárias em nosso meio?
Aquele povo que estava em companhia de Neemias estava sabendo do caos, também estava disposto a fazer algo, mesmo sem saber o quê. Neemias foi só instrumento para convocá-los para solução. Neemias não somente relatou o caos, mas convocou para mudança, para reforma, para reconstrução. Hoje, nós estamos reunidos aqui para sermos lembrados quem somos e convocados para agir para reformar.
4º Passo para ações reformadoras
CERTEZA DA RECONSTRUÇÃO
“Sinal de maturidade espiritual é deixar o auto-controle ilusório e levantar as mãos a Deus.” (Cartas entre amigos).
Neemias desde o início mostrou que, ao saber do caos, o único que poderia mudar essa situação era Deus, ele era um bom empregado, tinha o privilégio de estar na presença do rei, mas ele sabia que Deus é que estava no controle. Neemias começou a reconstrução com a certeza de que ela aconteceria, que o caos não mais haveria, porque Deus estava no comando.
Conclusão:
É tempo de reforma, é tempo nós decidirmos tomar os passos das ações reformadoras:

  • COM INCÔMODOS COM AS NOTÍCIAS DO CAOS
  • COM AVALIAÇÃO DO CAOS
  • COM A CONVOCAÇÃO DE COMPROMETIDOS 
  • COM A CERTEZA DA RECONSTRUÇÃO.

Podemos ser Hanani, só comunicadores do caos ou Neemias solucionadores do caos. Quem você decidirá ser hoje? Há muito caos, há poucos dispostos a serem solucionadores. Mas eu e você fomos salvos do nosso caos para ser agentes de reforma, de reconstrução do caos do nosso próximo, nosso povo, da nossa nação, da nossa Igreja. Quem seguirá os passos reformadores de Neemias no Reino eterno de Deus?
 

Rolar para o topo