ENCONTROS COM JESUS – O Encontro de Jesus com os Discípulos e a Pesca

SÉRIE DE MENSAGENS “ENCONTROS COM JESUS”
O ENCONTRO DE JESUS COM OS DISCÍPULOS E A PESCA | 07/07
DA FRUSTRAÇÃO AO EXTRAORDINÁRIO
mensagem pregada pelo Pr. Vicente Bomfim
“Depois disso, Jesus apareceu outra vez aos seus discípulos, na beira do lago da Galileia. Foi assim que aconteceu: Estavam juntos Simão Pedro e Tomé, chamado “o Gêmeo”; Natanael, que era de Caná da Galileia; os filhos de Zebedeu e mais dois discípulos. Simão Pedro disse aos outros: Eu vou pescar. Nós também vamos pescar com você! Disseram eles. Então foram todos e subiram no barco, mas naquela noite não pescaram nada. De manhã, quando começava a clarear, Jesus estava na praia. Porém eles não sabiam que era ele. Então Jesus perguntou: Moços, vocês pescaram alguma coisa? Nada! Responderam eles. Joguem a rede do lado direito do barco, que vocês acharão peixe! Disse Jesus. Eles jogaram a rede e logo depois já não conseguiam puxá-la para dentro do barco, por causa da grande quantidade de peixes que havia nela. Aí o discípulo que Jesus amava disse a Pedro: É o Senhor Jesus! Quando Simão Pedro ouviu dizer que era o Senhor, vestiu a capa, pois havia tirado a roupa, e se jogou na água. Os outros discípulos foram no barco, puxando a rede com os peixes, pois estavam somente a uns cem metros da praia. Quando saíram do barco, viram ali uma pequena fogueira, com alguns peixes em cima das brasas. E também havia pão. Então Jesus disse: Tragam alguns desses peixes que vocês acabaram de pescar. Aí Simão Pedro subiu no barco e arrastou a rede para a terra. Ela estava cheia, com cento e cinquenta e três peixes grandes, e mesmo assim não se rebentou. Jesus disse: Venham comer! Nenhum deles tinha coragem de perguntar quem ele era, pois sabiam que era o Senhor. Então Jesus veio, pegou o pão e deu a eles. E fez a mesma coisa com os peixes. Foi esta a terceira vez que Jesus, depois de ter sido ressuscitado, apareceu aos seus discípulos. Quando eles acabaram de comer, Jesus perguntou a Simão Pedro: Simão, filho de João, você me ama mais do que estes outros me amam? Sim, o senhor sabe que eu o amo, Senhor! Respondeu ele. Então Jesus lhe disse: Tome conta das minhas ovelhas! E perguntou pela segunda vez: Simão, filho de João, você me ama? Pedro respondeu: Sim, o senhor sabe que eu o amo, Senhor! E Jesus lhe disse outra vez: Tome conta das minhas ovelhas! E perguntou pela terceira vez: Simão, filho de João, você me ama? Então Pedro ficou triste por Jesus ter perguntado três vezes: “Você me ama?” E respondeu: O senhor sabe tudo e sabe que eu o amo, Senhor! E Jesus ordenou: Tome conta das minhas ovelhas. Quando você era moço, você se aprontava e ia para onde queria. Mas eu afirmo a você que isto é verdade: quando for velho, você estenderá as mãos, alguém vai amarrá-las e o levará para onde você não vai querer ir. Ao dizer isso, Jesus estava dando a entender de que modo Pedro ia morrer e assim fazer com que Deus fosse louvado. Então Jesus disse a Pedro: Venha comigo!” (João 21.1-19)
É impossível olhar para este texto e não observar duas coisas importantes para nossas vidas: as frustrações dos homens caídos, fracos e pecadores, e o extraordinário de um Deus forte e soberano. Ele é um dos textos mais emocionantes da Bíblia. Os discípulos de Jesus estavam totalmente frustrados por causa da morte do seu mestre, a ponto de não saberem como seriam suas vidas a partir de então.
Atrevo-me dizer que eles estavam frustrados e totalmente perdidos. Nada extraordinário havia ocorrido. Eles estavam tão desanimados que buscavam forças para voltar aos seus cotidianos comuns. Observamos isso na fala de Pedro e dos discípulos. Eles disseram:
“Vou pescar e os discípulos disseram, nós vamos também!”
Ao lermos isso, podemos ver a frustração estampada em suas falas. Mas esse capítulo não é só de frustração. Ele também registra mais uma manifestação do Cristo ressurreto aos seus discípulos. Podemos observar alguns aspectos desta manifestação de Jesus aos seus discípulos que os tirou da frustração e os levou a viver o extraordinário.

  • Primeiro: Ele se manifestou no momento ADEQUADO, quando estavam mais confusos e desanimados.
  • Segundo: Ele se manifestou de forma AMOROSA, chamando-os de filhos.
  • Terceiro: Ele se manifestou de forma PODEROSA, repetindo a cena da pesca maravilhosa.

Olhando para esse prisma, o que podemos extrair para nossas vidas deste encontro de Jesus com seus discípulos e a pesca? O que podemos aprender sobre como sair das frustrações e viver o extraordinário de Deus?
Para sair da frustração e viver o extraordinário…
1. Aprenda que Jesus sempre AGE na hora CERTA.
“… Depois disso, Jesus apareceu outra vez aos seus discípulos, na beira do lago da Galileia. Foi assim que aconteceu: Estavam juntos Simão Pedro e Tomé, chamado “o Gêmeo”; Natanael, que era de Caná da Galileia; os filhos de Zebedeu e mais dois discípulos. Simão Pedro disse aos outros: Eu vou pescar. Nós também vamos pescar com você! Disseram eles. Então foram todos e subiram no barco, mas naquela noite não pescaram nada. De manhã, quando começava a clarear, Jesus estava na praia. Porém eles não sabiam que era ele. Então Jesus perguntou: Moços, vocês pescaram alguma coisa? Nada! Responderam eles. Joguem a rede do lado direito do barco, que vocês acharão peixe! Disse Jesus…” (v.1-6a)
Jesus estava na praia quando percebe o barco dos discípulos voltando à beira mar, e leva a eles uma pergunta muito simples: “vocês pescaram alguma coisa?”. Esta pergunta parece simples! Porém, ela tem um significado muito mais profundo do que parece, especialmente para Pedro. Ele vivia uma mescla de frustração, decepção e angústia por ter negado a Jesus e se acovardado. Agora que retorna para seu ofício de origem, tem uma nova frustração, não pescando nenhum peixe. Jesus sabia que Pedro não aguentava mais as frustrações que a vida estava impondo a ele.
Talvez, eles tivessem retornado ao ofício de origens por alguns motivos: possivelmente, porque eram pobres e precisavam garantir o seu próprio sustento! Talvez porque não aguentavam mais a espera e resolveram preencher o tempo com algo que sabiam fazer! Possivelmente porque estavam desanimados e pensavam que a única opção que restava era retornar ao passado, à sua antiga vida!
Sabe o que aprendo aqui? Aprendo que, em meio às frustrações da vida, não adianta dar macha ré. O segredo é ter a convicção de que Jesus se encontrará com você e agirá na hora certa. Nem Pedro e muito menos os outros discípulos poderiam imaginar que Jesus estaria ali à espera deles para arrancar deles as frustrações e impulsioná-los a viver o extraordinário. Aprenda uma coisa:

“Jesus sempre estará pronto para arrancar de você as frustrações da vida e levá-lo ao ápice de uma vida extraordinária.”

Para sair da frustração e viver o extraordinário…
2. Aprenda a OBEDECER a ORDEM de Jesus.
“… De manhã, quando começava a clarear, Jesus estava na praia. Porém eles não sabiam que era ele. Então Jesus perguntou: Moços, vocês pescaram alguma coisa? Nada! Responderam eles. Joguem a rede do lado direito do barco, que vocês acharão peixe! Disse Jesus…” (v.4-6)
Pensem comigo aqui! Os homens saíram para pescar, passaram a noite inteira e não encontraram nada. Agora chegam desestimulados na praia e encontram um homem que lhes dá uma nova ordem: voltem e joguem a rede do lado direito do barco. E Ele ainda afirma: vocês pescarão muitos peixes. Fico muito intrigado quando encontro na Bíblia estas controvérsias. Pois parece discrepância para mim, que acabei de fazer algo que sei como se faz e não deu certo, e vem alguém e me manda fazer de novo de forma diferente e afirma agora vai dar certo. Foi exatamente isso que, possivelmente, aqueles homens estavam pensando, só que a Bíblia diz que eles obedeceram. A Bíblia diz:
“… Eles jogaram a rede e logo depois já não conseguiam puxá-la para dentro do barco, por causa da grande quantidade de peixes que havia nela…” (v.6)
Sabe o que aprendo aqui? Aprendo que, independentemente de eu saber o certo ou errado, a ordem de Jesus tem que ter a primazia em minha vida. Tem um provérbio diz: “É melhor obedecer do que sacrificar”.
Neste caso, o que me impressiona é que os discípulos não sabiam que era Jesus, ou seja, não tinham convicção da identidade daquele que lhes dera a ordem. Mas, mesmo assim, resolveram obedecer. Esta ordem tinha um significado muito importante. Vocês sabiam? O significado era que através dela Jesus estava estabelecendo uma ponte de contato, um acesso ao coração dos discípulos para reafirmar o fato de sua ressurreição.
Talvez você, que entrou neste lugar, possivelmente ainda não tenha tido nenhum tipo de contato com Jesus e esteja vivendo um período terrível de frustrações em sua vida. Deixa eu dizer uma coisa a você: hoje, Jesus quer estabelecer uma ponte de contato com você e reafirmar em seu coração que Ele ressuscitou dos mortos para lhe dar a vida eterna. Jesus quer tirar você do meio das frustrações e levá-lo para viver o extraordinário com Ele.
Para sair da frustração e viver o extraordinário…
3. Aprenda que Jesus PROVIDENCIA tudo para nossa VIDA.
“… Aí o discípulo que Jesus amava disse a Pedro: É o Senhor Jesus! Quando Simão Pedro ouviu dizer que era o Senhor, vestiu a capa, pois havia tirado a roupa, e se jogou na água. Os outros discípulos foram no barco, puxando a rede com os peixes, pois estavam somente a uns cem metros da praia. Quando saíram do barco, viram ali uma pequena fogueira, com alguns peixes em cima das brasas. E também havia pão. Então Jesus disse: Tragam alguns desses peixes que vocês acabaram de pescar…” (v.7-10)
Nesta narrativa podemos identificar que Jesus é o nosso provedor no tempo das dificuldades e das frustrações. Ele manda que os discípulos voltem para o mar, providencia um milagre da pesca de muitos peixes e ainda espera na praia com a fogueira acesa e pães para o desjejum.
Sabe o que aprendo aqui? Aprendo que, para acontecer algo extraordinário em nossas vidas, precisamos encarar nossas frustrações e acreditar que Jesus é a nossa provisão. Sinceramente, não sei quais são as frustrações da sua vida. Mas de uma coisa sei, que Jesus recolheu as frustrações de Pedro e dos discípulos e devolveu para eles suas credencias de apóstolos. Jesus devolveu a eles a vida extraordinária.
Pedro e os discípulos já haviam desistido de ser quem Jesus disse que eles seriam: “pescadores de homens”, mas Jesus nunca desistiu de fazê-los ser quem Ele verdadeiramente disse que eles seriam. Você pode ter entrado aqui vivendo um tempo de muitas frustrações em muitas áreas da sua vida. Mas Jesus quer tirar você do meio das frustrações e levá-lo a experimentar algo sobrenatural e extraordinário. Jesus quer reafirmar em suas vidas aquilo que as frustrações tentaram apagar. Viva acreditando no agir, nas ordens, e na provisão de Jesus para sua vida, e Ele fará você viver uma vida extraordinária.
Conclusão:
Jesus quer nos fazer viver algo que nunca vivemos: uma vida extraordinária! Mas, para tanto, precisamos fazer algo que nunca fizemos: levantarmos do meio das nossas frustrações. Os discípulos estavam vivendo na frustração. Eles haviam traído o Mestre e o abandonado. E estas frustrações os levaram a esquecer do real motivo de suas existências.
Sabe de uma verdade: Jesus criou você para um propósito específico. E as frustrações da vida podem estar tirando você deste propósito. Mas, nesta noite, Ele o chama de volta, e coloca você de volta no lugar de onde você nunca deveria ter saído. Ele fez isso com os discípulos no final deste encontro. A Bíblia diz:
“… Então Jesus disse a Pedro: Venha comigo!” (v.19)
Ele tirou Pedro da frustração e levo-o a viver o extraordinário! Ele nesta noite quer fazer o mesmo com você!
Para sair da frustração e viver o extraordinário…
1. Aprenda que Jesus sempre AGE na hora CERTA.
2. Aprenda a OBEDECER a ORDEM de Jesus.
3. Aprenda que Jesus PROVIDENCIA tudo para nossa VIDA.
Clique aqui para fazer o download do ESBOÇO desta mensagem
Clique aqui para fazer o download do GUIA DE ESTUDO desta mensagem
Clique aqui para fazer o download do PPT desta mensagem

 

Rolar para o topo