Entrando em Campo para Administrar Bem as Finanças na Família (26/06/2014 – quinta)

ENTRANDO EM CAMPO PARA ADMINISTRAR BEM AS FINANÇAS NA FAMÍLIA
mensagem pregada pelo Pr. Vicente Bomfim
“Então, lhes recomendou: Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que Ele possui.” (Lucas 12:15)
Falar sobre finanças é um assunto sempre muito delicado em nosso meio. Mas, a verdade é que esta área precisa ser tratada com muito cuidado. Ao analisar este assunto percebo que entre nós há muitas famílias sofrendo por causa de uma administração errada, e para tanto busquei na palavra de Deus referências que nos traduza uma administração bem sucedida.
Tenho observado que muitas famílias hoje estão se acabando no aspecto das finanças, por não saberem gerenciar, por gastos excessivos, descontroles, excesso de compras, falta de economia, avareza. Deveríamos prestar mais atenção para o belo conselho bíblico deixado pelo escritor do livro de Hebreus:
“Seja a vossa vida sem avareza, contentai-vos com as coisas que tendes; porque Ele tem dito: De maneira nenhuma te deixarei, nunca jamais te abandonarei.” (Hebreus 13:5)
Sendo assim, o que fazer para administrar bem as finanças na família?
Para administrar bem as finanças na família…
1. Planejar é preciso
A Palavra de Deus nos adverte!
“Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir.” (Lucas 14:28)
Hoje mais do que nunca, esse princípio é fundamental na família. Se você não planejar como você irá gastar, alguém vai planejar isso para você. E aí como fica? A propaganda hoje tem um apelo cada vez mais forte para levar você e a sua família ao consumo cada vez maior. Muitas famílias e casamentos estão enfrentando sérios problemas porque não sabem planejar as finanças, não há planejamento entre as entradas e os gastos. O resultado? É Caos! Como fazer para fugir da tentação dos gastos excessivo? É simples siga o planejamento inicial, ou seja, não perca o foco.
Para administrar bem as finanças na família…
2. Administre bem
Para um verdadeiro cristão é fundamental saber que o dinheiro não lhe pertence. Tudo é de Deus. O papel do cristão é tomar conta. Deus quer prestação de contas. Não é sem sentido que Jesus conta várias parábolas que falam de dinheiro, de prestação de contas. Por exemplo, a bíblia diz:
“Chamou o Senhor dez servos seus, confiou-lhes dez minas e disse-lhes: Negociai até que eu volte.” (Lucas 19:13)
O verbo negociar quer dizer – boa administração. Apreendemos que administrar é ter um lugar para cada coisa e ter cada coisa no seu lugar. As pessoas se tornam conhecidas por sua administração ou organização, seja boa ou ruim. Você quer ser conhecido pela sua boa administração ou por viver nas crises financeiras? A bíblia diz: “Quem não governa bem sua própria vida como governará bem as coisas do Senhor?”
Para administrar bem as finanças na família…
3. Esteja livre de dívidas desnecessárias
Às vezes contraímos dívidas pressionadas pela mídia, que leva todo mundo na enxurrada do “compre agora e só pague daqui a três meses.” O sábio Salomão já dizia há muito tempo:
“O rico domina sobre o pobre, e o que toma emprestado é servo do que empresta.” (Provérbios 22:7)
O apóstolo Paulo aconselhou:
“A ninguém devais coisa alguma, exceto o amor com que Cristo vos amou e que deveis amar uns aos outros.”
Viver uma vida modesta com as contas em dia, ainda que tendo menos bens que o vizinho. Dá a você um sono mais sossegado.
Ou seja, reveja se é necessário ter um celular de última geração, reveja se é necessário almoçar ou jantar fora todos os finais de semana, reveja se é preciso trocar de carro agora, etc… Em suma: a ordem é acabar com as dividas desnecessárias!
Para administrar bem as finanças na família…
4. Não se esqueça jamais do orçamento
Descubra em sua casa quem é o bom tesoureiro ou tesoureira.
Se há mais de uma fonte de entradas financeiras junte as duas. Juntando e gerenciando juntos, inclusive com os filhos será melhor.
Ensine desde cedo aos seus filhos como cuidar das suas pequenas finanças. Cuidado com o cartão de crédito! A Bíblia recomenda:
“Tendes semeado muito e recolhido pouco; comeis, mas não chega para fartar-vos; bebeis, mas não dá para saciar-vos; vesti-vos, mas ninguém se aquece; e o que recebe salário, é como quem coloca num saco furado.” (Ageu 1:6)
A casa não deve estar dividida nas finanças, mas unida pelo casal com sua força, trabalho, boa administração e sujeição do casal a Deus. Vamos pensar! Ainda hoje a casais que não administram juntos os seus salários. Ou seja, o ganho dele é dele e meu é meu. Errado! Ainda a casais que diz assim: olha esse dinheiro estou te emprestando para pagar à conta, mas quero de volta até tal dia. Sendo que os dois usaram a benevolente conta. Quer um segredo: somem seus ganhos e faça o seu orçamento familiar ser bem sucedido.
Conclusão:
Para administrar bem as finanças na família…

  1. Planejar é preciso
  2. Administre bem
  3. Esteja livre de dívidas desnecessárias
  4. Não se esqueça jamais do orçamento

 

Rolar para o topo