Entre a Decepção e a Fé

ENTRE A DECEPÇÃO E A FÉ
mensagem pregada pelo Pr. Vicente Bomfim
“Disse Marta a Jesus: Senhor, se estivesses aqui meu irmão não teria morrido. Mas sei que, mesmo agora, Deus te dará tudo o que pedires.” (João 11.21-22)
Quero iniciar este sermão com uma pergunta: O que anda decepcionando seu coração a ponto de ofuscar sua fé? Esta narrativa expressa algo profundo que estava no coração de alguém que acabarA de perder um ente querido. Uma decepção, às vezes, ofusca a fé e põe tudo a perder.
Marta vai ao encontro de Jesus com uma declaração que trazia uma ponta de decepção e ao mesmo tempo uma grande demonstração de fé. Vale a pena ressaltar que, quando Marta se encontra com Jesus, foi o seu coração que falou através de seus lábios. Marta lamenta a demora, mas crê que Jesus, em resposta à oração a Deus, pode reverter a situação humanamente irremediável. É importante frisar que Marta ainda não tem plena consciência de que Jesus é o próprio Deus.
O que podemos aprender nesta história tão interessante? O que podemos extrair desta narrativa para o nosso crescimento nesta área que tem nos destruído de forma profunda, chamada decepção?
Entre a decepção e a fé…
1. Não deixe a LÓGICA matar sua PROMESSA.
“Disse Marta a Jesus: Senhor, se estivesses aqui…” (v.21a)
A mente de Marta estava perambulando entre o natural e o sobrenatural, entre o conhecido e o desconhecido, entre a lógica e a fé. Podemos perceber que Marta não deixava de acreditar em Jesus, ela só perdeu a esperança para aquele tempo. A fala de Marta, em um primeiro momento, é de alguém que está sofrendo muito a sua perda, a ponto de deixar que a lógica tomasse todo o espaço de sua mente sucumbindo a fé.
Não posso dizer que Marta não sabia quem estava à sua frente. Posso dizer que, até então, ela não havia se atentado que aquele que estava à sua frente tinha poder para ressuscitar alguém imediatamente e não precisaria esperar até o ultimo dia como informava a religião judaica. Esse contexto é muito interessante de se pensar, pois, às vezes, agimos como Marta no início de sua pergunta, deixamos a lógica desmoronar nossa fé e caímos em uma profunda decepção. Deixamos a razão tomar todo o espaço, a ponto de matar a nossa fé.
Sei que está chegando o fim do ano, e muitas coisas que você sonhou ainda não aconteceram. Você deve ter feito alguns planos que, hoje, ao olhar para trás, não vê nada concreto. Marta possivelmente esteve assim entre aqueles dias pensando: “ele vai chegar a tempo!”, “Vai acontecer!”. Mas, conforme os dias foram passando, a decepção foi crescendo e tomando forma e força a ponto de matar a fé. Deixa eu dizer algo a você:

“Jesus não é gerenciador de derrota, mas sim emissor de benção!”

“Jesus não trabalha simplesmente pela lógica, mas, com certeza inteiramente pela fé!”

Não deixe a decepção tomar lugar total em sua mente e matar a fé, sua visão e sua promessa.
Entre a decepção e a fé…
2. Não deixe que os acontecimentos ruins do PRESENTE apaguem o PASSADO de glória e o FUTURO de benção.
“… meu irmão não teria morrido…” (v.21b)
Posso perceber nesta fala de Marta um tom de decepção e perda de esperança e expectativa. Marta, possivelmente, estava querendo dizer muito intrinsecamente para Jesus o seguinte: “acabou, não tem mais jeito, deixe para lá, já morreu!”. Aprendo uma coisa muito interessante aqui:

“Jesus não está preso às categorias do nosso tempo. Ele transcende o tempo para trazer a existência o nosso milagre.”

Marta crê no Jesus que poderia ter evitado a morte, ou seja, intervir no passado. Marta crê no Jesus que ressuscitará no último dia, ou seja, agindo no futuro. Mas Marta não crê que Jesus possa fazer um milagre agora, no presente. Nós também somos assim, não temos a dificuldade de crer nas coisas que Jesus já fez no passado, e sabemos que ele fará algo extraordinário no futuro. A nossa dificuldade é crer em Jesus para o presente quando tudo parece perdido, quando estamos tão decepcionados com tudo e com todos a ponto de duvidarmos de seu poder e de sua majestade e glória.
Talvez essa seja a sua angústia. Às vezes você tem orado por seu casamento e está vendo ele se findar, às vezes você tem orado pela conversão de cônjuge e o vê mais endurecido. Às vezes tem orado por seus filhos e eles têm se perdido cada vez mais. Às vezes tem orado por seu emprego e ele nunca chega. Às vezes você tem orado por sua vida emocional e ela ainda parece um deserto. Entenda uma coisa:

“Jesus pode, quer e fará suas decepções e frustrações se tornarem benção, basta você crer nele.”

Entre a decepção e a fé…
3. Lembre-se que todo o PODER foi dado a JESUS na TERRA e no CÉU.
“… Mas sei que, mesmo agora, Deus te dará tudo o que pedires.” (v.22)
Ao olhar para este final posso perceber uma mudança no discurso de Marta. Agora Marta começa a dizer para Jesus que ainda que, a figueira não floresça e a vinha não produza fruto, ela acredita que tudo que Jesus pedir ao Pai, Ele o concederá. Acho muito impactante a mudança repentina de Marta. Sabemos que no contexto ela estava falando a respeito dos últimos dias e de tantas outras coisas. Mas quero aplicar ao seu coração esta quebra de contexto textual, para dizer a você que Jesus tem todo o poder na terra e no céu para mudar qualquer circunstância.
Jesus pode mudar suas decepções e ampliar sua fé, Jesus pode revolucionar seu casamento e ressuscitá-lo dos mortos, Jesus pode fazer seus filhos apaixonarem-se por ele, de tal forma, que se tornem mais envolvidos do que você, Jesus pode abrir uma solução para sua crise financeira, Jesus pode fazer tudo que Ele quiser e quando Ele quiser.  Mas tem uma coisa: Jesus só fará se você, nesta manhã, aprender a viver entre a decepção e a fé. Jesus sofreu como você sofre, chorou como você chora, se decepcionou como você se decepciona, mas Jesus nunca deixou as decepções aparentes esmagarem a sua fé.
Conclusão:
Você está decepcionado com a vida que vive e isso tem maltratado seu coração? Tem esfriado sua fé? Tem lhe matado aos poucos? Eu quero orar com você nesta manhã e pedir a Jesus para ensiná-lo a andar entre a decepção e a fé sem perder a graça.
Entre a decepção e a fé…
1. Não deixe a LÓGICA matar sua PROMESSA.
2. Não deixe que os acontecimentos ruins do PRESENTE apaguem o PASSADO de glória e o FUTURO de benção.
3. Lembre-se que todo o PODER foi dado a JESUS na TERRA e no CÉU.

 

Rolar para o topo