No Caminho da Conquista

NO CAMINHO DA CONQUISTA
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
“Os homens de Judá vieram a Josué em Gilgal, e Calebe, filho do quenezeu Jefoné, lhe disse: você sabe o que o Senhor disse a Moisés, homem de Deus, em Cades Barneia, sobre mim e sobre você. Eu tinha quarenta anos quando Moisés, servo do Senhor, enviou-me de Cades-Barneia para espionar a terra. Eu lhe dei um relatório digno de confiança, mas os meus irmãos israelitas que foram comigo fizeram o povo desanimar-se de medo. Eu, porém, fui inteiramente fiel ao Senhor, o meu Deus. Por isso naquele dia Moisés me jurou: certamente a terra em que você pisou será uma herança perpétua para você e para os seus descendentes, porquanto você foi inteiramente fiel ao Senhor, o meu Deus. Pois bem, o Senhor manteve-me vivo, como prometeu. E foi há quarenta e cinco anos que ele disse isso a Moisés, quando Israel caminhava pelo deserto. Por isso aqui estou hoje, com oitenta e cinco anos de idade! Ainda estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; tenho agora tanto vigor para ir à guerra como tinha naquela época. Dê-me, pois, a região montanhosa que naquela ocasião o Senhor me prometeu. Na época, você ficou sabendo que os enaquins lá viviam com suas cidades grandes e fortificadas; mas, se o Senhor estiver comigo, eu os expulsarei de lá, como ele prometeu. Então Josué abençoou a Calebe, filho de Jefoné, e lhe deu Hebrom por herança. Por isso, até hoje, Hebrom pertence aos descendentes de Calebe, filho do quenezeu Jefoné, pois ele foi inteiramente fiel ao Senhor, o Deus de Israel. Hebrom era chamada Quiriate-Arba, em homenagem a Arba, o maior dos enaquins. E a terra teve descanso da guerra.” (Josué 14.6-15)
Dentre os muitos personagens bíblicos que nos inspiram a viver uma vida de conquista, eu gostaria de destacar um homem que muito me impressiona. Seu nome é Calebe. Calebe foi um dos doze espias que foram espiar a terra de Canaã. Ele, juntamente com Josué, contrariou o relatório pessimista dos outros dez. Em razão da incredulidade de Israel, a promessa da conquista foi adiada por mais de quarenta anos. Aquela geração incrédula morreu no deserto, mas Josué e Calebe permaneceram vivos, e lutaram bravamente durante sete anos, até que Canaã finalmente passou a fazer parte do território de Israel.
Sendo assim, quais são as atitudes que preciso tomar que me conduzirão a um tempo de conquista?
No caminho da conquista…
1. Guarde em seu CORAÇÃO as PROMESSAS que Deus lhe fez.
“Naquele dia Moisés me fez a seguinte promessa: Calebe, você obedeceu fielmente ao Senhor, meu Deus. Por isso fique certo de que você e os seus filhos serão donos para sempre de toda a terra que pisarem.” (Josué 14.9)
No coração de Calebe não havia espaço para a incredulidade. Ele guardou a promessa feita por Deus através de Moisés. Ele não duvidou, mesmo em meio a tanta incredulidade. Uma vez que o Senhor lhe fez promessas, ele creu e não abriu mão delas. Por quarenta e cinco anos ele insistiu em crer e foi pela sua perseverança e fé que Deus o abençoou. Calebe plantou a semente da promessa divina em seu coração e todos os dias ele relembrava o que Deus tinha lhe dito. Veja as promessas que Deus fez a Calebe:
“No entanto, juro pela glória do Senhor que enche toda a terra, que nenhum dos que viram a minha glória e os sinais miraculosos que realizei no Egito e no deserto, e me puseram à prova e me desobedeceram dez vezes… nenhum deles chegará a ver a terra que prometi com juramento aos seus antepassados. Ninguém que me tratou com desprezo a verá… Mas, como o meu servo Calebe tem outro espírito e me segue com integridade, eu o farei entrar na terra que foi observar, e seus descendentes a herdarão.” (Números 14.18-24)
O que você tem feito com as promessas que Deus lhe deu? Você tem se esquecido delas? Ou você as tem alimentado dia após dia crendo que Deus as cumprirá no tempo certo?

“As promessas de Deus são sementes que nunca morrem.”

No caminho da conquista…
2. Não dê OUVIDOS a pessoas PESSIMISTAS
É possível que você esteja abrindo mão da promessa de Deus para sua vida porque tem dado ouvidos a pessoas erradas. Afaste-se de pessoas pessimistas. Calebe não deu ouvidos às vozes do pessimismo.
“… Eu lhe dei um relatório digno de confiança, mas os meus irmãos israelitas que foram comigo fizeram o povo desanimar-se de medo.” (vs. 7b-8)
Se há um inimigo das nossas conquistas, esse inimigo é o pessimismo. Muitos tentarão nos convencer com seu pessimismo que o caminho da fé não nos levará a nada.Por que existem pessoas que agem assim? Porque…

“O pessimista prefere desistir da promessa do que lutar para conquistá-la.”

Calebe foi um dos poucos de sua geração que creu na promessa de Deus e esperou com perseverança o seu cumprimento.
Sabe por quê? Porque ele não deu ouvidos ao pessimismo do povo. Ele não se amoldou aos pessimistas. Ele não deixou seu coração azedar por causa daqueles que duvidavam do Senhor. Talvez você tenha chegado aqui nesta noite com seus sonhos frustrados, porque deu ouvidos à incredulidade e o pessimismo daqueles que estavam à sua volta. Por isso, não dê ouvidos àqueles que duvidam de Deus. Tão somente creia na promessa e aguarde o melhor que Deus tem para fazer em sua vida! Cada palavra contrária deve ser um motivo a mais para continuar crendo na ação do Deus Todo-Poderoso.
No caminho da conquista…
3. Espere com MOTIVAÇÃO a concretização do seu SONHO
“Pois bem, o Senhor manteve-me vivo, como prometeu. E foi há quarenta e cinco anos que ele disse isso a Moisés, quando Israel caminhava pelo deserto. Por isso aqui estou hoje, com oitenta e cinco anos de idade.” (Josué 14.10)
Você seria capaz de esperar quarenta e cinco anos por uma benção e ainda assim continuar com a mesma motivação? Calebe reconhecia que a benção do Senhor o mantivera vivo e com vigor! Calebe, com 85 anos de idade, sentia a mesma coisa por dentro e por fora. Sua motivação, apesar da aparente demora na concretização do sonho, era a mesma. Como está sua motivação diante do tempo da espera? Há quanto tempo você está esperando a realização de seu sonho? Independente do tempo da espera creia nessa promessa bíblica que vou dizer:
“Nenhuma das boas promessas que o Senhor, o seu Deus, lhe fez deixou de cumprir-se. Todas se cumpriram; Nenhuma delas falhou.” (Josué 23.14b)
No caminho da conquista…
4. Tenha DISPOSIÇÃO para LUTAR em todo o tempo
“Ainda estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; tenho agora tanto vigor para ir à guerra como tinha naquela época… Dê-me, pois, a região montanhosa que naquela ocasião o Senhor me prometeu. Na época, você ficou sabendo que os enaquins lá viviam com suas cidades fortificadas; mas, se o Senhor estiver comigo, eu o expulsarei de lá, como ele prometeu.” (Josué 14.11,12)
Calebe não se deixou intimidar pelos desafios da vida. O monte que Calebe queria estava cheio de inimigos, mas ele estava disposto a lutar contra eles.  Muitas vezes pensamos que a fé nos livra das lutas e nos entrega a benção “de mão beijada”, mas, na verdade, temos que pelejar pelo que almejamos, pois a fé não é um sentimento, mas uma atitude. Calebe estava disposto a lutar pelo seu sonho em todo o tempo. Você está disposto a lutar pelo seu sonho ou já entregou os pontos há muito tempo?
No caminho da conquista…
5. Permaneça FIEL ao seu Deus
“Mas os meus irmãos israelitas que foram comigo fizeram o povo desanimar-se de medo. Eu, porém, fui inteiramente fiel ao SENHOR, o meu Deus… Por isso naquele dia Moisés me jurou: Certamente a terra em que você pisou será uma herança perpétua para você e para os seus descendentes, porquanto você foi inteiramente fiel ao SENHOR, o meu Deus… Por isso, até hoje, Hebrom pertence aos descendentes de Calebe, filho do quenezeu Jefoné, pois ele foi inteiramente fiel ao SENHOR, o Deus de Israel.” (Josué 14.8,9,14)
Calebe tomou posse de Hebrom porque foi inteiramente fiel ao Senhor. Não foi fiel em algumas coisas e infiel em outras. Ele foi inteiramente fiel! Por isso, conseguiu alcançar sua promessa. Quais são as áreas de fidelidade que você precisa observar em sua vida?
Conclusão:
Que sejamos “Calebes” para nosso tempo: Quando todos deixarem de crer, creiamos. Quando todos desanimarem, alimentemos nosso coração com as promessas. Quando todos se cansarem, renovemos nossas forças.

 

Rolar para o topo