Fé em Tempos Difíceis

FÉ EM TEMPOS DIFÍCEIS
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“Ai de mim! porque estou feito como as colheitas de frutas do verão, como os rabiscos da vindima; não há cacho de uvas para comer, nem figos temporãos que a minha alma deseja. Já pereceu da terra o homem piedoso, e não há entre os homens um que seja justo; todos armam ciladas para sangue; cada um caça a seu irmão com a rede. As suas mãos fazem diligentemente o mal; assim demanda o príncipe, e o juiz julga pela recompensa, e o grande fala da corrupção da sua alma, e assim todos eles tecem o mal. O melhor deles é como um espinho; o mais reto é pior do que a sebe de espinhos; veio o dia dos teus vigias, veio o dia da tua punição; agora será a sua confusão. Não creiais no amigo, nem confieis no vosso guia; daquela que repousa no teu seio, guarda as portas da tua boca. Porque o filho despreza ao pai, a filha se levanta contra sua mãe, a nora contra sua sogra, os inimigos do homem são os da sua própria casa. Eu, porém, olharei para o Senhor; esperarei no Deus da minha salvação; o meu Deus me ouvirá.” (Miqueias 7.1-7)
O profeta Miqueias está fechando as cortinas de sua profecia. Ele descortina o coração, abre o cofre da alma e demonstra sua angústia ao ver a corrupção generalizada da sua nação. Miqueias olha para condição moral e espiritual do seu povo e solta um profundo gemido. Ele escancara a sua alma e manifesta-se num grito de desespero. Ele não olha com indiferença a situação desoladora de sua nação. Ele se identifica com seu povo e geme. Ao diagnosticar a aguda e crônica enfermidade de Judá, Miqueias identifica alguns graves problemas. Que problemas eram esses?

  • A Apostasia Generalizada – uma generalizada corrupção atingiu os reis, os juízes, os sacerdotes, os profetas, os ricos, e todo o restante do povo. O cenário era absolutamente sombrio.
  • A Deslealdade Generalizada – os homens tornaram-se feras selvagens. Eles olhavam para os seus irmãos não como alguém a defender, mas como alguém a explorar, a devorar.
  • A Corrupção Generalizada da Liderança – a liderança de Judá tinha mãos ágeis para o jogo sujo. Os príncipes não governavam mais para o povo, mas contra o povo. Os juízes não eram mais os guardiões da lei, mas os transgressores mais abusados. Os ricos estavam blindados pela certeza da impunidade e podiam tapar a boca dos juízes a qualquer hora com compra vergonhosa de sentenças.
  • A Degradação Generalizada da Liderança – Miqueias chega a dizer que o melhor deles era como um espinheiro. Ele não via mais esperança na liderança política, judiciária e religiosa da sua nação.
  • O Colapso Generalizado das Relações Humanas – os laços mais fortes estavam completamente destruídos, os relacionamentos foram sacrificados por causa da ganância, o amor ao dinheiro sobrepujou o amor a Deus e às pessoas.
  • O Colapso Generalizado das Relações Familiares – a família, a guardiã dos valores morais, o abrigo mais seguro da amizade, do amor e da lealdade também sucumbiu pelos efeitos arrasadores desse terremoto moral que abalou a nação. O último refúgio de esperança estava reduzido a pó.

Parece que o livro de Miqueias conhecia a realidade que estamos vivendo no tempo que se chama hoje. Da mesma forma, nossa sociedade vive os mesmos problemas identificados pelo profeta no seu tempo. Há uma calamidade moral, social, política e espiritual em nossa nação.
Os tempos são difíceis. A nosso povo está acuado diante de tamanha violência. Há corrupção em todos os níveis e esferas da nossa sociedade: do grande ao pequeno, do rico ao pobre, do graduado ao analfabeto.
Apostasia, deslealdade, degradação, colapso e crise são palavras que definem uma nação que vive completamente longe dos propósitos de Deus. de fato, como são difíceis os dias em que estamos vivendo.
Miqueias olhou para a terra e seu coração cobriu-se de desespero; porém, ele olhou para o céu e sua alma encheu-se de esperança. Em tempos de difíceis, a fé de Miqueias não permitiu que ele sucumbisse, nem esmorecesse e nem perdesse a esperança. Sendo assim, qual é o benefício da fé em tempos difíceis?
Em tempos difíceis…
1. A fé nos faz OLHAR para DEUS e NÃO para as CIRCUNSTÂNCIAS
“Eu, porém, olharei para o Senhor…” (v.7a)
No vale mais sombrio das circunstâncias desesperadoras, o profeta olhou para Deus e encontrou um porto seguro para sua alma.

“Olhar para Deus, e não para as circunstâncias, encharca a nossa vida de coragem.”

Se você olhar para as circunstâncias, sua alma se encherá de medo. Geazi olhos apenas para os soldados da Síria e ficou com medo. Davi olhou para o ataque implacável dos amalequitas contra sua família e ficou angustiado. Pedro olhou para a força do medo e o barulho das ondas e começou a afundar.
Miqueias, enquanto estava concentrado nos problemas da sua nação, também ficou desesperado. Todavia, quando voltou o seu olhar para Deus, o Deus da sua salvação, compreendeu que ele era poderoso para responder ao seu clamor e restaurar a sua sorte.
Em tempos difíceis, olhar para Deus, e não para as circunstâncias, é crer que Ele se importa conosco, que Ele é o nosso refúgio e fortaleza, o nosso socorro bem presente, aquele que guarda a nossa entrada e a nossa saída.
Em tempos difíceis, olhar para Deus, e não para as circunstâncias é confiar que Ele é o nosso protetor e libertador. Ele é aquele que, no vale da sombra da morte, nos guarda, nos dirige e nos livra de todo o medo. A Bíblia diz:
“Aqueles que confiam em Deus, o Senhor, são como o monte Sião, que não pode ser abalado, mas continua sempre firme.” (Salmo 125.1)
Em tempos difíceis, para onde você tem olhado: para as circunstâncias devastadoras desta vida ou para Deus, aquele que enche sua vida de coragem e esperança para seguir em frente?
Em tempos difíceis…
2. A fé nos faz ESPERAR em DEUS e NÃO em SOLUÇÕES HUMANAS
“… Esperarei no Deus da minha salvação…” (v.7b)
Miqueias, diante da completa desolação que sua nação enfrentava, sabia perfeitamente que a solução não vinha dos homens do seu tempo. Ele não tinha condições de esperar nada das pessoas de sua sociedade. Mas sua fé o levou a esperar em Deus. Ele sabia que do alto viria a solução.
Olhe para a realidade dos nossos dias! Pergunto: você ainda confia em alguma solução vinda dos homens? Você acredita que algum político, ainda que seja honesto, conseguirá fazer alguma coisa por esse país, ou pelo nosso Estado, ou pela nossa cidade, ou pelo nosso bairro?
Em tempos difíceis, espere em Deus. Dele vem a solução, Dele vem a restauração, Dele vem a transformação, Dele vem a reconstrução, Dele vem a salvação para essa nação! O salmista afirmou o seguinte:
“Deus é a minha única esperança; nele eu confio e fico tranquilo, porque dele vem a minha salvação. […] Descanso somente em Deus, confio nele, e minha alma fica tranquila. Ele é a fonte da minha esperança!” (Salmo 62.1,5)
Em tempos difíceis, espere no Senhor. Coisas lindas e sobrenaturais estão à disposição daqueles que esperam no Senhor em tempos de tribulação. O profeta Isaías apresenta as vantagens de se esperar em Deus em tempos difíceis:
“Mas os que esperam no Eterno renovam as suas forças. Abrem as asas e voam alto como águias, correm e não se cansam, andam e não ficam exaustos.” (Isaías 40.31)
Em tempos difíceis, onde você tem buscado a solução: em homens, que são falhos e não cumprem suas promessas, ou em Deus, que renova as suas forças e promete estar com você em todo o tempo?
Em tempos difíceis…
3. A fé nos dá a CERTEZA de que DEUS OUVIRÁ o nosso CLAMOR
“… O meu Deus me ouvirá.” (v.7c)
No meio de toda depravação moral e espiritual do povo de Judá, uma nação completamente enferma e corrupta, o profeta Miqueias guarda uma certeza em seu coração: “o meu Deus me ouvirá”. Ele tinha absoluta certeza de que Deus ouviria o seu clamor. Talvez a liderança de Judá não ouviria o clamor do profeta, nem tampouco as pessoas ao seu redor e nem mesmo os seus próprios familiares. Mas a sua fé lhe dava a certeza de que Deus, o Todo-Poderoso, estava com os seus ouvidos inclinados para ouvir o seu clamor.
Em tempos difíceis, pode ser que os políticos não ouçam o seu pedido de socorro, nem quaisquer outras autoridades, nem os seus amigos, nem os seus familiares e nem a sua igreja. Porém, acredite nessa verdade: se você tem fé em Deus, tenha a certeza de que os Seus ouvidos estarão prontos e atentos ao seu clamor.

“Somente a fé é capaz de nos dar a certeza de que Deus ouve o nosso clamor em tempos difíceis.”

A Bíblia está repleta de textos que comprovam que Deus está pronto para ouvir o clamor dos seus filhos, principalmente nos Salmos. Basta clamar, e Ele ouvirá:
“O Eterno está sempre de olho em seus amigos; seus ouvidos estão atentos a cada gemido ou suspiro.” (Salmo 34.15)
“No meio da minha aflição clamei pela ajuda do Senhor. Gritando, pedi socorro ao meu Deus. Lá do seu templo ele ouviu a minha voz; ele escutou meu pedido de socorro.” (Salmo 18.6)
“Quando clamei, tu me respondeste; deste-me força e coragem.” (Salmo 138.3)
“Esperei ansiosamente pelo SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor.” (Salmo 40.1)
Em tempos difíceis, a quem você tem clamado: aos homens, que na maioria das vezes desprezam os pedidos de socorro, ou a Deus, que nunca ignora o clamor daquele que nele crê?
Conclusão:
Os tempos estão difíceis? A tendência é que os tempos se tornem ainda mais difíceis. Esta afirmação não é uma palavra de desânimo para você, muito pelo contrário, é uma palavra para despertá-lo para que você seja capaz de compreender que a única solução para sua vida no meio dessa turbulência toda que estamos vivendo é Jesus.
Você precisa crer que Jesus é o único que pode salvá-lo dos seus pecados e desse mundo caído, perverso e decadente. O próprio Jesus deixou uma mensagem de esperança para os seus discípulos, visto que eles enfrentariam tempos difíceis depois de sua partida:
“Estou dizendo estas coisas para que, crendo em mim, vocês estejam inabaláveis e seguros e desfrutem a paz. Neste mundo mau vocês sempre terão dificuldades. Mas fiquem firmes! Eu venci o mundo.” (João 16.33)
O profeta Miqueias tinha fé em Deus, pois sabia que Ele era o seu pastor, o seu libertador, o seu restaurador e o seu salvador. O que você precisa fazer é aplicar fé à palavra que foi ministrada ao seu coração nesta noite. Você precisa crer que Jesus é o seu pastor, o seu libertador, o seu restaurador e o seu salvador. Porque, em tempos difíceis…
1. A sua fé lhe fará OLHAR para DEUS e NÃO para as CIRCUNSTÂNCIAS
2. A sua fé lhe fará ESPERAR em DEUS e NÃO em SOLUÇÕES HUMANAS
3. A sua fé lhe dará a CERTEZA de que DEUS OUVIRÁ o seu CLAMOR
Faça de Jesus, nesta noite, o dono da sua vida, do seu coração. Faça dele a sua força, o seu escudo, o seu libertador. Ele é grandioso, é vencedor, em seu nome há poder. Ele é glorioso, é majestoso. Entregue sua vida a Jesus!

 

Rolar para o topo