Josafá Orou e Venceu os Inimigos

SÉRIE “EU OREI E DEUS OUVIU” | 01/07
JOSAFÁ OROU E VENCEU OS INIMIGOS

mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes

“Depois disso, os moabitas e os amonitas, com alguns dos meunitas, entraram em guerra contra Josafá. Então informaram a Josafá: Um exército enorme vem contra ti de Edom, do outro lado do mar Morto. Já está em Hazazom-Tamar, isto é, En-Gedi. Alarmado, Josafá decidiu orar ao Senhor e proclamou um jejum em todo o reino de Judá.” (2º Crônicas 20.1-3)

Introdução:

Josafá ficou sabendo que três nações inimigas estavam vindo contra ele com o intuito de atacá-lo. As perspectivas não eram muito boas, pois eram três nações poderosas: os moabitas, os amonitas e os meunitas. E agora, como lutar e vencer esses inimigos? Antes de qualquer coisa é preciso entender que Deus colocou a história de Josafá na Bíblia para ilustrar certos princípios espirituais para podermos vencer as batalhas contra os nossos inimigos. Sendo assim, quais são os princípios aplicados por Josafá para vencer os seus inimigos que nos ajudarão, também, a vencer os nossos? A partir da oração que Josafá fez, como podemos vencer nossos inimigos? O que fazer diante deles?

Para vencer os inimigos…

1. Ore e Jejue.

“Alarmado, Josafá decidiu orar ao Senhor e proclamou um jejum em todo o reino de Judá.” (2º Crônicas 20.3)

Josafá não buscou ajuda de outros reis das nações aliadas a ele, nem pediu orientações dos seus conselheiros ou general do seu exército. Mas, ele decidiu buscar ao SENHOR com oração e jejum.

O rei Davi, quando cercado pelos seus inimigos, tomou o mesmo caminho de Josafá para vencer seus inimigos: “No meu desespero, eu clamei ao Senhor e pedi que Ele me ajudasse. Do seu templo no céu o Senhor ouviu a minha voz, Ele escutou o meu grito de socorro.” (Salmo 18.6).

Para vencer os inimigos…

2. Mova outras pessoas para orarem com você.

“Reuniu-se, pois, o povo, vindo de todas as cidades de Judá para buscar a ajuda do Senhor.” (2º Crônicas 20.4)

Josafá proclamou um jejum e moveu todo o povo para buscar a ajuda do Senhor. As pessoas vieram de todas as cidades de Judá para orarem com Josafá. Além da ajuda de Deus, Josafá decidiu mover outras pessoas para orarem ao Senhor em torno do seu propósito.

Para vencer os inimigos…

3. Seja dependente de Deus.

“… Não temos força para enfrentar esse exército imenso que está nos atacando. Não sabemos o que fazer…” (2º Crônicas 20.12)

Josafá fez duas declarações importantes: ele admitiu não ter forças para enfrentar seus inimigos, ele admitiu que não sabia o que fazer. O rei Josafá foi capaz de admitir a sua total incapacidade para resolver aquela situação e a sua completa dependência de Deus. Entenda que, sem a ajuda de Deus, não podemos vencer nossas guerras. Não podemos transformar as circunstâncias ao nosso redor. Jesus, certa vez, disse aos seus discípulos: “… Sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.” (João 15.5).

Para vencer os inimigos…

4. Não tire seus olhos de Deus.

“… Mas os nossos olhos se voltam para ti.” (2º Crônicas 20.12)

Josafá não tinha forças para enfrentar o exército e nem sabia o que fazer, mas os seus olhos estavam postos no Senhor. Para Josafá, nenhum problema era grande demais diante do Deus a quem ele servia e adorava. Seu foco estava concentrado no Senhor e na força do Seu poder. Não havia circunstância adversa que pudesse fazê-lo tirar os olhos de Deus.

Para vencer os inimigos…

5. Ouça o que Deus tem a dizer.

“Então o Espírito do Senhor veio sobre Jaaziel, filho de Zacarias, neto de Benaia, bisneto de Jeiel e trineto de Matanias, levita e descendente de Asafe, no meio da assembleia. Ele disse: Escutem, todos os que vivem em Judá e em Jerusalém e o rei Josafá! Assim lhes diz o Senhor: Não tenham medo nem fiquem desanimados por causa desse exército enorme. Pois a batalha não é de vocês, mas de Deus. Amanhã, desçam contra eles. Eles virão pela subida de Ziz, e vocês os encontrarão no fim do vale, em frente do deserto de Jeruel. Vocês não precisarão lutar nessa batalha. Tomem suas posições; permaneçam firmes e vejam o livramento que o Senhor lhes dará, ó Judá, ó Jerusalém. Não tenham medo nem se desanimem. Saiam para enfrentá-los amanhã, e o Senhor estará com vocês.” (2º Crônicas 20.14-17)

Quando toda Judá estava reunido diante do Senhor, um deles foi tomado pelo Espírito do SENHOR e começou a profetizar. Um detalhe importante – Jaaziel era levita e não profeta. Mas, Deus quando quer falar ele usa quem ele quer e surpreende a todos. O Espírito do SENHOR se apoderou de Jaaziel e falou para toda a congregação de Judá, falou para o rei Josafá dizendo a ele todas as estratégias que ele deveria usar para derrotar o exército inimigo.

O profeta Isaías encorajou o povo de Israel que reclamava da sua situação de calamidade a esperar pelo Senhor. Ele disse: “Será que você não sabe? Nunca ouviu falar? O Senhor é o Deus eterno, o Criador de toda a terra. Ele não se cansa nem fica exausto, sua sabedoria é insondável. Ele fortalece ao cansado e dá grande vigor ao que está sem forças. Até os jovens se cansam e ficam exaustos, e os moços tropeçam e caem; mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam bem alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.” (Isaías 40.28-31)

Para vencer os inimigos…

6. Confie totalmente na Palavra de Deus.

“De madrugada partiram para o deserto de Tecoa. Quando estavam saindo, Josafá lhes disse: Escutem-me, Judá e povo de Jerusalém! Tenham fé no Senhor, o seu Deus, e vocês serão sustentados; tenham fé nos profetas dele e vocês terão a vitória.” (2º Crônicas 20.20)

Depois de adorar e louvar ao Senhor (vs.18-19), o povo saiu para encontrar o inimigo. Enquanto isso, Josafá recordou-lhes que eles precisavam se lembrar da Palavra do Senhor que havia sido proclamada no dia anterior e não deviam começar a duvidar dela. O povo precisar confiar totalmente na Palavra de Deus.

Conclusão:

Talvez você esteja pensando em desistir. Os problemas que tem enfrentado são tão grandes que você é tentado a se render a eles. Porém, não ceda à tentação de parar. Hoje, Deus quer ajudá-lo a vencer seus inimigos. Não saia daqui sem dar uma oportunidade de entregar a sua batalha para Deus.

Rolar para o topo