Marcas das Famílias Amigas de Deus

FAMÍLIAS AMIGAS DE DEUS | 01/08
MARCAS DAS FAMÍLIAS AMIGAS DE DEUS
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho
“Na terra de Uz vivia um homem chamado Jó. Era homem íntegro e justo; temia a Deus e evitava o mal. Tinha ele sete filhos e três filhas, e possuía sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas parelhas de boi e quinhentos jumentos, e tinha muita gente a seu serviço. Era o homem mais rico do oriente. Seus filhos costumavam dar banquetes em casa, um de cada vez, e convidavam suas três irmãs para comerem e beberem com eles. Terminado um período de banquetes, Jó mandava chamá-los e fazia com que se purificassem. De madrugada ele oferecia um holocausto em favor de cada um deles, pois pensava: Talvez os meus filhos tenham lá no íntimo pecado e amaldiçoado a Deus. Essa era a prática constante de Jó.” (Jó 1.1-5)
Famílias amigas de Deus…
1. São lideradas por homens de INTEGRIDADE
Jó tinha uma vida íntegra. E esse era o conceito que Deus tinha a respeito de Jó:
“… homem íntegro e justo; temia a Deus e evitava o mal.” (Jó 1.1)
Na verdade, não havia ninguém na terra semelhante a ele em matéria de integridade. Veja o que a bíblia diz:
“Certo dia os anjos vieram apresentar-se ao Senhor, e Satanás também veio com eles. O Senhor disse a Satanás: De onde você veio? Satanás respondeu ao Senhor: De perambular pela terra e andar por ela. Disse então o Senhor a Satanás: Reparou em meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele, irrepreensível, íntegro, homem que teme a Deus e evita o mal.” (Jó 1.6-8)

“O exemplo de um Pai fala mais alto que suas palavras.”

“Os filhos aprendem a ser íntegros percebendo a integridade de seus pais.”

Certa vez perguntaram a Franklin Graham sobre o que mais chamava atenção em seu pai, o evangelista Billy Graham. Ele respondeu: “O que me chama mais atenção em meu pai é que o Billy Graham que vocês conhecem no público é o mesmo Billy Graham que eu conheço na intimidade do nosso lar”.
Famílias amigas de Deus…
2. Cultivam a UNIDADE entre seus membros.
Jó cultivou a unidade entre os membros da sua família. Os filhos de Jó eram amigos uns dos outros. Veja o que bíblia diz sobre isso:
“Seus filhos costumavam dar banquetes em casa, um de cada vez, e convidavam suas três irmãs para comerem e beberem com eles.” (Jó 1.4)
Famílias amigas de Deus…
3. Zelam pela ESPIRITUALIDADE do lar.
Jó zelava constantemente pela espiritualidade de sua casa. Observe o verso bíblico:
“Terminado um período de banquetes, Jó mandava chama-lós e faziam com que se purificassem.” (Jó 1.5)
Famílias amigas de Deus…
4. Desenvolvem o hábito da INTERCESSÃO.
Jó tinha o hábito de constantemente orar pelos seus filhos. Jó não abria mão de orar por sua família, mesmo tendo uma agenda congestionada. Ele era um homem de negócios. Era rico. Tinha muitos compromissos. Mas a sua prioridade era levantar-se de madrugada para interceder pelos seus filhos. Ele verdadeiramente exercia seu papel de sacerdote do lar:
“… De madrugada ele oferecia um holocausto em favor de cada um deles, pois pensava: Talvez os meus filhos tenham lá no íntimo pecado e amaldiçoado a Deus.” (Jó 1.5)
O texto de Jó 1.5 prossegue e diz: “… assim o fazia Jó continuamente.”

“Um filho provavelmente não encontrará um pai em Deus a não ser que encontre algo de Deus em seu próprio pai.”

Conclusão:
Será que a sua família tem as marcas de uma família amiga de Deus? Deus o convida, nesta manhã, a tomar posse dessas verdades e fazer as correções necessárias para que sua família se torne uma família amiga de Deus!
Famílias amigas de Deus…
1. São lideradas por homens de INTEGRIDADE.
2. Cultivam a UNIDADE entre seus membros.
3. Zelam pela ESPIRITUALIDADE do lar.
4. Desenvolvem o hábito da INTERCESSÃO.

 

Rolar para o topo