Movidos pela Vontade do Pai

MOVIDOS PELA VONTADE DO PAI

mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes

“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” (Gálatas 2.20)

“Disse-lhes Jesus: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e completar a sua obra.” (João 4.34)

A vida de Paulo nos oferece alguns indícios do que acontece com alguém que resolve viver a partir de uma visão da vontade de Deus em sua vida:

Quem é movido pela vontade do Pai…

1. Oferece a Cristo o primeiro lugar em sua vida.

“Mas em nada tenho a minha vida como preciosa para mim, contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus.” (Atos 20.24)

“Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3.13-14)

“Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas.” (2ª Coríntios 12.15)

“Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro.” (Filipenses 1.21)

“Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.” (2ª Timóteo 4.7-8)

Quem é movido pela vontade do Pai…

2. Enfrenta a oposição das pessoas.

“… Fui encarcerado várias vezes, fui açoitado mais severamente e exposto à morte repetidas vezes. Cinco vezes recebi dos judeus trinta e nove açoites. Três vezes fui golpeado com varas, uma vez apedrejado, três vezes sofri naufrágio, passei uma noite e um dia exposto à fúria do mar. Estive continuamente viajando de uma parte a outra, enfrentei perigos nos rios, perigos de assaltantes, perigos dos meus compatriotas, perigos dos gentios; perigos na cidade, perigos no deserto, perigos no mar, e perigos dos falsos irmãos. Trabalhei arduamente; muitas vezes fiquei sem dormir, passei fome e sede, e muitas vezes fiquei em jejum; suportei frio e nudez. Além disso, enfrento diariamente uma pressão interior, a saber, a minha preocupação com todas as igrejas. Quem está fraco, que eu não me sinta fraco? Quem não se escandaliza, que eu não me queime por dentro? Se devo orgulhar-me, que seja nas coisas que mostram a minha fraqueza. O Deus e Pai do Senhor Jesus, que é bendito para sempre, sabe que não estou mentindo. Em Damasco, o governador nomeado pelo rei Aretas mandou que se vigiasse a cidade para me prender. Mas de uma janela na muralha fui baixado numa cesta e escapei das mãos dele.” (2ª Coríntios 11.23-33)

Paulo conclui essa listagem de sofrimento dizendo algo importante para aqueles que eram seus oponentes. Enquanto eles se gloriavam em suas virtudes e realizações, Paulo diz: “Se devo me gloriar, que seja nas coisas que mostram a minha fraqueza.” (2ª Coríntios 11.30).

Quem é movido pela vontade do Pai…

3. Inconforma-se com a realidade ao seu redor.

Quando de sua despedida da igreja de Éfeso, Paulo fala de sua consciência limpa com relação a sua postura de desafiá-los a fazer integralmente a vontade de Deus. A Bíblia diz:

“Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão-somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, de testemunhar do evangelho da graça de Deus. Agora sei que nenhum de vocês, entre os quais passei pregando o Reino, verá novamente a minha face. Portanto, eu lhes declaro hoje que estou inocente do sangue de todos. Pois não deixei de proclamar-lhes toda a vontade de Deus.” (Atos 20.24-27)

Quem é movido pela vontade do Pai…

4. Faz dela a sua razão de viver.

“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” (Gálatas 2.20)

Conclusão:

O que move você? Qual a sua motivação? O que te impede de caminhar? Por que você está desmotivado? Você está de fato comprometido com a vontade de Deus em apenas ser um crente que eventualmente ocupa um lugar na igreja de Jesus? Eu creio que você pode ir mais!

Quem é movido pela vontade do Pai…
1. Oferece a Cristo o primeiro lugar em sua vida.
2. Enfrenta a oposição das pessoas.
3. Inconforma-se com a realidade ao seu redor.
4. Faz da vontade de Deus a sua razão de viver.

Rolar para o topo