O Grande Doador nos Deu Trabalho

40 Dias de Doação | 15/17
O GRANDE DOADOR NOS DEU TRABALHO
mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos
“Enquanto é dia, precisamos realizar a obra daquele que me enviou. A noite se aproxima, quando ninguém pode trabalhar.” (João 9.4)
Participar dessa campanha e desfrutar da leitura do livro “O Grande Doador” deve nos deixar impactados, mas não paralisados. O convite, a cada leitura, é compartilhar do que recebemos de Deus, e não tem como compartilhar se não colocarmos a mão na massa. A hora é agora, porque não sabemos quanto tempo temos na terra para trabalhar para a consolidação do Reino do Senhor. Que ao terminar o trabalho você possa ouvir do Senhor: servo bom e fiel entra no meu descanso.
Deus é trabalhador. No início da narrativa Bíblia essa característica de Deus é revelada. Inicia-se com Deus trabalhando, isto é, criando o mundo e tudo que nele há e com suas próprias mãos criou o homem. Após a criação da humanidade, Deus já dá trabalho ao homem, deu a ordem de participarem da co-criação, na geração de filhos que povoaria a terra e o cuidado com a provisão de Deus através da natureza.
O trabalho não é consequência do pecado. O pecado trouxe enfado no trabalho, porque algo que estava à disposição do homem. Após o pecado o homem teve que lutar para conseguir sua sobrevivência, mas Deus continuou a trabalhar para que todas as coisas voltassem ao seu início e a Bíblia termina a história humana com todos descansando e desfrutando de tudo que Deus é e oferece em sua presença para todo sempre.
Mas, enquanto isso não acontece, é tempo de trabalhar e não descansar. Só pode descansar quem trabalha. Quem descansa sem trabalhar é preguiçoso. Não sejamos do grupo que não é a resposta de muitos trabalhadores que é necessário para colheita, mas sejamos do grupo que sempre diz: eis me aqui para o trabalho do Reino.
Outra questão importante, que vale a pena ressaltar, é a respeito de que tipo de trabalho Deus nos dá. Muitos de nós trabalhamos, mas para quem e por quê? O Grande Doador nos dá trabalho, mas é para sinalizar seu Reino e sua Pessoa.
Muitos de nós estamos cansados de trabalhar, mas tem mais haver com essa vida passageira e com a necessidade de obtermos o que cobiçamos do que com o trabalho de Deus. Aceite hoje o trabalho das mãos do Grande Doador e não se iluda com os salários de Mamom, que qualquer crise e o tempo desfaz. Seja um trabalhador do Reino e desfrute das bênçãos tanto temporárias quantos eternas. Nenhum indivíduo ou grupo que se dispôs a ser cooperador de Deus saiu insatisfeito e na escassez, todos receberam bênçãos sem medidas.
Em João 5.17,19-20 Jesus declarou que trabalha porque vê o Pai trabalhando. E qual foi o trabalho de Jesus? O trabalho de Jesus foi revelar o Pai. Deus nos chama para ser seus cooperadores, Deus nos dá um trabalho: em tudo que fizermos revelaremos o Pai. Quando Deus nos dá um trabalho é sinal que o temos amado e, por isso, Ele nos convida a estar com Ele, e Ele mesmo se revelará e compartilhará conosco suas obras e nos convidará a compartilhar dessa revelação a outros.
A pergunta certa não é qual o trabalho que Deus tem para mim, mas qual o trabalho que Deus está realizando onde estou para eu me juntar a Ele nesse trabalho. O texto que lemos diz que a hora de trabalharmos é agora, porque haverá um tempo que vamos querer trabalhar, mas não será mais a hora. 
O Grande Doador…
1. Nos deu SONHOS para REALIZAR
“Digo-lhes a verdade: aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado. Fará coisas ainda maiores do que estas, porque eu estou indo para o Pai.” (João 14.12)

“Deus é um sonhador. Ele sonhou com o mundo, sonhou comigo e com você. Ainda que o homem seja ingrato e rebelde, Ele continua sonhando. É por essa razão que você está vivo hoje.” (Pr. Carlito Paes)

Não há nada pior do que trabalhar sem perspectivas, sem sonhos. Deus, em seu amor, não para de sonhar, por isso não para de trabalhar. Cada ser humano que recebe o fôlego da vida é a certeza de que Deus ainda sonha.
Deus nos dá trabalhos que começam com o compartilhamento de seus sonhos para a humanidade e Ele os compartilha com aqueles que estão disponíveis em abrir mão de seus sonhos para sonhar os Dele, afinal quando Ele nos criou, foi para esse propósito, para que através da sua imagem e semelhança, o adorássemos. Deus sabia que o sonho idealizado seria quebrado por nós, mas, mesmo assim, continuou a executar e já preparou o antídoto para o aparente fracasso de sua realização: nosso Jesus. Deus nunca desiste de seus sonhos.
Sonhar traz relevância, satisfação e significância. Isto é, sonhar nos faz fazer a diferença, obter o resultado positivo e um motivo para viver. Por isso que amamos sonhar. Mas tem um porém: se nossos sonhos forem baseados em nós mesmos, ao longo do tempo pararemos de sonhar, porque chegaremos à conclusão, como relata um filósofo, que “a vida humana é como um pêndulo – da frustação ao tédio”. Vivemos achando que se tivermos alguns sonhos realizados teremos satisfação e quando não temos, nos frustramos, e quando conseguimos, percebemos que não nos satisfaz.
Há sonhos legítimos, mas se eles não forem para glória de Deus, seu resultado será fútil. Não há nada de errado em sonhar, em ter família, em ter um bom emprego, em ter momentos agradáveis, em conhecer novos lugares, mas, se for só para isso que trabalhamos e gastamos todas as forças, no final veremos que corremos atrás do vento.
A questão não é ter ou não ter sonhos, mas qual é a motivação. Queremos realizar esses sonhos para revelar Deus ou por mero desejo, ou para mostrar nosso valor, ou para deixarmos nossas marcas na história. O jogo do diabo é alimentar sonho centrado em nós mesmos e nos manter presos aos sonhos mal resolvidos que nos induzem a murmurar contra Deus. Deus dá sonhos que nos traz satisfação e também para compartilhar o que recebemos.
Nenhum ser humano foi criado para se satisfazer sozinho, ele foi criado para se relacionar. Quando Deus nos convida a participar de um sonho, não é um sonho individual e sim coletivo, onde todos sonham e todos participam. Os sonhos de Deus, após Jesus, se realizam através de indivíduos que estão inseridos em uma comunidade de fé, que é a Igreja.
Raul seixas diz em uma de suas frases: “Um sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto é realidade”. Estamos recebendo o privilegio de participar de um sonho que já é realidade materializada na igreja na Terra e que vai ter sua plenitude nos Céus.
Os sonhos de Deus sempre são para repartir e não para reter ou menosprezar o semelhante. Tiago diz que pedimos e não recebemos porque pedimos mal, pedimos para o nosso próprio interesse. Sonhos de Deus, não se pedem, eles brotam no nosso Espírito. Sonhos de Deus não têm os meios em nós mesmo para cumpri-los. Não se têm noção da grandeza do Sonhos de Deus
No nosso dicionário encontramos um significado que julgo importante, pois nos diz que sonho é desejar ardentemente ou almejar um futuro melhor. O que Deus sempre sonhou ao nos criar é ter alguém para se relacionar e para participar de suas obras, cuidando e dominando. O pecado estragou o sonho original, mas Deus não desistiu e, em Jesus, esse sonho foi ressuscitado. Quem assim o crê, abre mão de sonhos distorcidos pelo inimigo de Deus e se empenha para que ele seja desfrutado por todas as pessoas.
No início do texto que lemos de João 14, diz que Jesus nos convida a não ficarmos aflitos, mas crermos há um lugar para que todos possam desfrutar da presença plena do Criador, e enquanto isso não acontece, continuamos a trabalhar e a sonhar com Deus. Nossas realizações serão muitos maiores do que pedimos ou sonhamos, porque em Cristo o sonho de Deus é possível de ser realizado através de cada um que crê.
Jesus inaugurou o Reino, mas somos nós que o consolidaremos, somos nós que o revelaremos, somos nós que daremos as boas notícias. Então, podemos sonhar trabalhando com a certeza de que um dia esse sonho de ver pessoas vivendo de maneira digna, desfrutando da presença de Deus e recebendo todas as suas bênçãos de vida, sem nenhuma interferência do mal, se tornará realidade. Não há sonho mais significativo, relevante e satisfatório como esse.
Deus quer que trabalhemos, mas não como escravos que não sabem os sonhos dos seus patrões e nem terão oportunidades de desfrutarem desses sonhos, mas como filhos que participam e desfrutam do projeto do Pai. Deus é sonhador e nos convida a sonhar com Ele e trabalhar para que esse sonho se torne realidade na vida de muitos, e sabemos que o que Deus planeja e sonha se realiza. Receber sonhos de Deus é trabalhar com a certeza da realização e da recompensa.
Receba hoje o trabalho de Deus com sonhos eternos que nos trarão satisfação incomparável com qualquer sonho imaginado por nós. Obras maiores Deus têm para seus filhos e toda obra de Deus vem embalada em sonhos dos céus.
O Grande Doador…
2. Nos deu VISÃO do seu REINO
“Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia. Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada para o seu marido. Ouvi uma forte voz que vinha do trono e dizia: agora o tabernáculo de Deus está com os homens, com os quais ele viverá. Eles serão os seus povos; o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus. Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou. Aquele que estava assentado no trono disse: Estou fazendo novas todas as coisas! E acrescentou: escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança.” (Apocalipse 21.1-5)

“Todos os que sonham, precisam de visão do alto para REALIZAR!” (Pr. Carlito Paes)

Deus é o Grande Doador de visão. Você pode recebê-la do Pai, pois Ele deseja que todos os Seus filhos tenham visão espiritual. Ele deseja que você possa ver além de seus problemas, lutas e do que você consegue enxergar naturalmente. A visão é algo necessário na vida de todo filho de Deus, pois onde não há visão, as pessoas sofrem. A Bíblia nos mostra em toda a sua extensão a necessidade fundamental da visão de Deus.
Moisés teve uma visão: ele viu a liberdade. Josué também teve uma visão: a terra prometida. A visão de Davi foi uma visão de vitória. Neemias viu o muro de Jerusalém reconstruído. Apesar de tantos obstáculos, de desavenças, ameaças e desânimo, este incansável homem viu o seu sonho tornar-se realidade, pedra sobre pedra, diante de seus olhos. O apóstolo João, preso à espera de Jesus, foi levado pelo Espírito Santo de Deus e teve visões da eternidade que o ajudaram a aguentar os sofrimentos temporários.
Deus sabe o quanto sofremos por sermos seus filhos e por trabalharmos para o seu Reino. Por isso, Ele nos convida a olhar além e já vislumbrar o futuro eterno, que faz com que suportemos as aflições como um bom soldado. A visão é a revelação dos planos reais de Deus e um ânimo para continuarmos, porque ao final vai valer a pena.
O que trabalhar para Cristo tem feito você ver? Na nossa labuta contra as potestades, contra as trevas, contra o diabo, temos visto mortes, mentiras, corrupções, imoralidades, maldades, doenças, enchentes, vários tipos de perdas e tudo isso nos faz cansar, nos machuca, nos deixa feridos.
Mas Deus é um incentivador. Ele não nos deixa sozinhos. Seu Espírito, nosso consolador, a todo momento nos faz olhar para o que nos espera, nos faz lembrar que o túmulo está vazio e que tudo isso que vivemos hoje, que nos traz tanta dor, estão com os dias contados, e nos faz ver o nosso futuro maravilhoso ao lado de Deus.
É como se Deus dissesse: é para isso que vocês estão comigo trabalhando, haverá o descanso. Mas, agora, continuem até o dia que o último inimigo será vencido e ninguém mais receberá o salário do pecado, a morte, mas todos receberão o presente eterno comprado por Jesus: a vida eterna.
Para cada geração Deus dá visões, tanto de suas ações no hoje da história quanto a lembrança revelada do que desfrutaremos na eternidade. Toda visão é um sonho de Deus que vai ser realizado. Quem estiver disponível a Ele, terá visões de suas ações no trabalho do Reino que está envolvido e terá ânimo para continuar o trabalho na obra.
Para cada visão, Deus revelará seus planos, suas estratégias e responsabilidades. O Grande Doador é aquele que começa e termina a boa obra. Então quando Ele o convida a se juntar a Ele, Ele compartilhará seus sonhos, e lhe dará uma visão e os passos para a sua concretização. Muitas pessoas aceitam o convite de trabalhar, recebem a visão, mas começam a agir sem nenhuma direção de Deus. Esquecem que a obra é Dele e sem Ele nada podemos fazer. Nós somos os que tiram a pedra, o milagre é com Ele.
O Grande Doador…
3. Nos deu VITÓRIAS
“Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio Daquele que nos amou.” (Romanos 8.37)
Você acredita nessas palavras? A primeira coisa que você precisa entender é que o Grande Doador de nossas vitórias afirma que somos vencedores. Essa palavra é liberada dos céus sobre sua vida. Paulo diz que em todas as coisas somos mais que vencedores. Se você não receber pela fé a palavra de vitória, você já é um perdedor. De nada adiantará lutar. Você nasceu para a vitória.

“Fracassar não significa que você é um fracasso, significa apenas que você não conseguiu ainda.” (JB Carvalho)

Pense em todas as lutas que você esatá enfrentando hoje para viver de acordo com a vontade de Deus. Você já venceu todas elas, porque Jesus já pagou nossa dívida que nos fazia escravos de nós mesmos, vivendo uma vida totalmente centrada em nós. Jesus liberou o caminho da vitória. Não há vitória se Deus não é o centro ou não está presente. Que confiança é estarmos em uma guerra, mas com a certeza que já a vencemos!
Não permita que pequenas derrotas embaracem você. Coloque o foco em Jesus e em sua vitória sobre o pecado, sobre a morte e sobre o diabo. O fato é que a certeza da vitória não nos pode deixar distraídos e nem relaxados. A vitória vem por causa das armas espirituais que estão disponíveis para lutarmos e vencermos o nosso adversário.
Há uma fábula infantil que ilustra a necessidade de focarmos em nossa vida de forma objetiva sem distrações, chamada “A Lebre e a Tartaruga”. Esses dois animais apostaram uma corrida. A lebre muito certa de suas habilidades e certa de sua vitória, foi se distraindo e zombando da tartaruga que nem ligava em se apressar ou de responder ao adversário, só mantinha o foco na chegada. Ao final a lebre tão segura de si, perdeu a corrida e a tartaruga com sua perseverança e foco chegou ao seu destino.
O ato de sermos vitoriosos não está em nosso desempenho ou é motivo de desdenharmos do adversário, mas é certo que a nossa vitória é garantida por causa de nosso Jesus, deixou suas pisaduras e toda sua armadura para que fôssemos capazes de vencer o mundo como Ele venceu. A vitória será daqueles que não se distraem no trabalho que estão inseridos. Como disse o Apostolo Paulo aos Filipenses:
”Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa eu faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3.13-14)
O Grande Doador nos faz vencer para abençoar. Cada vitória é um estímulo para o outro irmão também tomar posse da vitória em Cristo Jesus. No Reino de Deus, a vitória de um é a vitória de todos.
Conclusão:
Deus nos chamou para trabalhar para Ele e com Ele. Receba esses presentes extraordinários do Grande Doador. Junte-se à família de Deus e vamos trabalhando, sonhando os sonhos de Deus, compartilhando as visões recebidas Dele e prosseguindo, certos da vitória em Cristo Jesus.
O Grande Doador…
1. Nos deu SONHOS para REALIZAR
2. Nos deu VISÃO do seu REINO
3. Nos deu VITÓRIAS

 

Rolar para o topo