O Intercessor que Transforma Realidades

O INTERCESSOR QUE TRANSFORMA REALIDADES
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
“Quando ouvi essas coisas, sentei-me e chorei. Passei dias lamentando, jejuando e orando ao Deus dos céus.” (Neemias 1.4)

“Quando o homem trabalha, o homem trabalha, mas quando o homem ora, Deus trabalha.”

Nesta mensagem vamos focar nossa atenção no tipo “intercessão”. Interceder significa literalmente “mediar”, significa fazer mediação. Interceder é você se colocar no lugar do outro e defender a causa dele. Sendo assim, o que podemos aprender com a vida desse intercessor? Vejamos alguns princípios para uma vida de intercessão.
Um intercessor que transforma realidades…
1. É aquele que SENTE a DOR daqueles que o cercam.
Um intercessor torna-se responsável diante do conhecimento de uma necessidade. O próprio Neemias testemunha acerca de sua reação ao saber que a cidade estava destruída:
“Quando ouvi essas coisas, sentei-me e chorei. Passei dias lamentando-me, jejuando e orando ao Deus dos céus.” (Neemias 1.4)
Um intercessor que transforma realidades…
2. É aquele que RECONHECE a grandeza de Deus.
“Então eu disse: Senhor, Deus dos céus, Deus grande e temível…” (Neemias 1.5a)

“Quanto maior Deus se torna para você, menor se torna o seu problema.”

Um intercessor que transforma realidades…
3. É aquele que RECONHECE a fidelidade de Deus.
Um intercessor sabe que Deus é fiel à sua aliança. Neemias expressou isso claramente em sua oração:
“… fiel à aliança e misericordioso com os que te amam e obedecem aos teus mandamentos.” (Neemias 1.5b)
Um intercessor que transforma realidades…
4. É aquele que IMPORTUNA a Deus com suas SÚPLICAS.
“Que os teus ouvidos estejam atentos e os teus olhos estejam abertos para a oração que o teu servo está fazendo diante de ti, dia e noite, em favor dos teus servos, o povo de Israel…” (Neemias 1.6a)
Um intercessor que transforma realidades…
5. É aquele que reconhece os seus PECADOS e os CONFESSA.
Neemias se identificou com os pecados do povo e os confessou:
“… Confesso os pecados que nós, israelitas, temos cometido contra ti. Sim, eu e o meu povo temos pecado. Agimos de forma corrupta e vergonhosa contra ti. Não temos obedecido aos mandamentos, aos decretos e às leis que deste ao teu servo Moisés.” (Neemias 1.6b-7)
Muitas confissões são genéricas e inespecíficas, por isso sem convicção de pecado e sem quebrantamento. Porém, para que a oração tenha efeito, precisa ser acompanhada de confissão. A Bíblia diz o seguinte:
“Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.” (Provérbios 28.13)
Um intercessor que transforma realidades…
6. É aquele que se apoia nas PROMESSAS da Palavra de Deus
A Palavra de Deus e a oração andam de mãos dadas. Um intercessor precisa conhecer a Palavra. A palavra é o combustível que alimenta a vida do intercessor. Um intercessor sabe que Deus tem zelo no cumprimento da sua Palavra. Neemias começou sua oração da seguinte forma:
“Lembra-te agora do que disseste a Moisés, teu servo…” (Neemias 1.8a)
Conclusão:
Pela oração de Neemias um obstáculo aparentemente intransponível foi reduzido a proporções domináveis. O coração do rei se abriu, os muros foram levantados e a cidade reconstruída. Tudo isso aconteceu por causa de um intercessor. A oração abre os olhos para as coisas antes não vistas. Nossas orações diárias diminuem nossas preocupações diárias. Que os princípios aqui aprendidos com Neemias sejam colocados em prática em nossa vida diária.

 

Rolar para o topo