Olimpíada da Vida

OLIMPÍADAS DA VIDA
mensagem pregada pela Pra. Tatiana Ramos
“Todos vocês já foram ao estádio e viram as corridas. Vários atletas correm, mas apenas um vence. Correr para vencer e para isso que os bons atletas treinam duro. Eles fazem isso por uma medalha de ouro, que perde o brilho e o valor, mas vocês estão atrás da medalha que nunca envelhecerá. Não sei sobre vocês. Mas eu estou correndo a toda velocidade rumo à linha de chegada. Estou dando tudo de mim. Nada de pegar leve. Estou alerta e preparado. Não vou ser apanhado dormindo no ponto.” (1ª Coríntios 9.24-27)
A Bíblia é fantástica porque ela se utiliza de fatos comuns de nossa realidade para nos ensinar valores eternos. Jesus usou muito essa técnica para ensinar aos judeus a respeito do Reino dos céus.
Estamos em um tempo de Olimpíadas, um tempo em que todos nós, aonde vamos, o assunto é esse. Estamos no espírito Olímpico. Estamos sendo contagiados com inúmeras histórias de superação, de garra, de resistência. Percebemos que, quanto mais se investe, mais resultados positivos se obtêm. Temos um atleta da natação que já ganhou 21 medalhas de ouro olímpicas. Ficamos fascinados com esses números e com as histórias, mas não temos noção do quanto eles abrem mão para viver esse momento único.
Nessa noite utilizaremos esse momento presente de jogos olímpicos para pensar no Reino dos céus e aprendermos a desenvolver em nossa vida atitudes que nos farão ser uma pessoa que também inspira outros a serem desse Reino.
No texto que lemos, Paulo faz uma comparação dos atletas e nós. Pontua que, para o atleta ser bom, ele precisa ter foco e se esforçar a fim de ganhar sua medalha. Ele nos convida a fazer o mesmo no Reino de Deus, sabendo que o que receberemos nunca perderá seu valor.
Na Olimpíada da vida…
1. Somos mais do que VENCEDORES
“Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.” (Romanos 8.37)
O que significa “Olimpíadas da vida”? Fazendo um paralelo, seriam as provas que todos nós enfrentamos na vida, mas com o entendimento de que estamos representando o Reino dos Deus.
Quem são os participantes? Todos os seres humanos, os que têm Jesus ou não, de todas as tribos, línguas e nações. Quem é nosso treinador? O Espírito Santo. Quem é nossa inspiração? Jesus, porque Ele venceu o mundo e através dele também venceremos. Quais são as nossas provas em que podemos nos declarar mais do que vencedores? Lutas espirituais, emocionais, financeiras, relacionais.
Nos versículos posteriores vemos que Paulo lista muitas coisas que são obstáculos para permanecermos na presença do Pai, mas Ele diz que nada pode nos separar do amor de Deus. Resumindo, somos vencedores em todas as provas que a vida insiste em nos inscrever.
Percebemos nas olimpíadas que muitas vezes o atleta não é bem sucedido nas provas por causa do seu estado emocional e, também, seus pensamentos. Já ouvi vários atletas falando que no momento de concentração para as provas eles ficam ouvindo músicas ou palavras de encorajamento para incentivá-los e encorajá-los no momento da prova. A Bíblia também faz isso conosco quando diz: “não temas”, “eu estou contigo”, “não desanimes”, “vocês são mais do que vencedores”, “posso todas as coisas naquele que me fortalece”.
A nossa mente é um campo de batalha. A maior de todas as guerras se trava na mente humana e, se não vigiarmos, o diabo tenta fazer-nos acreditar que estamos vencidos. Raciocínios falsos com relação àquilo que a Bíblia diz – essa é a principal arma do adversário. Portanto, fique sempre com o que está escrito, ainda que não veja acontecer nada como você espera que aconteça. Você não vive pelo que vê e sim por aquilo que crê.
“O inimigo usa mentiras para fazer com que os problemas pareçam maiores que as soluções que carregamos” (Livro: Fortalecidos no Senhor). Deus não nos criou ara fracassar, mas para vencer. Viver entre o já ter e ainda não ter alcançado é o desafio para nos manter alertas e concentrados nas Olimpíadas da vida.
Eu posso ter a promessa de receber uma herança, mas ainda não a consegui. Eu posso ter a promessa de emprego, mas ainda falta a concretização. Eu posso ter a promessa de receber um presente, mas ainda não o tenho nas mãos. Eu tenho a promessa da salvação através da obra de Deus em Jesus Cristo, mas ainda não a desfruto plenamente. Esta é a nossa situação entre o que Jesus conquistou por nós e o que ainda não conseguimos de forma definitiva.
O Dr. Willian Douglas conta sua experiência de maratonista: ele disse que tem um momento na prova que eles chamam de muro da desistência. Se você conseguir passar por esse muro invisível, você completa a prova e ele conta que pessoas que sabem disso ficam nesse lugar, incentivando as pessoas a continuarem.
Na nossa vida também. Há momentos que passamos que precisamos das palavras de Deus para continuar a caminhada.
Você pode estar certo de que o Espírito Santo está ao seu lado nesse momento lembrando que você é mais que vencedor, porque Cristo está em você e Ele venceu todas as coisas que havíamos perdidos quando optamos por desobedecer às orientações de Deus.
Nós queríamos um prêmio que não era para nós. Todos esses sentimentos medo, desânimo e inconstância aconteceram após a queda. Mas, em Cristo, Ele resgatou nossa potencialidade e somos mais do que vencedores, porque Ele resgatou nossa posição de filhos amados em que Deus tem prazer de estar e essa companhia nos faz caminhar pela vida de cabeças erguidas e certos que venceremos todas as provas. Somos o “Michael Phelps” do Cristianismo. Entramos certos que já ganhamos.
Na Olimpíada da vida…
2. Sabemos o valor do PRÊMIO
“Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao vencedor darei o direito de comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus.” (Apocalipse 2.7)
“Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas. O vencedor de modo algum sofrerá a segunda morte.” (Apocalipse 2.11)
“Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao vencedor darei do maná escondido. Também lhe darei uma pedra branca com um novo nome nela inscrito, conhecido apenas por aquele que o recebe.” (Apocalipse 2.17)
“Farei do vencedor uma coluna no santuário do meu Deus, e dali ele jamais sairá. Escreverei nele o nome do meu Deus e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu da parte de Deus; e também escreverei nele o meu novo nome.” (Apocalipse 3.12)
“Ao vencedor darei o direito de sentar-se comigo em meu trono, assim como eu também venci e sentei-me com meu Pai em seu trono.” (Apocalipse 3.21)
Deus deixa claro em sua Palavra a recompensa daqueles que creram que por Jesus vencemos o pecado. Se atletas sabem que há uma medalha e que só um vai ganhar, eles treinam duro para ser aquele que vai ganhar. Imaginem nós, que já temos as recompensas garantidas somente porque entramos nessa luta com o vencedor Jesus! Com Deus não tem letrinha pequena para nos enganar. Deus nos diz que nosso papel e crer até o fim e teremos as recompensas e, melhor ainda, a recompensa não é só para um, mas para todos.
Vejamos as recompensas: viveremos eternamente na presença do Pai, teremos novos nomes com significados que reafirmam quem somos e a quem pertencemos, passamos pelas provas, mas vencemos as Olimpíadas da vida no final. Talvez nunca venhamos a ganhar medalhas de ouro olímpicas, mas, quando somos de Jesus, podemos caminhar nessa vida passando por lutas, certos de que, quando recebermos a nossa recompensa, teremos a certeza de que tudo valeu a pena.
Temos que colocar o foco não nas lutas e obstáculos e, sim, na recompensa que teremos depois que tudo isso passar. Precisamos estar vigilantes, precisamos treinar duro para nos mantermos no foco. Você está sendo um bom atleta? Quanto você tem estado focado, lendo a palavra, orando, jejuando, servindo, testemunhando e amando? Um bom atleta do Reino dos céus deve desenvolver-se, sendo manso e humilde, Simples e prudente, sóbrio e vigilante, firme e constante, imitador de Cristo, fiel até a morte, verdadeiro, responsável em tudo, santo, alegre e grato.
Não podemos ser pegos nos “dopings” espirituais, que é viver uma vida de aparência, parece que é um bom atleta, mas é tudo hipocrisia. Se os atletas se preparam fisicamente, nós também precisamos nos preparar espiritualmente para chegarmos até o fim. Não podemos desanimar porque parece que as recompensas ficam com quem não merece. Não é hora de receber as recompensas, é hora de treinar e vencer cada luta e, no final de todas as batalhas, receberemos a presença do pai e todas as honras de um filho amado.
Na Olimpíada da vida…
3. PERSEVERAMOS até o fim
“Todos odiarão vocês por minha causa; mas aquele que perseverar até o fim será salvo.” (Marcos 13.13)
“Vocês corriam bem. Quem os impediu de continuar obedecendo à verdade?” (Gálatas 5.7)
O que é que tem nos paralisado na olimpíada da vida, decepções, ataques, enfermidades, traições? Lembre-se: seja a luta que você passa hoje, no final Jesus estará esperando por você para levá-lo aos braços do Pai. Perseverar significa ser firmemente atento, persistir e não desfalecer, estar em constante prontidão.
Para perseverarmos até o fim e alcançarmos as promessas, precisamos crer no que o Espírito fala ao nosso coração. A Palavra de Deus diz que aquele que persevera até o fim será salvo. Essa é a palavra de Deus: persevere e você desfrutará das promessas. Deus não mente, não ficaremos decepcionados com Ele no final, ficaremos surpreendidos. Mas, para isso, seremos provados, nossa fé será testada, muitas circunstâncias e pessoas tentarão nos tirar das Olimpíadas da vida, porém, quem continuar firme até o fim, será salvo.
O Espírito Santo lhe dará água para sustentá-lo através dos tempos secos e infrutíferos, mas não desista. Quantos atletas se machucam, perdem, mas eles já saem daquele momento prontos para recomeçar. Faça isso nessa noite. Saia daqui pronto para continuar até que o nosso Senhor venha e o leve para desfrutar eternamente das recompensas que Ele tem preparado para os vencedores em Cristo Jesus.
Conclusão:
Troque os verbos de sua vida que o deixam desanimados e com uma mente de perdedor. Utilize, em suas provas na olimpíada da vida, os verbos acreditar, amar, solidarizar, agradecer, ajudar, perdoar, compreender, esperar, confiar, cuidar, cooperar, reagir, lutar, libertar, revolucionar, participar.
Acima de tudo, as provas devem nos lembrar de que estamos equipados para a vitória, não porque temos uma fórmula, mas porque Deus está conosco e dentro de nós.
Na Olimpíada da vida…
1. Somos mais do que VENCEDORES
2. Sabemos o valor do PRÊMIO
3. PERSEVERAMOS até o fim

 

Rolar para o topo