Preparando-se para o Ano de Amar (27/12/2015 – manhã)

PREPARANDO-SE PARA O ANO DE AMAR
mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior
“Meus filhinhos, o nosso amor não deve ser somente de palavras e de conversa. Deve ser um amor verdadeiro, que se mostra por meio de ações.” (1ª João 3.18)
Quando se fala em preparo, podemos nos lembrar de várias facetas do cotidiano da raça: o preparo de uma comida, o preparo para fazer provas, o preparo para passar em um concurso público, o preparo para exercer uma atividade esportiva, o preparo para assumir um cargo em uma determinada empresa, etc.
Com relação à forma de amar que a Bíblia nos ensina, somos desafiados a um contínuo preparo, um preparo que leva a vida toda, mas que é completamente necessário se quisermos levar adiante o mandamento deixado por Jesus. O amor não é um sentimento, mas uma atitude. Por isso que o apóstolo João enfatiza que o nosso amor não deve ser somente de palavras, de discurso, de conversa. Ele se torna verdadeiro quando mergulha no campo das ações. Amor genuíno precisa ser demonstrado, mostrado, materializado. O amor precisa ser visto, preciso ser experimentado. Ele exige sacrifício, esforço, luta, empenho, dedicação e doação por parte daquele que deseja amar como Deus ensina.
E é por esse motivo que precisamos nos preparar para um ano de amar. Creio que não será fácil, pois nunca é fácil amar de verdade. O mais fácil é não se envolver, é permanecer na zona de conforto, é viver na indiferença, é abraçar o suposto prazer do egoísmo. Porém, o grande desafio é permitir que Deus, primeiramente, transforme a nossa vida, expanda a nossa visão e aumente nossas expectativas para que todos aqueles que entrarem em contato conosco sejam drasticamente afetados pelo amor de Jesus que será derramado através da nossa vida.
Então, o que precisamos fazer para manter em dia o preparo contínuo para amar as pessoas? O que devemos fazer para nos preparar para o ano de amar?
Prepare-se para o ano de amar…
1. Buscando INTIMIDADE com a FONTE de todo amor
“Queridos amigos, amemos uns aos outros porque o amor vem de Deus. Quem ama é filho de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não o conhece, pois Deus é amor.” (1ª João 4.7-8)
Há duas coisas muito importantes nos versos que lemos: primeiro, o amor vem de Deus; Ele é a fonte inesgotável de todo amor. Segundo, aquele que pratica o amor conhece a Deus. Isso só é possível através de um relacionamento de intimidade com Ele. Portanto, se quisermos amar da maneira como Deus quer, vamos precisar estabelecer um relacionamento de intimidade com Ele diariamente, bebendo e aprendendo diretamente da fonte de todo o amor. Não podemos oferecer aquilo que não temos. Jesus, no seu diálogo com a mulher samaritana, disse:
“Se você conhecesse o dom de Deus e quem lhe está pedindo água, você lhe teria pedido e ele lhe teria dado água viva. […] Quem beber desta água terá sede outra vez, mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Pelo contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna.” (Jão 4.10,13-14)
Somente aquele que se relaciona com Jesus, que tem intimidade com ele e que o conhece pode se tornar uma fonte água a jorrar para a vida eterna. Assim, também, são aqueles que querem se preparar para o ano de amar: precisam se relacionar com Deus, precisam ter intimidade com Deus, precisam conhecer a Deus, a fonte de todo o amor. O grande rei Davi disse o seguinte:
“Ó Deus, tu és o meu Deus, eu te busco intensamente; a minha alma tem sede de ti! Todo o meu ser anseia por ti, numa terra seca, exausta e sem água.” (Salmo 63.1)
Não se arrisque a praticar o amor sem antes conhecer quem é a fonte de todo o amor. Busque, dia após dia, uma intimidade com Deus. Ele é a fonte de onde jorra todo o amor.
Prepare-se para o ano de amar…
2. Cuidando das FERIDAS do seu CORAÇÃO
“Se alguém diz: ‘eu amo a Deus’, mas odeia o seu irmão, é mentiroso. Pois ninguém pode amar a Deus a quem não vê, se não amar o seu irmão, a quem vê.” (1ª João 4.20)
Tem muita gente querendo demonstrar amor, mas o coração está cheio de ódio, rancor, ressentimento, amargura e desejo de vingança por alguém. Isso não vai dar certo, porque haverá uma incompatibilidade entre o discurso e a ação.
Uma das coisas mais importantes que Deus tem revelado a nós nesse tempo é o desejo que Ele tem de ver a nossa vida sarada em todos os aspectos, principalmente quando se trata das feridas do nosso coração. Gente machucada gera gente machucada. As feridas que carregamos dentro do nosso coração são verdadeiros obstáculos para amarmos as pessoas. Elas são como um câncer que destrói a nossa vida e afeta a vida das pessoas ao nosso redor.
Mas, como tratar dessas feridas? Abra completamente o seu coração; expresse os seus sentimentos; dê nome à sua dor e tome a iniciativa da reconciliação. Foi assim que aconteceu com José. Seu coração se tornará quebrantado e sensível à ação do Espírito Santo. A Bíblia diz:
“O Senhor edifica Jerusalém […] Só ele cura os de coração quebrantado e cuida das suas feridas.” (Salmo 147.2-3)
“Os sacrifícios que agradam a Deus são um espírito quebrantado; um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás.” (Salmo 51.17)
Quer se preparar para o ano de amar? Cuide das feridas do seu coração, comece um novo ano com um coração limpo de todo ressentimento, de toda mágoa, da falta de perdão. Deixe esse fardo de morte hoje, aqui, aos pés do Senhor.
Prepare-se para o ano de amar…
3. Aproveitando todas as OPORTUNIDADES de fazer o BEM
“E o amor é isto: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e mandou o seu Filho para que, por meio dele, os nossos pecados fossem perdoados. Amigos, se foi assim que Deus nos amou, então nós devemos nos amar uns aos outros. […] O mandamento que Cristo nos deu é este: quem ama a Deus, que ame também a seu irmão.” (1ª João 4.10-11,21)
Se Deus nos amou, também precisamos amar as pessoas. Se você quer amar mesmo, todo dia haverá uma oportunidade de você fazer o bem, da maneira mais simples que você possa imaginar. Alguém vai precisar de um sorriso, de um abraço apertado, de um copo de água, de um prato de comida, de uma boa conversa, de atenção, de carinho ou de qualquer outro gesto muito simples, mas que fará toda a diferença na vida daquela pessoa.
Somos preparados para amar, amando, fazendo, aproveitando cada oportunidade que Deus nos dá de mostrarmos que o seu reino é um reino de amor, de justiça, de verdade e de paz. Jesus é o nosso maior exemplo. Aproveitou todas as oportunidades que teve para levar a esperança aos que sofriam, a cura para os enfermos, o sorriso para os que choravam e a vida aos que estavam morrendo.
Deus nunca nos pediu que fizéssemos alguma coisa que Ele mesmo não tenha sido capaz de fazer primeiro. É por isso que o mandamento de amar as pessoas, de aproveitar todas as oportunidades de fazer o bem sem olhar a quem, não é impossível de ser obedecido. João ainda escreveu as seguintes palavras:
“Todos aqueles que crêem que Jesus é o Messias são filhos de Deus. E quem ama um pai ama também os filhos desse pai. Nós sabemos que amamos os filhos de Deus quando amamos a Deus e obedecemos aos seus mandamentos. Pois amar a Deus é obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são difíceis de obedecer, porque todo filho de Deus pode vencer o mundo.” (1ª João 5.1-4a)
Temos aprendido com o nosso pastor a seguinte frase: você viu, é com você! É a sua grande oportunidade de demonstrar amor! É a grande oportunidade que Deus está dando a você para fazer o bem! Preparamo-nos para um ano de amar, amando, aproveitando todas as oportunidades para fazer o que Deus faria se estivesse em nosso lugar. Que privilégio preciso que Deus nos dá, de podemos ser um canal de cura, restauração e vida para alguém.
Conclusão:
A preparação para o ano de amar não tem data para terminar. É um processo contínuo, de conhecimento, de crescimento, que leva a vida toda. Pra muitos, essa preparação começa hoje e só termina quando Jesus voltar. Entretanto, durante a nossa caminhada de vida de amor, precisamos cuidar do nosso relacionamento com Deus, do nosso relacionamento conosco mesmos e do nosso relacionamento com o próximo. Isso precisa acontecer todos os dias, inevitavelmente.
Prepare-se para o ano de amar…
1. Buscando INTIMIDADE com a FONTE de todo amor
2. Cuidando das FERIDAS do seu CORAÇÃO
3. Aproveitando todas as OPORTUNIDADES de fazer o BEM

 

Rolar para o topo