Princípios de um Discipulado Eficaz

SÉRIE “VIDA NA VIDA” | 01/06
PRINCÍPIOS DE UM DISCIPULADO EFICAZ

mensagem pregada pelo Pr. Acyr Júnior

Paulo, após tantas experiências difíceis, aprendeu a não caminhar sozinho no ministério. Enquanto esteve sozinho, Paulo se envolveu em discussões tão intensas, que os apóstolos decidiram enviá-lo de volta para a cidade de Tarso, antes que alguém conseguisse tirar-lhe a vida. A Bíblia diz:

“Assim, Saulo ficou com eles, e andava com liberdade em Jerusalém, pregando corajosamente em nome do Senhor. Falava e discutia com os judeus de fala grega, mas estes tentavam matá-lo. Sabendo disso, os irmãos o levaram para Cesaréia e o enviaram para Tarso.” (Atos 9.28-30)

Após um período na cidade de Tarso, Paulo aceitou o convite e acompanhou Barnabé em diversas viagens missionárias. Durante esse período, Barnabé pôde discipular Paulo até que ele se tornasse um cristão mais maduro na fé. Depois, Paulo convidou Silas para acompanhá-lo nas viagens missionárias e nas visitas aos novos convertidos. Enquanto caminhava com Silas, Paulo transmitia, dentre outras coisas, tudo aquilo que, um dia, ele mesmo havia recebido por meio de Barnabé.

Os princípios do discipulado adotados por Barnabé e, posteriormente, por Paulo, são princípios válidos para nós nos dias de hoje. A palavra de Deus nos dá algumas orientações acerca do discipulado eficaz.

Para o discipulado ser eficaz…

1. ANDE com as pessoas pelo CAMINHO.

“… mas Paulo escolheu Silas e partiu…” (Atos 15.40)

Quando Paulo escolheu Silas para estar ao seu lado e vivenciar a experiência do discipulado, Paulo não levou Silas para uma sala de aula. Antes, Paulo partiu com Silas para uma viagem missionária. Paulo transmitiu os princípios da vida cristã enquanto caminhava com Silas pelas ruas, avenidas, estradas, rios e mares que cortavam o Império Romano.

Para o discipulado ser eficaz…

2. Ele precisa ter a COBERTURA ESPIRITUAL da igreja local.

“Algum tempo depois, Paulo disse a Barnabé: Voltemos para visitar os irmãos em todas as cidades onde pregamos a palavra do Senhor, para ver como estão indo… Barnabé queria levar João, também chamado Marcos… Mas Paulo não achava prudente levá-lo, pois ele, abandonando-os na Panfília, não permanecera com eles no trabalho… Tiveram um desentendimento tão sério que se separaram. Barnabé, levando consigo Marcos, navegou para Chipre, mas Paulo escolheu Silas e partiu, encomendado pelos irmãos à graça do Senhor… Passou, então, pela Síria e pela Cilícia, fortalecendo as igrejas.” (Atos 15.36-41)

Paulo convidou Silas para andarem juntos e aprenderem um com o outro enquanto pregavam o evangelho nas cidades do Império Romano. Essa decisão de Paulo não foi individualista. Pelo contrário, Paulo submeteu a sua decisão à igreja onde congregava. O discipulado de uma pessoa nunca acontece de uma maneira isolada. Enquanto andamos com alguém e partilhamos a vida de Jesus com outras pessoas, precisamos do respaldo e da cobertura da igreja.

Para o discipulado ser eficaz…

3. Ensine a PALAVRA de Deus.

“Passou, então, pela Síria e pela Cilícia, fortalecendo as igrejas.” (Atos 15.41)

Em nossa caminhada com as outras pessoas, precisamos passar-lhes os princípios e os fundamentos da Palavra de Deus. Em nossas conversas, em nossas ações e reações, precisamos transmitir aos outros aquilo que Deus mesmo nos tem ensinado no dia a dia. Silas, vendo as atitudes de Paulo, aprendia que a Palavra de Deus é o alimento que pode trazer força aos que a ouvem.

Conclusão:

Para o discipulado ser eficaz…
1. ANDE com as pessoas pelo CAMINHO.
2. Ele precisa ter a COBERTURA ESPIRITUAL da igreja local.
3. Ensine a PALAVRA de Deus.

Rolar para o topo