Quando Deus Parece Estar em Silêncio

QUANDO DEUS PARECE ESTAR EM SILÊNCIO
mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes
“Ó Deus, não fiques em silêncio! Não feches os ouvidos e não permaneças calado, ó Deus!” (Salmo 83.1)
“Até quando, Senhor? Para sempre te esquecerás de mim? Até quando esconderás de mim o teu rosto? Até quando terei inquietações e tristeza no coração dia após dia? Até quando o meu inimigo triunfará sobre mim? Olha para mim e responde, Senhor, meu Deus. Ilumina os meus olhos, ou do contrário dormirei o sono da morte; os meus inimigos dirão: “Eu o venci”, e os meus adversários festejarão o meu fracasso. Eu, porém, confio em sua benignidade; o meu coração exulta em tua salvação. Quero cantar ao Senhor pelo bem que me tem feito.” (Salmo 13.1-6)
À semelhança de Davi, às vezes podemos ser acometidos pelos mesmos sentimentos. Se isso está acontecendo com você, quais seriam, então, as atitudes a serem tomadas diante de tal situação?
Quando Deus parece estar em silêncio…
1. Eu vou continuar CLAMANDO.
“… Olha para mim e responde, Senhor, meu Deus…” (v.3)
Mesmo com o coração cheio de questionamentos, inquietações e dúvidas o salmista tem um coisa clara em sua mente: “não pode parar de orar”, não pode desistir de clamar.
“É só me chamar, que eu respondo: ficarei ao seu lado nas horas ruins, resgatarei você e depois darei uma festa em sua honra.” (Salmo 91.15 AM)
“… Você clamará ao Senhor, e ele responderá; você gritará por socorro, e ele dirá: Aqui estou…” (Isaías 58.9 NVI)
“Antes deles clamarem, eu responderei. Antes de terminarem de falar, já os terei ouvido.” (Isaías 65.24 AM)
“Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta… Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta.” (Lucas 11.9-10)
Quando Deus parece estar em silêncio…
2. Eu vou continuar CONFIANDO em sua bondade.
“… Eu, porém, confio em sua benignidade…” (v.5)
Não é fácil confiar quando tudo é adverso. Quando não se tem resposta, a tendência natural é perder a confiança. No entanto, mesmo diante do aparente silêncio de Deus, o salmista continua a confiar nEle, mesmo que a intervenção de Deus ainda não tenha acontecido, ele confiava no seu Deus.
“Bem-aventurado o homem que põe a sua confiança no Senhor.” (Salmo 40.4)
Quando Deus parece estar em silêncio…
3. Eu vou continuar ADORANDO.
“Quero cantar ao Senhor pelo bem que me tem feito.” (v.6)
Perceba que, mesmo tendo começado o salmo com inquietações e queixas, após refletir, o autor termina louvando o Senhor.

“Transforme os momentos ruins da sua vida em um momento de louvor e adoração a Deus.”

Conclusão:
A Bíblia diz: “Os olhos do Senhor voltam-se para os justos e os seus ouvidos estão atentos ao seu grito de socorro.” (Salmo 34.15)
Se Deus está atento ao seu grito de socorro, suas crises, suas inquietações, seus questionamentos e suas dúvidas jamais passarão despercebidas por Ele!
Quando Deus parece estar em silêncio…
1. Eu vou continuar CLAMANDO.
2. Eu vou continuar CONFIANDO em sua bondade.
3. Eu vou continuar ADORANDO.

 

Rolar para o topo